Questões do Associativismo foram debatidas em Lagos

Regionais
Tools
Typography

Decorreu mais um Encontro de 5ª Feira na Biblioteca Municipal Dr. Júlio Dantas, desta vez para reflectir sobre o que se passa com o movimento associativo em Lagos.

Os presentes reflectiram sobre se o associativismo, que foi um dos pilares da vida comunitária, ainda tem lugar na sociedade moderna, se a dependência de apoios da administração central e local permite a sobrevivência de associações sem gestão empresarial e profissional, se a população tem tempo para dedicar ao convívio dos interesses comuns dos moradores e como motivar a participação dos jovens.

Foi reconhecido que em Lagos há dezenas de associações, algumas muito antigas e com muita utilidade e outras de constituição recente, principalmente desportivas, mas “há menos voluntariado”, as pessoas participam e quotizam-se menos, ou “não aparecem, nem para renovarem os corpos sociais”. Apesar da variedade de meios que hoje permitem a divulgação, em certa medida “a não adesão resulta de não se saber bem o que faz” cada associação. “As pessoas vivem voltadas para si mesmas e não para a sociedade e estão menos disponíveis, não por má vontade, mais por comodidade”. Foi ainda referido que temos poucas associações de carácter económico, que “há um valor imenso que as entidades públicas pagam a associações e nem todas desempenham um trabalho relevante”. Um associativismo saudável “deverá ser mais independente financeiramente”. Por outro lado, o fortalecimento das associações é um inegável “contributo para que a democracia seja tão participativa quanto representativa”.

O Grupo dos Amigos de Lagos, promotor do encontro, havia convidado os órgãos autárquicos e as colectividades do concelho. A presença de sócios e simpatizantes do Grupo, incluindo um membro da Assembleia Municipal e um funcionário superior da autarquia, deu resposta a algumas das questões que haviam sido lançadas e foram debatidas.

O próximo Encontro de 5ª Feira, inserido no ciclo “Viver em Comunidade” e no projecto “Lagos, a nossa cidade”, está marcado para o dia 4 de abril e terá como tema a participação cívica dos jovens.

Fonte: Grupo Amigos LagosMovAssociativoLagos

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS