APCL, SPH e Gilead atribuem Bolsa de Investigação para Projeto na área do Linfoma de Células B

Nacionais
Tools
Typography

Estão abertas as candidaturas à “Bolsa Neoplasias B Células Maduras”, uma iniciativa da Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL) e da Sociedade Portuguesa de Hematologia (SPH), com apoio da biofarmacêutica Gilead Sciences. A bolsa tem o montante de 15 mil euros e será atribuída a um projeto de investigação em neoplasias de células B maduras.

O prazo para entrega das candidaturaSPHs estende-se até 15 de março de 2019 e o projeto a apoiar deve ter como duração máximo um ano. Esta bolsa dirige-se a investigadores nacionais ou estrangeiros que se encontrem a desenvolver projetos em instituições portuguesas. Serão aceites projetos nas áreas do tratamento, diagnóstico, epidemiologia, qualidade de vida dos doentes e impacto a nível sociológico, sendo valorizados projetos de carácter interdisciplinar e de colaboração entre instituições.

“O apoio à investigação científica é um pilar do nosso trabalho e é por isso que desde 2003 atribuímos bolsas de investigação no âmbito das doenças hemato-oncológicas malignas”, explica Manuel Abecasis, presidente da APCL. Até à data, a associação já atribuiu um total superior a 450 mil euros em bolsas de investigação.

“É com enorme satisfação que em parceria com a APCL e apoio da Gilead a SPH se junta à importante missão de fomentar a investigação científica, reconhecendo, assim, a importância dos contributos que a investigação traz ao futuro da oncologia”, refere Maria Aida de Sousa, presidente da SPH.

“Esta bolsa de investigação enquadra-se na política de responsabilidade social da Gilead, sendo por isso um privilégio podermos contribuir para a geração de valor no domínio da investigação científica na área das doenças hemato-oncologicas” refere Vítor Papão, Diretor Geral da Gilead Sciences Portugal.

Os projetos submetidos serão avaliados por um júri independente, composto por Mário Mariz, diretor do serviço de hemato-oncologia do IPO do Porto, João Raposo, diretor do serviço de hematologia do Centro Hospitalar de Lisboa Norte e Maria Gomes da Silva, professora de hematologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa (NOVA) e diretora do serviço de hematologia clínica do Instituto Português de Oncologia de Lisboa.

As candidaturas podem ser enviadas para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. e o regulamento deve ser consultado no site da APCL.

Sobre a APCL

A Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL) foi fundada em janeiro de 2002 em resultado da iniciativa de um conjunto de doentes que sobreviveram a patologias do foro Hemato-Oncológico (Leucemias e Linfomas) e de um grupo de médicos do Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil (IPOFG) de Lisboa que os trataram.

A principal motivação dos Fundadores da APCL radicou na sua compreensão da importância de consciencializar e mobilizar a sociedade civil no apoio a todos os que diariamente lutam contra a devastadora doença que é a Leucemia.

A APCL tem como missão contribuir, a nível nacional, para aumentar a eficácia do tratamento das Leucemias e outras neoplasias hematológicas afins, investindo para isso em investigação científica com um programa de atribuição de Bolsas e investindo na Formação para profissionais de saúde.

A APCL assume ainda como sua missão o aumento da literacia do doente, promovendo e organizando workshops sobre patologias do sangue e temas relacionados, com envolvimento de profissionais de saúde.

A promoção de encontros entre pares para partilha de experiências e informações, bem como o apoio financeiro a doentes com Leucemia e às suas famílias, são outras valências que doentes e cuidadores encontram da APCL.

A APCL iniciou um processo de construção de uma casa de acolhimento para doentes hemato-oncológicos e seus familiares com

carências financeiras que se encontrem deslocados da sua área de residência e se encontrem em tratamentos específicos ou transplante em Lisboa.

Sobre a SPH

A Sociedade Portuguesa de Hematologia é uma associação sem fins lucrativos, constituída por médicos e outros profissionais ligados à saúde empenhados na prática e (ou) investigação no campo da Hematologia. Tem como objetivo promover e contribuir para o desenvolvimento da hematologia, nas suas diversas expressões – clínica, laboratório, transfusão, imunoterapia e ciências afins – e nos seus diferentes aspetos – social, técnico-científico, pedagógico, de investigação e profissional.

Sobre a Gilead Sciences

A Gilead Sciences é uma empresa biofarmacêutica que investiga, desenvolve e comercializa terapêuticas inovadoras em áreas de necessidade médica não preenchida. A missão da empresa é melhorar os cuidados dos doentes que sofrem de doenças potencialmente fatais.A Gilead desenvolve a sua atividade em mais de 35 países em todo o mundo e tem sede em Foster City, Califórnia.

Fonte: HK StrategiesBolsaNeoplasias

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS