União das Misericórdias promove Ciclo de Conferências em todo o país sobre o Futuro do Envelhecimento

Nacionais
Tools
Typography

A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) está a promover um ciclo de conferências por todo o país, para debater sobre o futuro do envelhecimento em Portugal contando como convidados personalidades de diversos quadrantes da sociedade portuguesa. A próxima sessão irá decorrer no dia 18 de outubro, no Auditório da Misericórdia de Beja.

O ciclo de conferências que vai refletir sobre o modelo de apoio em vigor e os desafios do futuro, tem como base o estudo “Envelhecimento: respostas seniores do futuro” desenvolvido pela UMP.

No dia 18 de outubro, a conferência decorre no Auditório da Misericórdia de Beja iniciando às 10h45 com a participação de João Paulo Ramôa, provedor da Misericórdia de Beja. Seguir-se-á o debate para aprofundar de diferentes perspetivas os desafios do novo modelo de resposta ao envelhecimento da população:

  • 11h: Filomena Mendes, docente da Universidade de Évora, e Sandra Pais, docente da Universidade do Algarve com moderação de Patrícia Seromenho, Secretariado Nacional da UMP
  • 11h45: Gonçalo Lagem, presidente da Câmara Municipal de Monforte, José Carlos Rolo, presidente da Câmara Municipal de Albufeira, e Marcelo Guerreiro, presidente da Câmara Municipal de Ourique com moderação de Norberto Patinho, deputado da Assembleia da República.

O encerramento do encontro, pelas 12h30, ficará a cargo do presidente do Secretariado Nacional da UMP, Manuel de Lemos.

O estudo “Envelhecimento: respostas seniores do futuro - um modelo de respostas especializadas integradas” da UMP apresenta medidas para a definição de estratégias que as políticas públicas do Estado deveriam adotar em sede de envelhecimento.

Atualmente assumir a gestão de um lar de idosos e, sobretudo, assegurar a qualidade da prestação de cuidados e por essa via a dignidade e a cidadania desta população, é um exercício de serviço e coragem pública, que o setor social estoicamente tem prestado, mas cujo desfecho está a prazo devido à proliferação de legislação quase sempre dispersa e muitas vezes desfasada da realidade sobre o envelhecimento, mas também a um contínuo e progressivo degradar pelo Estado da sua responsabilidade constitucional em termos de financiamento.

Através deste ciclo de conferências a UMP pretende promover o debate sobre o envelhecimento, ouvindo para o efeito personalidades de diversos quadrantes da sociedade portuguesa.

Para o Presidente da UMP, Manuel de Lemos, o “envelhecimento é um tema central da vida portuguesa e europeia, que a pandemia veio evidenciar” e realça que o objetivo destes debates é “conversar, ouvir opiniões diferentes e também sensibilizar a opinião pública para esta temática”.

A primeira sessão deste ciclo de conferências decorreu em Cascais, na Casa de Histórias Paula Rego, no passado dia 23 de junho, seguida pelas sessões a 13 de outubro no Auditório da Biblioteca Municipal de Pombal e a 15 de outubro, no Auditório da Câmara Municipal do Peso da Régua.

O estudo “Envelhecimento: respostas seniores do futuro - um modelo de respostas especializadas integradas” pode ser consultado no site da UMP.

CV&AEnvelhecimentoUM

 

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS