Mercedes-Benz | "Principais características do novo EQS”

Nacionais
Tools
Typography

Em função do tamanho da bateria, do equipamento e da configuração do veículo, é possível atingir uma autonomia (WLTP) de até 770 quilómetros.

Para atingir o recorde mundial de aerodinâmica do EQS, foram necessários cerca de 1000 cálculos no túnel de vento virtual com a utilização de aproximadamente 700 CPUs por cálculo. Com um coeficiente aerodinâmico (Cd) de 0.20, o EQS é um dos modelos produzidos em série mais aerodinâmicos do mundo. A área frontal do EQS é de 2.51 m2. Isto resulta numa resistência ao ar efetiva de 0.5 m².

A força de tração fornecida às rodas pela eATS é verificada 10,000 vezes por minuto e regulada se necessário. Isto permite uma resposta muito mais rápida nas versões equipadas com 4MATIC do que nas versões com tração integral mecânica.

O conceito modular da cadeia cinemática permite uma ampla gama de níveis de potência total, desde 245 a 385 kW. Está prevista uma versão desportiva com até 560 kW.

Da máxima desaceleração de 5 m/s² do programa de recuperação DAuto, até 3 m/s² são obtidos através da recuperação de energia (2 m/s² por ação dos travões das rodas). Isto permite desacelerar até à imobilização do veículo sem utilizar o pedal dos travões e ao mesmo tempo a autonomia beneficia desta estratégia de recuperação e da elevada potência de recuperação (até 290 kW).

Mediante pedido, o EQS está disponível com quatro portas automáticas de conforto. Através do MBUX, o condutor tem a opção de abrir as portas traseiras remotamente e permitir a entrada de crianças, por exemplo, na escola.

A direção do eixo traseiro de série com um ângulo da direção de até 4.5° contribui para as características práticas e dinâmicas do EQS. Em alternativa, a direção do eixo traseiro com um ângulo da direção de até 10° pode ser encomendada ou subsequentemente ativada através de uma atualização remota de software. Isto permite um diâmetro de viragem de 10.9 metros para o EQS, que mede mais de cinco metros de comprimento.

Em cada farol, o sistema DIGITAL LIGHT integra um módulo de iluminação com três LEDs de elevada potência, cuja luz é refractada e direcionada por 1.3 milhões de microespelhos. A resolução total é, portanto, superior a 2.6 milhões de pixéis.

O serviço Mercedes me Charge inclui a maior rede de pontos de carregamento com mais de 500,000 postos de carregamento em 31 países, incluindo mais de 200,000 na Europa.

Com o MBUX Hyperscreen, vários ecrãs são unidos continuamente para criar uma faixa de ecrã curvilínea com uma largura superior a 141 centímetros. A área visível pelos ocupantes mede 2432.11 cm2.

O vidro de grandes dimensões que protege o MBUX Hyperscreen é moldado tridimensionalmente durante o processo de moldagem a uma temperatura de aproximadamente 650°C. Este processo permite uma visualização sem distorção do ecrã em toda a largura do veículo, independentemente do seu raio.

Em função do equipamento, até 350 sensores monitorizam as funções do EQS ou controlam a zona circundante do veículo. Os sensores registam, por exemplo, as distâncias, as velocidades e acelerações, as condições de iluminação, a precipitação e as temperaturas, a ocupação dos bancos bem como os movimentos das pálpebras do condutor ou a linguagem dos passageiros.

O opcional som de condução do EQS é interativo, reagindo a cerca de uma dúzia de diferentes parâmetros como a posição do pedal do acelerador, a velocidade ou a recuperação.

Para obter as aplicações mais importantes do MBUX, o utilizador só necessita de percorrer os níveis do menu 0 (inicial). É por essa razão que este conceito é designado por camada zero.

A área útil do maior ecrã head-up disponível como opção corresponde à de um ecrã com uma diagonal de 77 polegadas. A luz projetada é obtida através de uma matriz de alta resolução de 1.3 milhões de espelhos individuais.

O "padrão Mercedes-Benz" é utilizado em vários pontos no EQS, por exemplo, no exterior na qualidade de versão especial do Painel Preto dianteiro ou nas jantes de liga leve. No interior, o padrão Mercedes-Benz pode ser encontrado nos elementos de revestimento retroiluminados, com gravação a laser, ou no ecrã do passageiro dianteiro na forma de imagem digital decorativa. É um padrão de estrelas, abstrato e tridimensional, baseado numa marca da Daimler Motorengesellschaft (DMG), que foi registada a 9 de fevereiro de 1911.

O filtro HEPA (High Efficiency Particulate Air) como parte integrante do equipamento opcional ENERGIZING AIR CONTROL Plus com um volume de 9.82 dm³ filtra o ar exterior admitido com um nível de filtragem extremamente elevado. Mais de 99.65 por cento das partículas de todas as dimensões são removidas do ar. São utilizados cerca de 600 gramas de carvão ativado para neutralizar os odores. A área de adsorção é equivalente a cerca de 150 campos de futebol.

Para uma resposta tátil durante a operação, estão instalados 12 atuadores atrás das superfícies táteis do MBUX Hyperscreen. Se um dedo tocar em certos pontos no ecrã, os atuadores acionam uma vibração percetível na tela de proteção.

O sistema de som surround Burmester® no EQS inclui 15 altifalantes com uma potência total de 710 W e produz um som invulgarmente expressivo e natural - o "som agradável" da Burmester.

Um revestimento no vidro de cobertura simplifica a limpeza do MBUX Hyperscreen. O próprio vidro curvilíneo é constituído por silicato de alumínio particularmente resistente a riscos.

CPU de 8 núcleos, 24 Gb de memória RAM e 46.4 Gb/s de largura de banda da memória RAM são alguns dos dados técnicos do MBUX.

O brilho do ecrã do MBUX Hyperscreen é ajustado às condições ambiente utilizando os dados medidos por 1 câmara multifunções e 1 sensor de luminosidade adicional.

Com até sete perfis, a área de indicação do MBUX Hyperscreen para o passageiro dianteiro pode ser personalizada.

O assistente de voz "Olá Mercedes" suporta 27 idiomas com Compreensão de Linguagem Natural.

www.media.mercedes-benz.pt

Daimler Mercedes MercedesEQS1

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS