Gustavo Marcos é o primeiro autor português publicado no Journal of Olympic History

Regionais
Tools
Typography

O olhanense Gustavo Marcos, vice-presidente da Academia Olímpica de Portugal (AOP) e mentor dos Jogos de Quelfes, viu o seu artigo "Pierre de Coubertin´s Endeavour: The Quest for Olympism as an Eductational Paragim" (O Esforço de Pierre de Coubertin: A Busca pelo Olimpismo enquanto Paradigma Educativo) ser selecionado pela equipa editorial do "Journal of Olympic History" (Revista de História Olímpica), com honras de chamada de capa, para figurar no seu primeiro número de 2019, dedicado, precisamente, ao aristocrata francês, pai dos Jogos Olímpicos da Era Moderna.

Na sua reflexão, Gustavo Marcos percorre uma fita do tempo, analisando aquelas que, no seu entender, constituíram as principais influências históricas na construção filosófica de Pierre de Coubertin, para depois concluir pela necessidade de as instituições Olímpicas irem além dos atuais programas de "educação Olímpica" para afirmarem o Olimpismo, enquanto construção pedagógica, junto das principais autoridades mundiais em matéria de educação e formação infantil/juvenil. 
Trata-se da primeira vez que um autor português é publicado nesta reputada revista científica, propriedade da Sociedade Internacional de Historiadores Olímpicos, entidade reconhecida oficialmente pelo Comité Olímpico Internacional, e que nos seu seio conta com mais de 450 membros de 55 países, incluindo  a maioria dos historiadores e pesquisadores olímpicos, designadamente os autores das mais recentes obras de referência sobre os Jogos Olímpicos.
A organização orgulha-se ainda de mais de 20 membros já terem sido galardoados com a Ordem Olímpica, pelas suas contribuições para com Movimento Olímpico e de vários membros do COI, assim como diversos atletas olímpicos estarem incluídos na sua lista de associados.
Fonte: Jogos de Quelfes
OlimpicQuelfes
BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS