Apresentação da Revista "Raízes" no 24º aniversário do Museu Municipal de Loulé

Regionais
Tools
Typography

No próximo sábado, 25 de maio, pelas 16h30, no Museu Municipal de Loulé, será apresentado o nº 7 da Revista "Raízes". Esta iniciativa irá decorrer no âmbito das comemorações do 24º aniversário do Museu Municipal e contará coma presença de Luís Filipe Oliveira, que terá a cargo a apresentação desta publicação.

A Revista "Raízes", cujo primeiro número foi editado em 2013, tem uma periodicidade anual.

“Quem são os louletanos? Como são? Que características tem a nossa cultura, quais as nossas tradições?” foram algumas das perguntas que estiveram na origem desta publicação que convida o leitor a saber mais sobre o território de Loulé e as suas gentes. Em suma, "Raízes" apresenta-se como uma revista de divulgação do Património Cultural concelhio e, paralelamente, como um espaço de reflexão e de conhecimento, contribuindo para a edificação contemporânea da identidade louletana.

Nesta edição são apresentadas as seguintes temáticas: “Nós, os Louletanos – Carlos Albino” (por Salvador Santos), “In Memoriam – Joaquim Romero Magalhães” (por João Chagas Aleixo), “As nossas tradições – Os Sapateiros de Loulé (por Teresa Mascarenhas) e a Festa dos Milhos” (por Sónia Silva), “As nossas estórias – Corredora, zona emblemática de Loulé (por José Gomes Cabrita, com introdução por Luísa Martins) e Do petromax à luz elétrica: histórias iluminadas do quotidiano louletano ” (por Lígia Laginha) e “Os nossos espaços de memória – O Palácio dos Espanhóis e o Solar da Música Nova – duas casas nobres de Loulé” (por Helga Serôdio).

A sessão tem entrada livre.

Recorde-se que o Museu Municipal de Loulé é um equipamento cultural, permanente, ao serviço da comunidade e do seu desenvolvimento, que promove a investigação sobre vestígios do passado do homem e do seu meio ambiente, adquirindo, conservando e expondo-os com propósitos educativos, científicos e lúdicos, estimulando a salvaguarda, a valorização e a divulgação do património histórico, cultural e natural.

Teve a sua inauguração oficial no dia 25 de maio de 1995, com um projeto de arquitetura e museografia da autoria de Mário Varela Gomes, exibindo uma coleção de materiais resultantes de doações, recolhas de superfície e escavações arqueológicas. Inicialmente com duas salas, em 16 de dezembro de 1999, o Museu passa a ter três salas de exposição. Outras iniciativas têm ocorrido no interior e exterior do Museu, desde conferências, concertos, visualização de filmes, entre outras.

O Museu Municipal de Loulé é a sede de uma estrutura polinucleada de espaços museológicos que se proliferam um pouco por todo o Concelho de Loulé. Instalado no piso térreo da antiga Alcaidaria do Castelo de Loulé, este reúne os achados arqueológicos mais significativos, compostos essencialmente por conjuntos de peças de várias proveniências, recolhidos em áreas urbanas ou costeiras, em resultado de projetos de investigação, de prospeções e de achados ocasionais. Outros espólios em estudo, guardados em depósito, são provenientes da antiga Sociedade Filarmónica Marçal Pacheco, de Pedro de Freitas, do fotógrafo Guerreiro e outros.

Presentemente o Museu exibe nas três salas uma exposição de longa duração dedicada à coleção de arqueologia, com conjuntos de peças provenientes de campanhas que decorreram em diversos locais do Concelho.

Fonte: GAP da CM LouléRevistaRaizesMuseuMunLoule

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS