Tempo de Crónicas | 'Escolhas e Ganhos'

Tempo de Crónicas
Tools
Typography

Foi o toque mais adequado no seio da política norte-americana a semana passada a escolha Kamala Harris, e a candidata à vice-presidência. Descendente asiática do lado materno, e de pai de origem africana. A publicidade as mensagens políticas já em forte para as próximas eleições de Novembro.

Naturalmente que o Opositor ao atual Inquilino da Casa Branca, apercebeu-se que para liderar a seu lado esta América que tem andado tão perturbada com o vírus e problemas raciais, necessita de alguém a combinar mais pela cor da pele dos muitos ou pelos que têm protestado e que são os mais atingidos pela pandemia. Talvez uma forma de acalmar espíritos.

Ela è a terceira mulher escolhida para a vice-presidência no espaço de trinta e seis anos. A primeira, em 1984, Geraldine Ferraro, de ascendência italiana na qual o candidato Democrata lhe pareceu ser figura incontestável para o ajudar a ganhar a Corrida Presidencial. No entanto os Republicanos foram vencedores - esse ano foi espetacular para Portugal que teve a primeira medalha de ouro Olímpica nas Olimpíadas de Los Angeles ganha por Carlos Lopes. António Leitão e a Rosa Mota triunfaram com medalhas de bronze.

A segunda escolha para candidata à vice-presidência foi Sara Paulin, plena de genica, uma aposta do candidato Republicano Jonh Mccain, em 2008. Mesmo assim perdeu as eleições. Enfrentou Obama que ganhou e numa altura com a economia em baixo, no seu segundo mandato cresceu imenso. O atual Presidente começou com o caminho desimpedido e a economia fortaleceu-se. Menos pensantes nem sabedores têm posto o homen como autêntico Messias da economia. Ignoram não sabem que a economia sempre assim foi, tem os seus ciclos, de pouco interessa qual for o partido do Presidente americano.

Até porque de ambos os lados não lhes falta apoiantes multimilionários, mas não é só o dinheiro que conta. Veremos qual será a escolha do eleitorado americano. Pouco dado a estas coisas da política mas gostando de estar atento, a meu ver a Kamala e o Biden, provávelmente servirão para apaziguar juízos no meio de tantas Trapalhadas que têm assolado a dita Beautiful América.

Ireneu Vidal da Fonseca, Massachusetts EUACronicaFoto

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS