fbpx

Valorizando a Minha Terra

Tempo de Crónicas
Tools
Typography

Tenho encontrado quem já habitou no Algarve, ou passaram férias tencionando ir de novo por essas terras do Sul de Portugal. E quando se fala de vistas e paisagens, inevitavelmente descrevo-lhes acerca do meu lugar de nascimento, Santa Bárbara de Nexe. Nessas encostas nessas alturas dos seus cerros, olhando para a faixa Sul deslumbra-se magnífica vista Oceânica a vários quilómetros de distância mas parecendo perto. A paisagem com vastíssimo ajuntamento de casario, reflete-se à noite num cintilante mar de luzes.   

Quem visita o Algarve fica-lhe bem na memória a cor branca que predomina na maioria das casas mesmo na Serra, pelo interior, e no litoral, é uma realidade que vem de antigamente, era tarefa muito das mulheres algarvias noutro tempo, caiavam as casas com o rudimental pincel contribuindo assim grandemente para o símbolo da brancura no Algarve.  

 E das praias, tão apreciadas e muito valorizadas nesta terra tão primada de Sol nas luzidias e douradas areias escorrem águas em infinitas distâncias de espuma. Evidentemente que o Algarve não é só praias, tem valorosos campos e serras a de Monchique, a do Caldeirão. Da gastronomia, o marisco, as sardinhas, respetivamente nos festivais de Olhão, e Portimão, são grandes atrativos no mês de Agosto.   
   
Mais o património histórico, com Castelos feitos pelos norte-africanos que lá estiveram mais de quinhentos anos, segundo dados históricos de 714 a 1249, e muito relevante no que toca aos descobrimentos de outrora, em que o formador de marinheiros o Infante D.Henrrique é tão divulgado pelo mundo pondo o Algarve em Top Histórico, o que leva muitos estrangeiros e nocionais a visitarem o Promontório de Sagres, e o Cabo de São Vicente, em que moitas, vegetação rasteira, e rochedos, fazem parte da paisagem natural. O mar ao fundo faz-nos pensar nos barcos, nas Velas portuguesas flutuando ao largo há mais de quinhentos anos.  

Sendo o Algarve muito valorizado como excelente destino turístico, não é obrigatoriamente só lá ir em Julho ou Agosto, como preferência da maioria, uma boa altura é em Setembro, nas praias há mais espaço, e se for para dar passeios de barco na Ria Formosa, nos barcos há mais lugar. O Algarve, uma Terra digna de ser visitada mesmo em qualquer época do ano em virtude dos ares de natureza Mediterrânea do seu clima.     
           
Ireneu Vidal da Fonseca   
Massachusetts
U.S.A.        

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS