AHRESP - BDA 29.04.2021 - Restaurantes abertos até às 22h30 já a partir de sábado

Nacionais
Tools
Typography

Eventos - teste decorrem hoje e amanhã em Braga - Os dois primeiros eventos-teste a acontecer em Portugal têm lugar no recinto exterior do Altice Forum Braga. Os espetáculos contarão, cada um deles, com 400 espectadores, sendo que num a plateia estará em pé e no outro sentada. Hoje o espetáculo será com Fernando Rocha, João Seabra e Pedro Neves e no dia 30 de abril, com Pedro Abrunhosa. Os eventos servirão de teste-piloto para a realização de grandes espetáculos culturais. A compra dos bilhetes incluiu a realização de um Teste Rápido Antigénio, realizado nos dias dos espetáculos a partir das 10h, pela Cruz Vermelha Portuguesa.

Certificado COVID-19 da UE – O Parlamento Europeu concorda que se iniciem as negociações para um certificado com o objetivo de reestabelecer a livre circulação na Europa durante a pandemia. Os eurodeputados concordaram que o novo “certificado COVID-19 da UE” - em vez do Certificado Verde Digital, conforme proposto pela Comissão - deve vigorar durante apenas 12 meses. O documento, que pode ser em formato digital ou papel, atestará que uma pessoa foi vacinada contra o coronavírus, teve um resultado negativo num teste recente ou recuperou da infeção. Os titulares de um certificado COVID-19 da União Europeia (UE) não devem estar sujeitos a restrições de viagem adicionais, como quarentena, autoisolamento ou testes, de acordo com o Parlamento. No entanto, os certificados COVID-19 da UE não servirão como documento de viagem nem se tornarão uma condição prévia para o exercício do direito à livre circulação, defendem os eurodeputados. Tanto o Parlamento como o Conselho Europeu estão agora prontos para iniciar as negociações. O objetivo é chegar a um acordo antes da temporada turística no verão. A secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, já veio congratular-se com a decisão. “Este certificado verde digital ajudará a que possamos viajar todos com uma maior tranquilidade e de uma forma mais ágil e expedita”.

Igualdade e representatividade feminina no Turismo e Viagens - Os líderes dos setores das Viagens e do Turismo comprometeram-se a trabalhar no sentido de promover a igualdade e a representatividade das mulheres nestes setores. O compromisso foi assumido publicamente na Global Summit da WTTC, que decorreu em Cancun, México, esta semana, depois de esta entidade ter lançado o desafio Women’s Initiative. Os signatários, do setor público, privado e académico, comprometeram-se a dar oportunidades iguais às mulheres, através da “remoção de barreiras, tratamento justo, e encorajamento de independência financeira, profissional e social”. Gloria Guevara, a presidente e CEO do WTTC, disse: “Globalmente, as mulheres têm sido afetadas de forma desproporcional pela pandemia, que veio piorar as diferenças salariais, as diferenças de oportunidades e a chocante falta de posições de liderança nestes setores. Isto tem de ser mudado. O papel das mulheres é vital, elas representam 54% do emprego nos setores das Viagens e Turismo em todo o mundo, mas poucas ocupam lugares estratégicos”.

Aqui entre nós” - A Turismo Centro de Portugal apresentou ontem, em conferência de imprensa, a campanha promocional da região para 2021. A campanha, intitulada “Aqui Entre Nós”, tem como grande objetivo dar a conhecer aos portugueses a essência do Centro de Portugal e solidificar a região como o primeiro destino de férias dos portugueses. A campanha "Aqui Entre Nós" inclui um filme promocional, forte presença nos meios digitais, spots na televisão e rádios e outdoors espalhados pelo país. Pedro Machado, presidente do Turismo do Centro, disse: “Pretendemos, com esta campanha, fidelizar os portugueses, para que voltem a escolher a região e que passem a palavra a outros turistas”.

MEDIDAS AHRESP

Restaurantes abertos até às 22h30 já a partir do próximo sábado - O Governo decidiu aplicar a última fase de desconfinamento já a partir das 00h00 do dia 1 de maio. Com esta decisão, a restauração e similares pode funcionar, já a partir do próximo sábado e também domingo, fornecendo almoços e jantares até às 22h30. Esta medida dará um novo alento e esperança a estes setores, enormemente impactados pela pandemia. Assim, a AHRESP congratula a decisão do Governo, e apela a todos os empresários e a todos os clientes que continuem a ser escrupulosos no cumprimento das regras e boas práticas ao nível das medidas de proteção e combate à pandemia.

As atividades de Restauração e Similares têm demonstrado ao longo desta pandemia saber aplicar todas as regras e boas práticas em termos de saúde pública, cumprindo e fazendo cumprir todas as recomendações nesta matéria (reveja aqui o Guia de Boas Práticas da AHRESP, validado pela DGS), pelo que, numa fase de menor incidência de casos, esta medida vem ajudar as empresas e a economia, sem comprometer os objetivos de combate à pandemia.

AHRESP apela à reabertura de todas as atividades inseridas em unidades de Alojamento Turístico - Dada a atual situação pandémica, a AHRESP apela ao Governo que permita o exercício de todas as atividades e secções que se encontram inseridas em estabelecimentos de alojamento turístico e que não são permitidas, por força das restrições ainda existentes, o que os impede de exercer a sua atividade de forma plena, como é o caso dos SPA’s. Ao longo do tempo os estabelecimentos de alojamento turístico têm implementado rigorosas medidas sanitárias de controlo da COVID-19, com muitos estabelecimentos a exibir o selo Clean & Safe conferido pelo Turismo de Portugal (para Empreendimentos Turísticos e para Alojamento Local), pelo que estão garantidas as medidas necessárias para que esta abertura possa acontecer. 

Deputados Europeus questionam a Comissão Europeia sobre as novas regras do Alojamento Local (Portaria 262/2020, de 6 de Novembro) - Os deputados europeus Cláudia Aguiar, Paulo Rangel, José Manuel Fernandes e Álvaro Amado questionaram a Comissão Europeia sobre a entrada em vigor da Portaria 262/2020, de 6 de Novembro, nomeadamente se consideram esta portaria justa e proporcional para a realização da liberdade de estabelecimento e de prestação de serviçosA deputada Cláudia Aguiar, que integra a Comissão dos Transportes e do Turismo do Parlamento Europeu e coordena a "Task Force" do Turismo, referiu que “o reforço das regras para os hostels poderá, nesta fase, levar ao encerramento de muitos destes estabelecimentos, uma situação hoje já agravada pela crise pandémica”, reforçando ainda que, “por falta de liquidez ou por se localizarem em espaços históricos, as condições em que estes estabelecimentos se encontram não permitem a devida remodelação imposta pelas novas regras”. A AHRESP, como associação representativa do setor do Alojamento Local, saúda esta intervenção que vai ao encontro do que sempre defendemos e publicamente afirmámos. Continuaremos a apelar à tutela a revisão da implementação desta legislação.

Governo dos Açores cria medidas excecionais de apoio às empresas da ilha de São Miguel – Na sequência das reuniões de trabalho do Governo Regional dos Açores onde também participou a AHRESP, o Governo aprovou três novas medidas para apoiar a liquidez das empresas e a manutenção dos postos de trabalho, na sequência da  determinação de medidas de contenção da pandemia, que levaram ao encerramento de todos os estabelecimentos de restauração, bebidas e similares na ilha de São Miguel. Assim, o Executivo Regional vai proceder:

  • à majoração do Programa APOIAR.PT Açores, através de uma bonificação do apoio a conceder às empresas afetadas pelas medidas de saúde pública;
  • à antecipação do pagamento das segundas tranches do APOIAR.PT Açores, eliminando o atual prazo mínimo de 60 dias, permitindo, deste modo, injetar imediatamente liquidez nas empresas já com processos aprovados sem a necessidade de novas candidaturas ou outros procedimentos;
  • à majoração do Apoio Imediato à Liquidez, atribuindo mais 15% ao apoio inicial de 75% sobre o montante total recebido pelas empresas de São Miguel beneficiárias das medidas de Antecipação de Liquidez e do Complemento Regional ao Lay-off Esta majoração, que atinge os 90%, é cumulativa com mais 10% dos referidos apoios, caso seja mantido o nível de emprego até 30 de junho, o que significa que o apoio total a atribuir às empresas da ilha de São Miguel pode chegar aos 100%. 

Delegação da AHRESP dos Açores reúne com grupo parlamentar do PSD – A delegação da AHRESP dos Açores, em reunião com o grupo parlamentar do PSD, apresentou um conjunto de propostas destinadas a combater os efeitos adversos da pandemia COVID-19 nas empresas de alojamento turístico, restauração e similares da região. Nessa sequência, foram sugeridas as seguintes medidas:

  • alteração da condição de candidatura às medidas de apoio que consideram apenas o CAE principal das empresas, propondo que passe a ser considerado o CAE que sofreu a maior quebra;
  • criação de uma linha de crédito bancário para apoiar a retoma económica, para que as empresas possam suportar todos os custos envolvidos no arranque da atividade. Deverão ser considerados também os custos que ficaram de fora dos apoios disponibilizados. Esta linha de crédito deverá ter juros bonificados e contar com a garantia do Governo Regional dos Açores a 10 anos, com 3 anos de carência;
  • antecipação do pagamento do apoio às rendas, remetendo para o encerramento da candidatura a apresentação de documentos.

Consulte o site: ahresp.com/

AHRESPAHRESPLogotipo

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS