A Eurocidade do Guadiana apresenta “A Fronteira Líquida” nova Imagem Turística Conjunta

Internacionais
Typography

A nova marca da Eurocidade causa sensação entre o público da Feira Hispano Portuguesa, onde, também, foram fortalecidas relações profissionais e institucionais

A Fronteira Líquida, nova marca da Eurocidade do Guadiana, está exposta num stand, bastante marcante, desde quinta-feira passada, na FEHISPOR, a tradicional feira hispano-portuguesa em Badajoz. Nos dois primeiros dias da Feira a Eurocidade esteve representada pelo presidente, Francisco Amaral, pelo vereador com o pelouro da Eurocidade na Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Ricardo Cipriano, e por membros da equipa técnica. Durante o fim-de-semana a feira dirigiu-se mais ao público em geral, essencialmente da Extremadura e Alentejo, onde o trabalho de promoção da marca atrairá potenciais visitantes para o território.

A Eurocidade do Guadiana está presente na FEHISPOR com um stand de 12 metros, que se destaca entre os mais atractivos da feira, tornando-se num espaço de encontro que dá a conhecer pela primeira vez a nova imagem turística conjunta do território.

Sob o título de “A Fronteira Líquida”, a marca comum da Eurocidade do Guadiana causou uma sensação agradável entre os assistentes, que a mencionam como evocativa e descritiva do território. Portanto, embora se trate de uma fase inicial de promoção e ainda haja muito trabalho a desenvolver de modo a fortalecê-la e promovê-la, os testes realizados nesta feira reforçam a convicção de que estão a ser dados passos na direcção certa.

Esta feira torna-se especialmente relevante para a Eurocidade do Guadiana no período pós-Covid, onde a proposta apresenta muitas vantagens competitivas, oferecendo um destino fronteiriço de proximidade, assente numa oferta de natureza, património e experiências ao longo das quatro estações do ano.

Para além da promoção do destino, realizaram-se encontros políticos e institucionais estratégicos com a EUROBEC, a Eurocidade que reúne Badajoz, Elvas e Campo Maior. Estas reuniões abordaram, fundamentalmente, questões de governança, planeamento estratégico, partilha de serviços e de problemas comuns relacionados com obstáculos que se colocam, permanentemente, ao trabalhar num ambiente transfronteiriço, bem como as formas que cada executivo encontrou para ultrapassá-los. Na reunião política verificou-se que ambas as entidades, EUROBEC e Eurocidade do Guadiana, apresentam uma situação muito semelhante, pelo que as sucessivas reuniões técnicas têm procurado criar sinergias e estratégias para partilhar soluções e boas práticas que facilitem e enriqueçam a desafiadora tarefa de governação transfronteiriça que ambas as instituições realizam.

YMS

FronteiraLiquida2FronteiraLiquida3FronteiraLiquida5FronteiraLiquida6FronteiraLiquida4

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS