Lagos | Câmara aprova subsídios a coletividades culturais locais

Regionais
Tools
Typography

A Câmara Municipal aprovou por unanimidade, na reunião pública de 15 de maio, os subsídios a atribuir este ano a 28 agentes culturais locais, no valor global de 245.768,00€.A concessão destes apoios visa a prossecução de objetivos como estimular a produção cultural de qualidade; salvaguardar os traços essenciais da cultura e património locais; apoiar a criação artística e contribuir para a valorização cultural do Município e a dinamização dos equipamentos culturais.

As associações culturais e recreativas prestam um serviço inestimável à comunidade, salvaguardando tradições e promovendo a contemporaneidade. Correspondem a componentes da herança cultural e da afirmação criativa do concelho, promovendo junto das populações o gosto pela cultura e pela preservação desse testemunho, que é património de todos. No Município de Lagos, as Associações Culturais e Recreativas constituem-se, em paralelo com a ação municipal, como parceiros fundamentais para o desenvolvimento e valorização da cultura local, realçando-se o trabalho promovido pelos vários agentes culturais na promoção e difusão da cultura nas áreas da música, da dança, do teatro bem como das artes plásticas.

Neste sentido, tendo por base os critérios definidos nas Linhas Orientadoras de Apoio ao Associativismo Cultural, face à atividade desenvolvida pelos diferentes agentes culturais locais, ao envolvimento dos mesmos na vida cultural do concelho, e para além de apoios logísticos e de transporte (essenciais para a prossecução das suas atividades), foi aprovada a atribuição de subsídios no valor global de 245 768,40€ (mais de 88 mil euros do que no ano passado) às seguintes 28 associações culturais e recreativas do Município (mais 9 do que no ano passado): Clube Desportivo de Odiáxere, 1 000,00 € (mil euros); - Associação do Grupo Coral de Lagos, 32 000,00 € (trinta e dois mil euros); - Clube Artístico Lacobrigense, 20 000,00 € (vinte mil euros); - TEL – Teatro Experimental de Lagos, 18 605,00 € (dezoito mil seiscentos e cinco euros); - Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1.º de Maio, 15 510,00 € (quinze mil quinhentos e dez euros); - Associação de Dança de Lagos, 15 750,00 € (quinze mil setecentos e cinquenta euros); - (A) Garra – Associação Jovem de Lagos, 15 000,00 € (quinze mil euros); - LAC – Laboratório de Atividades Criativas, 12 203,40 € (doze mil duzentos e três euros e quarenta cêntimos); - Centro de Estudos de Lagos, 3 750,00 € (três mil setecentos e cinquenta euros); - CasaBranca, 8 500,00 € (oito mil e quinhentos euros); - CCDTCML, 3 000,00 € (três mil euros); - Orquestra Ligeira de Lagos, 12 000,00 € (doze mil euros); - ABC – Os Espichenses, 1 500,00 € (mil e quinhentos euros); - Rancho Folclórico de Odiáxere, 6 000,00 € (seis mil euros); - Clube Recreativo e Cultural Luzense, 4 850,00 € (quatro mil oitocentos e cinquenta euros); - Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento Escuteiros 173, 3 600,00 € (três mil e seiscentos euros); - Associação de Artesãos do Barlavento, 1 500,00 € (mil e quinhentos euros); - Associação Centro Cultural de Barão de S. João, 1 500,00 € (mil e quinhentos euros); - Grupo de Amigos do Chinicato, 1 500,00 € (mil e quinhentos euros); - Associação Filatélica e Numismática Gil Eanes, 1 500,00 € (mil e quinhentos euros); e - Grupo Popular das Portelas, 600,00 € (seiscentos euros).

Na mesma reunião foi ainda aprovada a atribuição de crédito de quilómetros, para deslocações em viaturas municipais, às várias associações culturais, assim como a criação de uma bolsa comum de 3.000 quilómetros a possam recorrer nos casos em que esgotem os quilómetros concedidos.

Fonte: SC da CM LagosCamaraLagos

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS