Banner Alto Página

“Via Algarviana – Um Elogio à Natureza” leva Educação Ambiental às Escolas e ao Público em geral

Regionais
Tools
Typography

No ano em que a GR13 - Via Algarviana comemora o 10ºaniversario de inauguração vê mais uma candidatura aprovada submetida pela Associação Almargem ao programa “EducarTE: Educar para o Território”, promovido pelo Fundo Ambiental no âmbito do programa de Estratégia Nacional de Educação Ambiental 2020.

O projeto “Via Algarviana – Um Elogio à Natureza” assenta numa estratégia regional de educação ambiental que abrange os municípios de Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Monchique e Vila do Bispo, desenvolvendo ações de valorização nos territórios de baixa densidade que pretendem envolver os cidadãos, as escolas, o setor empresarial, decisores e técnicos de administração regional e local.

Centrando a Via Algarviana como o elemento central do projeto, estão previstas ações de sensibilização ambiental com vista à promoção da riqueza e diversidade em todo este território, educando para a conservação da biodiversidade, do património cultural e para a sua geodiversidade e botânica.

Além da sensibilização ambiental através de ações de informação, capacitação e divulgação, com o objetivo de dotar os vários agentes da região de informação e valências sobre diferentes temáticas importantes que constituem este território, pretende-se garantir a participação ativa e passiva do público escolar, promovendo a existência da GR13 enquanto recurso educativo através de um concurso de ideias, conferências, uma exposição temática, um guia digital de atividades pedagógicas, um jogo didático online agregado ao website da Via Algarviana, entre outras ações.

A divulgação da Via Algarviana enquanto infraestrutura de Turismo Sustentável será também um foco deste projeto, promovendo caminhadas temáticas nesta Grande Rota, com a valorização de conhecimento nas áreas da flora, geologia, interpretação do território e birdwatching, com vista à preservação da natureza. A recuperação de património local será levada a cabo em duas ações de reabilitação de elementos patrimoniais importantes para as comunidades locais.

Este conjunto de ações, que será desenvolvido entre os próximos meses de Setembro a Novembro, pretende ter repercussão pelos restantes municípios parceiros da GR13 – Via Algarviana, fazendo parte dos seus contínuos objetivos de sensibilização e promoção do interior algarvio, dando a conhecer um “outro Algarve”.

A Associação Almargem é a entidade gestora desta Grande Rota Pedestre, através de uma parceria alargada aos Municípios de Albufeira, Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Lagoa, Lagos, Loulé, Monchique, Portimão, São Brás de Alportel, Silves, Tavira e Vila do Bispo, com a AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve, a Região de Turismo do Algarve e a Associação de Turismo do Algarve.

Sobre o Projeto GR13 - Via Algarviana:                                                                           

A GR13 – E4 “Via Algarviana” liga Alcoutim ao Cabo de São Vicente, numa extensão de cerca de 300 quilómetros percorrendo os territórios de Baixa Densidade. A Via Algarviana, neste momento, além do seu eixo principal, apresenta uma grande rede de produtos complementares englobando assim 13 concelhos do Algarve (Albufeira, Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Lagoa, Lagos, Loulé, Monchique, Portimão, São Brás de Alportel, Silves, Tavira e Vila do Bispo).

O projeto Via Algarviana tem contribuído para o desenvolvimento de uma rede de percursos pedestres no Algarve, devidamente sinalizados e divulgados, e tem levado a cabo a missão de promover o património natural e cultural do interior algarvio, com a dinamização de serviços de alojamento e restauração, levando cada vez mais visitantes ao “Território Via Algarviana” localizado no interior algarvio.

Fonte: Associação AlmargemViaAlgarvianaEduca

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS