São Brás de Alportel marca arranque de Novo Ano Letivo

Regionais
Tools
Typography

Chegou o momento do regresso às aulas, que em São Brás de Alportel é sinónimo da já habitual cerimónia de abertura do ano letivo 2018/2019, um encontro convívio que o Município de São Brás de Alportel organiza em parceria com o Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas, para reunir professores, educadores e auxiliares das escolas do concelho. Nesta edição, o encontro decorreu no Museu do Traje esta quarta-feira, 12 de setembro.

O programa teve início com uma visita ao concelho, em autocarro Municipal, que permitiu aos novos professores e educadores conhecer as principais potencialidades do território, elementos de interesse, equipamentos culturais e desportivos do concelho, para além do parque escolar concelhio. 

Seguiu-se a cerimónia, no Museu do Traje, onde os professores, educadores foram recebidos pelo executivo municipal assim como pela diretora do agrupamento, Nídia Amaro e por Cristina Chaveca, em representação do delegado regional da Educação do Algarve. A sessão teve início com os acordes de saxofone e violino, interpretados por dois músicos em representação do Grupo de Amigos do Museu e do Grupo de Musica Tradicional Ucraniana, Jasmim, que são bem o exemplo da boa integração intercultural do município.

Dando as boas-vindas aos cerca de 260 profissionais que este ano têm a importante missão de garantir o melhor ensino e desenvolvimento a aproximadamente 1.600 alunos, desde o pré-escolar até ao ensino secundário, o presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, Vitor Guerreiro enalteceu a educação como a grande base para o desenvolvimento da comunidade, mostrando que em conjunto com a sua equipa pretende manter um diálogo aberto com todos em prol da educação e da juventude são-brasense.

“Estes momentos informais são muito importantes para estabelecer laços e proximidade. Espero que sejam muito felizes a trabalhar em São Brás de Alportel”, disse o autarca frisando que a educação é uma das áreas prioritárias para a estratégia municipal de desenvolvimento do concelho.

Porque o período de regresso às aulas é sempre acompanhado por um plano de obras e intervenções no parque escolar, Vítor Guerreiro recordou que estão já em fase de conclusão os trabalhos de requalificação das instalações sanitárias da Escola Poeta Bernardo Passos, assim como de instalação de novos equipamentos de apoio ao ensino. Um investimento integrado no plano de intervenções no Parque Escolar do concelho, no âmbito do qual já estão previstas várias melhorias para 2019, incluindo a relevante intervenção ao nível da eficiência energética, que vai contemplar a substituição das coberturas por materiais mais sustentáveis. A estes investimentos, somam-se ainda as melhorias realizadas em equipamentos culturais e desportivos ao dispor da comunidade escolar e de toda a comunidade.

Para além das obras, há todo um conjunto de serviços num investimento constante do município em prol de um ensino de excelência, tais como a rede de refeitórios escolares e projetos na área da saúde escolar, transportes escolares, o Gabinete Municipal de Psicologia da Criança e do Adolescente, que presta serviço nas escolas, as atividades complementares,  bem como as mais diversas iniciativas que são colocados em marcha em cada novo arranque do ano escolar, como seja o Prémio Melhores Alunos, atribuído recentemente relativamente ao ano letivo anterior. Neste âmbito, a atribuição do VALE Educação, que abrange já todos os alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico ê bem exemplo disso, constituindo uma importante ajuda para a família num período em que os gastos se multiplicam.

Para apoiar as famílias, o Município são-brasense faculta o prolongamento de atividade diária até às 18h30 nas escolas de 1.º ciclo, para apoiar as famílias com horários laborais incompatíveis com o horário letivo regular. Este prolongamento é comparticipado pelas famílias de acordo com as respetivas condições económicas.

O programa das atividades de enriquecimento curricular (AEC) para alunos do 1.º ciclo é dinamizado em parceria pela Associação de Pais e Encarregados de Educação e a Associação de Solidariedade e Apoio à Família “Ensinar a Sorrir”. A Componente de Apoio à Família (CAF) no primeiro ciclo regressa com atividades lúdicas e apoio aos trabalhos de casa. Uma iniciativa que envolve a Associação “Ensinar a Sorrir” em parceria com o Agrupamento de Escolas e o Município.

Para os alunos do pré-escolar, a autarquia organiza as Atividades de Animação e Apoio à Família que consistem em atividade física e desportiva e educação musical.

Na ocasião, a diretora do Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas, Nídia Amaro, dirigiu-se às muitas dezenas de professores, educadores e auxiliares presentes afirmando que a educação é um trabalho conjunto que envolve a comunidade escolar mas também várias entidades locais e regionais, agradecendo a colaboração e empenho de todos, que di ser a chave do sucesso. Um trabalho que considera que tem alcançado muito bons resultados e que espera que se continuem a alcançar, referindo ser “feliz, como diretora de um agrupamento de escolas assim!”

Fonte. GI da CM SBAAnoLetivoSBA1AnoLetivoSBA2AnoLetivoSBA3AnoLetivoSBA5

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS