Dia Mundial da Obesidade | Estudo revela: 32% das crianças portuguesas com peso a mais

Nacionais
Tools
Typography

Na semana em que se assinala o Dia Mundial da Obesidade (11 de outubro) é urgente travar o aumento da obesidade infantil em Portugal e melhorar o estado de saúde das crianças portuguesas são alguns dos motes da iniciativa escolar «Heróis da Fruta» desenvolvida pela APCOI – Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil, que contou com a participação de 626 estabelecimentos de ensino no ano letivo anterior. As inscrições para o ano letivo 2018/2019 estão abertas a qualquer sala ou turma de ensino pré-escolar ou do 1º ciclo e podem ser feitas gratuitamente no site www.heroisdafruta.com até 12 de outubro.

32% das crianças entre os 2 e os 10 anos têm excesso de peso, entre as quais 14,6% são obesas, de acordo com os dados divulgados esta manhã pela APCOI – Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil que resultam do recente estudo, realizado em parceria com o Instituto de Saúde Ambiental da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (ISAMB/FMUL) e que analisou uma amostra de 12.764 alunos de todos os distritos de Portugal, participantes no projeto «Heróis da Fruta» no ano letivo 2017-2018.

O estudo também observou as diferenças entre os vários distritos e regiões relativamente ao estado nutricional das crianças: as crianças de Viana do Castelo foram as que apresentaram a maior percentagem de excesso de peso com 41,1%, comparativamente às restantes regiões portuguesas, sendo desde logo seguida pela Região Autónoma dos Açores com 37,7%. No ranking dos alunos com excesso de peso segue-se: Braga com 37,3%, Região Autónoma da Madeira e Vila Real com 37%, Viseu com 36,7%, Aveiro com 36,2%, Castelo Branco com 35,3%, Bragança com 33,5%, Leiria com 33%, Porto com 32,3%, Santarém com 31,7%, Setúbal com 31,1%, Lisboa com 28,3%, Coimbra e Portalegre com 27,9%, Évora e Guarda com 27,5%, Faro com 26,2% e finalmente, Beja, com uma prevalência de 19% das crianças com peso a mais.

De notar que Viana do Castelo foi também a região que registou a maior prevalência de obesidade infantil, com 30,8%, bastante acima do valor registado na região do país com a segunda maior percentagem de crianças obesas, Vila Real com 20,3%.

Além destas, observou-se ainda noutras regiões que a percentagem de alunos com obesidade é superior à de alunos com pré-obesidade, nomeadamente: Madeira com 20%, Castelo Branco com 18,1% e Guarda com 15,6% de crianças obesas.

Segundo Mário Silva, presidente e fundador da APCOI «Há 8 anos, quando lançámos a primeira edição do projeto Heróis da Fruta, definimos que um dos nossos primeiros desafios seria travar o aumento da obesidade infantil em portugal e essa tem sido a nossa principal batalha! Mas para além disso, temos ainda um longo caminho a percorrer para fazer decrescer as atuais e perigosas percentagens de excesso de peso na infância. Este ano letivo queremos ajudar a prevenir a obesidade infantil em mais escolas e por isso, lançamos o desafio aos diretores de agrupamento, aos coordenadores pedagógicos, às equipas de saúde escolar, aos municípios, mas sobretudo aos professores e educadores para se juntarem a nós na maior causa de todas: defender a saúde das nossas crianças».

Inscrições para o ano letivo 2018/2019 abertas até 12 de outubro

As inscrições para a 8ª edição do projeto «Heróis da Fruta» dirigem-se a salas de ensino pré-escolar (a partir dos 2 anos) e turmas de 1º ciclo do ensino básico, mas também poderão inscrever-se bibliotecas escolares, ATL's, CATL's ou outras componentes de apoio familiar que reúnam o mesmo grupo de crianças diariamente, públicos ou privados, sendo apenas necessário um registo gratuito através do endereço www.heroisdafruta.com ou do telefone 214 866 045 até ao dia 12 de outubro de 2018. 

Métodos da Investigação

Esta investigação foi realizada através de uma parceria que integra investigadores da Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI), bem como docentes e investigadores do Instituto de Saúde Ambiental da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (ISAMB/FMUL) e resulta da análise das medições antropométricas recolhidas junto dos alunos participantes na 7ª edição do projeto «Heróis da Fruta – Lanche Escolar Saudável» no ano letivo 2017/2018. Este estudo conta com uma amostra global de 12.764 crianças com idades compreendidas entre os 2 e os 10 anos de 626 estabelecimentos de ensino distribuídas pelos 18 distritos continentais e das duas regiões autónomas: Açores e Madeira. O artigo final deste estudo será posteriormente submetido pelos investigadores para publicação em revista científica.

Fonte: Herois da FrutaObesidadeInfantil

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS