Conexão INTREPIDA entre Espanha e Portugal, um guia turístico para descobrir o Alentejo

Nacionais
Tools
Typography

A Fundación Tres Culturas, com a colaboração da empresária Mar Villalba, prepara um guia online gratuito, em várias línguas com informações práticas, conselhos e propostas para descobrir esta região portuguesa.

Depois do levantamento do Estado de Alarme quer por Espanha quer por Portugal, ambos os países se preparam para iniciar, pouco a pouco, a reativação de uma economia que tem sido particularmente afetada no setor do turismo.

A Fundación Tres Culturas está atenta a esta preocupação comum e prepara aquele que será um guia turístico em formato digital da região do Alentejo, mais concretamente do Alto Alentejo e do Alentejo Central. Esta estimulante iniciativa faz parte do projeto de cooperação transfronteiriça entre Espanha e Portugal denominado INTREPIDA plus e que é apoiado pelo programa Interreg POCTEP.

No entanto, deve ser referido que os verdadeiros protagonistas deste projeto são as empresárias portuguesas e espanholas que mostram um verdadeiro interesse em criar iniciativas conjuntas como o é esta Conexão INTREPIDA, que surge como corolário da primeira iniciativa conjunta que resultou dos fóruns de trabalho já realizados.

Entre estas protagonistas destaca-se, por um lado, Mar Vilalba da Asociación Mi Ruta Responsable que desde Sevilha, Espanha, aposta no carro elétrico como o meio de transporte mais limpo e respeitoso. Depois de ter criado roteiros turísticos quer por Espanha quer pelo Sul de Portugal, aposta agora na região do Alentejo, graças ao apoio da Fundación Tres Culturas e do projeto INTREPIDA plus. 

A congénere portuguesa é composta por um grupo de mulheres empresárias intrépidas que têm sido os marcos principais de um percurso de quatro dias de viagem, onde a cultura, a história, a gastronomia e também o empreendedorismo feminino, se conjugam como tema transversal.

Esta seleção de empresárias portuguesas centra-se principalmente no Alto Alentejo. Por um lado, o distrito de Portalegre onde está sediado o NERPOR EA, sócio no projeto INTREPIDA plus, conta entre as suas empresárias com Catarina Machado da Mercearia de Marvão em Marvão, Ana Paula Leitão de Água Mole em Cabeço de Vide, Paula Carvalho de Discover Alentejo e Ana Isabel Pereira da Horta do Muro, ambas em Campo Maior. Por outro lado, o distrito de Évora conta com Eduarda Tavares da Courela do Zambujeiro no Redondo, Manuela Marques da Olaria Bulhão em São Pedro do Corval, várias empresárias de Arraiolos como Maria do Céu de Na Sombra do Alentejo, Isabel Diogo de Sempre Noiva, Joana Garcia da Queijaria Monte da Vinha e Teresa Rita Mira do Moinho de Pisões. Finalmente, o roteiro incluiu a visita a três empresas em Évora: Ana Rita Guerreiro do Alentejo Natural, Isabel de Mello da Quinta da Espada e Delfina Marques de Capote's Emotion, que, é Vice-presidente do NERE (Núcleo Empresarial da Região de Évora), o qual também é sócio no Projeto INTREPIDA plus.

Estas empresas são um compêndio de história e de tradição, aos quais foi agregada contemporaneidade nos sistemas de produção e de fabricação. Todas elas criam empregos, fixam a população no meio rural, oferecem conforto aos viajantes e, em última instância, mostram a realidade das mulheres que conseguem unir o trabalho à vida familiar.

O guia turístico que Mar Villalba está a preparar em colaboração com todas as pessoas que visitou e com o apoio da Fundación Tres Culturas, será um documento em formato online, rico em informações práticas, conselhos, propostas para o que fazer, onde se alojar, iguarias para provar, paisagens para descobrir e partilhar, além de deixar tempo para o viajante fazer as suas próprias descobertas. Graças ao projeto INTREPIDA plus e ao apoio financeiro que recebe do programa Interreg POCTEP, o guia será disponibilizado em espanhol, português e inglês, com o intuito de contribuir para a internacionalização das empresas, algo que está entre os principais objetivos do projeto INTREPIDA plus. Este guia, que será gratuito para os cidadãos, será apresentado em Espanha e em Portugal durante o mês de julho de 2021 para que Portugal esteja entre os possíveis destinos de férias de verão.

O projeto INTREPIDA plus é a segunda fase de um projeto que teve início em 2017 e desde então tem conseguido conjugar esforços para, juntos, crescer na prosperidade das três regiões que integram a Eurorregião Alentejo-Algarve-Andaluzia.

De realçar nesta atividade específica, o trabalho dos sócios do projeto localizados no Alentejo: NERE (Núcleo Empresarial da Região de Évora) e NERPOR-EA Núcleo Empresarial da Região de Portalegre. Para além destes sócios, a Fundação Tres Culturas conta também com a Diputación de Huelva, a Mancomunidad del Condado de Huelva e o Município de Faro, no Algarve. O projeto INTREPIDA plus conta com o financiamento europeu do programa INTERREG VA Espanha-Portugal (POCTEP).

Mais informações sobre o projeto INTREPIDA plus www.tresculturas.org/intrepida

CB Fundacion Tres Culturas

ConexaoIntrepida1ConexaoIntrepida2ConexaoIntrepida3ConexaoIntrepida4ConexaoIntrepida6

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS