FNAC desafia-te a mostrar o teu talento! Há uma nova categoria - Ilustração

Nacionais
Tools
Typography

És criativo, ousado, irreverente e tens muita garra? Tens talento, mas ainda não tiveste a coragem de mostrá-lo? Gostas de música, escrita, fotografia, cinema, ou ilustração, mas nunca ousaste mostrar-te ao mundo? Tens aqui a tua oportunidade. Arranca hoje mais uma edição do concurso Novos Talentos FNAC. 

Participa no Novos Talentos FNAC 2020, mostra o teu valor e chega onde quiseres. Com esta iniciativa, a FNAC procura talentos nacionais ainda desconhecidos para lhes dar palco. Esta edição marca ainda o kick-off duma nova categoria a concurso, a Ilustração, que se junta à Escrita, Música, Cinema e Fotografia. As inscrições são gratuitas e decorrem até dia 5 de abril. Os trabalhos podem ser submetidos através da TAB do concurso no Facebook da FNAC Portugal. Os vencedores serão conhecidos na entrega de prémios, a realizar-se no final de maio.

E porque a FNAC acredita que andam por aí muitas mentes criativas à espera de uma oportunidade, lança este ano o desafio para uma nova área: a Ilustração. Nesta área, o vencedor receberá um vale de 1250 euros, terá uma exposição individual nos fóruns da FNAC e verá ainda uma ilustração sua impressa nos sacos de papel da FNAC no próximo ano. A difícil tarefa de decisão de quem mais se destaca entre os trabalhos a concurso ficará a cargo de 4 nomes fortes da ilustração em Portugal, com bastantes provas dadas nacional e internacionalmente. O painel é composto por João Fazenda, Catarina Sobral, Leonor Zamith e Bernardo Carvalho, como membros do júri desta categoria.

João Fazenda colabora com jornais de renome internacional, como o The New York Times, The New Yorker ou The Wall Street Journal, participou em várias exposições e recebeu inúmeros prémios. Por sua vez, Catarina Sobral já ilustrou mais de uma dezena de livros e ainda dirigiu a curta-metragem animada "Rádio entre dois volumes", que foi nomeada para o prémio nacional de animação (2018). Leonor Zamith é ilustradora editorial que trabalha maioritariamente com técnicas digitais, e é a autora do livro "400 Super Missões". E ainda Bernardo Carvalho, fundador do Planeta Tangerina, que conta com vários livros publicados e vários prémios na sua bagagem.

Inês Condeço, Diretora de Marketing e Comunicação da FNAC, salienta que "o sucesso da edição anterior, em que batemos todos os recordes de inscrições, dá-nos ainda mais vontade de continuar a apostar nesta missão".

"Vamos continuar a desafiar jovens talentos a lutar pelas suas paixões e a serem mais ousados. Procuramos criatividade, inovação e irreverência nestas 5 áreas. Sabemos que ainda há muito talento nacional por descobrir e a FNAC, com a ajuda de um excelente painel 20 jurados e vários parceiros, tem um palco à espera deles", refere ainda a responsável.

Tal como aconteceu no ano passado, vão ser premiados 3 trabalhos por categoria (1 vencedor e 2 menções honrosas) e para além dos restantes prémios, o vencedor de cada categoria recebe um prémio monetário de 1250 euros.

Na categoria de Música, para participar basta apresentar um tema original. Os 3 temas distinguidos vão integrar o CD Novos Talentos FNAC 2020, sendo que o vencedor para além do prémio monetário terá ainda a oportunidade de atuar no festival FNAC LIVE´20. A atribuição dos prémios continua sob a responsabilidade de Henrique Amaro (presidente do júri), Lia Pereira, Luís Oliveira e Rui Miguel Abreu.

Para concorrer na categoria Cinema, basta enviar uma curta com o máximo de 8 minutos. As 3 curtas premiadas serão exibidas publicamente e, para além do prémio monetário, o vencedor desta área recebe ainda um workshop na Universidade Lusófona. O júri desta categoria é composto por Paulo Trancoso, Paulo Viveiros, Margarida Cardoso, aos quais se junta, pela primeira vez, João Salaviza, jovem cineasta premiado internacionalmente.

Na Fotografia, tudo se mantém face ao concurso do ano anterior. Pede-se um portfolio de 12 a 18 fotografias, que será avaliado por Mário Cruz, Augusto Brázio, Francisco Feio e Sérgio B. Gomes. Para além do prémio monetário, o vencedor recebe do Instituto Português de Fotografia o acompanhamento de um projeto durante um ano e, da FUJIFILM um vale de 1500 euros em material. As duas menções recebem vales de 500 euros. Os 3 fotógrafos terão exposições em nome próprio nos Fóruns FNAC.

Por último, na categoria de Escrita, pede-se um conto até 12.000 caracteres (incluindo espaços). Os três melhores contos serão publicados no livro Novos Talentos FNAC Escrita 2020 e o vencedor, para além do prémio monetário, terá ainda acesso a um workshop na Escrever Escrever. A decisão dos vencedores fica a cargo de Conceição Garcia, Dulce Maria Cardoso, Afonso Cruz e João Tordo.

Os parceiros mantêm-se os da edição anterior e são eles: Repsol, FUJIFILM, Escrever Escrever, Instituto Portuguesa de Fotografia, Universidade Lusófona, Antena 3, Magazine HD, Olhares e Sapo.

Para mais informações e consulta dos regulamentos de cada categoria visite o site oficial do concurso: https://www.fnac.pt/novostalentos.

AdagiettoTalentosFNAC

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS