Processo participativo para criação da primeira Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário em Portugal

Regionais
Tools
Typography

O Município de Silves, a Fundação Oceano Azul, Centro de Ciências do Mar (CCMAR) da Universidade do Algarve, a Associação de Pescadores de Armação de Pêra e a Junta de Freguesia de Armação de Pêra, realizaram mais uma sessão de trabalho no âmbito do processo participativo para a criação da primeira Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário na Baía de Armação de Pêra (AMPIC-BAP), após a sessão de apresentação realizada a 28 de novembro de 2018.

Na sessão de ontem participaram cerca de 50 pessoas, representantes de diversas entidades, nomeadamente autarquias, associações representativas da atividade piscatória e das atividades marítimo-turísticas, administração central, universidades, organizações não-governamentais, empresas, etc., tendo todos participado na construção de uma visão para o futuro do maior recife rochoso de Portugal e partilhado sugestões de como a área marinha protegida de interesse comunitário irá contribuir para o desenvolvimento local e regional.

Através de uma abordagem inclusiva e participada, a sessão de trabalho revelou-se bastante consensual no que diz respeito à visão pretendida para futuro a médio-prazo da AMPIC-BAP e dos valores sociais, culturais e ambientais a preservar nesta área. Foi também reconhecida a necessidade e a importânca desta área para o desenvolvimento de sectores estratégicos para a economia azul e de iniciativas promotoras da literacia oceânica.

Unidas pelo interesse e vontade comuns em proteger os ecossistemas marinhos de extrema riqueza deste recife, estas entidades pretendem alcançar a sua utilização sustentável, promovendo a pesca local e o turismo de natureza sustentáveis, a par com a preservação dos seus valores naturais, biodiversidade e serviços de ecossistema(capital natural azul).

Com esta reunião, e tendo em conta o seu elevado nível de participação e as visões nela expressas, foi dado mais um passo rumo à criação de uma Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário na Baia de Armação de Pêra. O processo irá envolver reuniões de trabalho dedicadas à delimitação, zonamento e regulamentação desta área. A próxima sessão está prevista já para dia 30 de maio.

Pretende-se, com este processo participativo, entregar ao Governo no fim deste ano uma proposta de criação da Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário da Baía de Armação de Pêra .

Saiba mais aqui sobre o processo participativo e sobre o maior recife rochoso de Portugal

Sobre a Fundação Oceano Azul

A Fundação nasceu em 2017, com o objetivo de promover um oceano mais saudável e produtivo através de três principais áreas de ação: Literacia, Conservação e Capacitação, sob o mote "From the ocean’s point of view".

Com sede em Portugal, trabalha para o desenvolvimento de uma geração azul, uma nova economia azul e para posicionar o país como líder internacional em questões relacionadas com o oceano. Tem alcance internacional, através de projetos desenvolvidos com outros países, fundações e organizações da sociedade civil, bem como organizações intergovernamentais, como as Nações Unidas e a União Europeia.

Fonte: JLM&ABaiaArmacaoPera1BaiaArmacaoPera2

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS