Plano de Emergência ativado pela ANA fez face às perturbações do tráfego

Nacionais
Tools
Typography

Ontem, quarta-feira 10 de maio, uma avaria do sistema de abastecimento de combustível, operado pelo Grupo Operacional de Combustíveis (GOC), causou significativas perturbações no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Para fazer face a esta anomalia alheia à sua vontade e para limitar ao máximo o impacto nos passageiros, a ANA Aeroportos de Portugal ativou um plano de emergência que possibilitou o regresso à normalidade hoje, quinta-feira 11 de maio, pelas 10h30.

Na sequência desta situação anómala, foi ativado pela ANA um dipositivo de crise que permitiu o apoio e acompanhamento dos passageiros pelas respetivas companhias aéreas. Foram criadas zonas de repouso e disponibilizadas 328 camas de campanha na aerogare para servir os passageiros que não puderam ser alojados, tendo sido distribuídas mais de 1000 refeições.

Como alternativa ao sistema de distribuição de combustível avariado, foram utilizados 4 camiões-cisterna para abastecer os aviões. Depois da reparação da anomalia no sistema, cuja exploração e manutenção é incumbência das empresas petrolíferas responsáveis, a ANA Aeroportos de Portugal, com o apoio das autoridades portuguesas, pode restabelecer em tempo recorde o normal funcionamento das operações aeroportuárias.

A ANA agradece aos passageiros a paciência e compreensão que demonstraram durante esta situação excecional, e decidiu solicitar às autoridades competentes a identificação das causas exatas desta situação anómala.ANA AeroportosFonte: ANA-Aeroportos de Portugal

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS