Altran investe 12 milhões de euros no Global Engeneeiring Center em Portugal

Nacionais
Tools
Typography

  • Criação de 260 novos postos de trabalho em Portugal, com foco nas zonas do interior
  • Mais de 1200 engenheiros em projetos de valor acrescentado no Fundão e Vila Nova de Gaia, até 2021

A Altran, líder global em serviços de engenharia e Investigação e Desenvolvimento (R&D), consolida um novo marco na sua história em Portugal. A multinacional francesa assinou, esta tarde, um contrato de investimento com o Governo português, através da AICEP, por 12 milhões de euros, o que permitirá a criação de 260 novos postos de trabalho, dos quais 200 altamente qualificados, principalmente nos seus Global Engeneeiring Centers.

Destinado à criação de novos empregos diretos e qualificados no Fundão e em Vila Nova de Gaia, o novo investimento faz parte da expansão do Global Engineering Center da Altran e irá permitir o desenvolvimento de projetos inovadores em todo o mundo nas áreas de de Intelligent Coding (aplicação da tecnologia de Inteligência Artificial aos processos associados aos serviços de engenharia de software) e Connected Things (Desenvolvimento de soluções de integração de sistemas inteligentes direcionados a sectores de relevância, como o Automotive, Medical Devices e Connected White Goods).

Pedro Siza Vieira, Ministro Adjunto e da Economia, disse: “O novo investimento da Altran está alinhado com a aposta na qualidade da engenharia, ciência dos computadores que Portugal tem vindo a concretizar. Todos nos devemos congratular com a confiança que investidores nacionais e estrangeiros têm depositado no nosso sistema científico e tecnológico e na qualificação e na qualidade das nossas pessoas".

Luís Castro Henriques, Presidente do Conselho da AICEP, adiantou: “O novo investimento da Altran para a expansão do seu Global Engineering Center é uma aposta clara na inovação e no talento português. É um projeto que acrescenta valor, que cria postos de trabalho altamente qualificados e por isso é muito importante para a região em causa e para o País como um todo. A AICEP espera que a Altran possa continuar a investir em Portugal, prestando-lhe todo o apoio necessário.”

Célia Reis, CEO da Altran Portugal, acrescentou: “A Altran Portugal, em linha com a Estratégia Industrialized GlobalShore® tem, nos últimos 6 anos, expandido continuamente o seu Global Engeneeiring Center, bem como a sua equipa de engenheiros altamente qualificados. Os nossos Global Engeneeiring Center no Fundão e Vila Nova de Gaia irão representar um Centro de Produção Europeu especializado com mais de 1.200 engenheiros, até 2021, entregando projetos de valor acrescentado para mais de 10 países em todo o mundo, com foco na França, Alemanha, Reino Unido e EUA, em segmentos-chave, como Automotive e MedTech.”

William Rozé, Vice-Presidente Executivo e Director de Operações da Europa do Grupo Altran, destacou: “Este novo investimento reforça o papel de Portugal como um país chave no domínio da Engenharia de Software e Telecom, acelerando o caminho de crescimento, fornecendo projectos complexos e críticos para os nossos clientes internacionais. Além disso, demonstra a forte parceria com o Governo português com o objetivo de potenciar a economia do país, em particular nas regiões do interior.”

Estabelecido no Fundão desde 2013, e em Vila Nova de Gaia desde 2015, o Global Engineering Center da Altran é um centro de inovação tecnológica que apoia projetos globais, garantindo a disponibilização de soluções de valor acrescentado desenvolvidas por engenheiros portugueses. A Altran está presente em Portugal desde 1998, emprega atualmente mais de 2.300 engenheiros, com sede em Lisboa e localizada em Vila Nova de Gaia e no Fundão.

Fonte: AtreviaAltranPortugalCEO

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS