Misericórdias Portuguesas Testaram 64 mil Utentes e Colaboradores

Nacionais
Tools
Typography

A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) concluiu os testes de despiste à COVID-19 a todos os utentes e colaboradores de estruturas residenciais das Misericórdias de todo o país, tendo realizado um total de cerca de 64 mil testes. Para apoiar a reabertura segura de visitas às Misericórdias, inclusive aos Lares, a UMP desenvolveu ainda planos de operacionalização com guiões para as diferentes estruturas das Santas Casas. 

O novo relatório epidemiológico, da semana de 18 a 24 de maio, mantém a taxa de letalidade da doença em 0,4% nas Santas Casas. Num universo com cerca de 35.000 utentes e de cerca de 29.000 colaboradores, as Misericórdias Portuguesas mantêm o número total de mortes (128 casos) desde o início da pandemia em Portugal. Do total de óbitos ocorridos, 96 ocorreram em hospitais e 32 em unidades das Misericórdias.

O relatório da UMP, destaca, mais uma vez, uma recuperação significativa de um total de 901 pessoas, das quais 508 são utentes e 393 colaboradores, um crescimento significativo em comparação com o relatório anterior (que totalizava 724 pessoas recuperadas). 

Com a conclusão da testagem aos seus utentes e colaboradores, desenvolvida em articulação com os Secretários de Estado das cinco regiões do país, e no seguimento do plano de desconfinamento gradual que está a ser implementado, a UMP preparou também um conjunto de Guiões de apoio à Reabertura Programada e Segura de Visitas para Estruturas Residenciais Para Pessoas Idosas (ERPI), Lares Residenciais e Casas de Acolhimento Residencial Especializadas (CARES) com os respetivos Planos de Operacionalização de Visitas, a adaptar à realidade de cada estrutura, de acordo com as últimas orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS). 

CV&A

UniaoMisericordiaPort

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS