Jornadas Europeias do Património 2019 - "Artes, Património, Lazer" nos Monumentos do Algarve

Regionais
Tools
Typography

A Direção Regional de Cultura do Algarve preparou, através do programa DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos  - um conjunto de atividades culturais para as comemorações das Jornadas Europeias do Património, este ano sob o tema Artes, Património, Lazer.

A programação cultural que se apresenta para as Jornadas Europeias do Património 2019 irá acontecer nos dias 27, 28 e 29 de setembro, e contempla um conjunto de iniciativas que não só reconhecem como destacam a capacidade do património cultural para o diálogo entre povos e culturas e na recuperação de memórias para a melhor compreensão das problemáticas da atualidade. Tendo como mote a primeira grande VIAGEM iniciada há 500 anos por Fernão de Magalhães que provou a esfericidade da Terra e utilizando vários caminhos e diversas linguagens estéticas, como a música, a performance, a poesia, ou artes audiovisuais, a que se soma também uma abordagem científica preparou-se um programa para escolas, famílias e público em geral onde se promove um melhor entendimento da importância crucial de todo o património que nos une.

O programa inicia na Fortaleza de Sagres, nos dias 27 e 28 de setembro, com a 3a edição do projeto NOVA Escola de Sagres, promovido pelo Centro Ciência Viva de Lagos, que propõe  um conjunto de atividades e ateliers educativos, especialmente direcionados para escolas e famílias, desde a exploração de instrumentos de navegação do passado e do futuro, preservação e modelação, modelação 3D, robótica e programação, percursos orientados e muitas outras atividades científico – culturais. A sexta feira, dia 27 será inteiramente direcionada para as comunidades escolares, com um horário das 10 às 13h e das 14h30 às 18 horas.

No sábado, dia 28 de setembro, os ateliers decorrem das 14h às 18 horas e são destinados a famílias e público em geral e haverá ainda a apresentação do conto “Magalhães e a Viagem”, com hora marcada para as 17 horas. O projeto NOVA Escola de Sagres encerra com uma observação astronómica agendada para as 20 horas, de dia 28 de setembro

Na sexta feira, dia 27 de setembro, a alcaidaria do Castelo de Loulé irá acolher o projeto “Grafonola Voadora & Napoleão Mira” pelas 19h30. Projeto promovido pela Casa de Cultura do Loulé que junta em palco o “cantautor” Luís Galrito, o artista visual João Espada, o escritor, poeta e declamador Napoleão Mira, o guitarrista Ricardo Martins e o jovem acordeonista João Palma, na (re) construção de uma geografia afectiva, simbólica e musical dos quadros audiovisuais ligados ao património deste território.

O Quarteto de Clarinetes da Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1.º de Maio irá atuar no Castelo de Aljezur, no dia 28 de setembro, pelas 17 horas, com a apresentação de “Viajando na Música”, um concerto alusivo às viagens dos navegadores portugueses na descoberta de novos mundos, cujo repertório engloba desde música barroca a música do séc. XX, tentando criar uma experiência envolvente, onde serão apresentadas obras de Handel, Mozart, Beethoven, Bela Bartok, Carlos Paredes, entre outros. O Quarteto é dirigido pelo Professor e mentor Tiago Santos.

As Ruínas Romanas de Milreu apresentam o espetáculo “A Viagem: outras margens outras viagens” no dia 28 de setembro, pelas 18horas. Performance promovida pela Associação Cultural Música XXI, que pretende destacar a importância da herança e da memória, estruturando-se a partir do diálogo entre tradição e progresso,  utilizando a linguagem oral e musical. Prevê uma recriação/adaptação de poemas de Al-Mu’tamid, Ibn Ammar, Mahmud Darwish, Konstandinos Kavafis, Adonis, entre outros, numa linguagem e enquadramento estético modernos.  

“Quando a Terra se tornou Redonda” promovido pela Fungo Azul – Associação Cultural encerra a programação destas Jornadas na Ermida de NossaSenhora de Guadalupe, no domingo, dia 29 de setembro, pelas 18 horas. Partindo dos relatos de António Pigafetta, o fio condutor do espetáculo é uma narração que percorre os caminhos da viagem, com momentos dedicados a cada uma das paragens da expedição de Magalhães. A narração é intercalada com contos tradicionais dos vários pontos que serão acompanhados ao vivo de música original e de sonoplastia e vídeo performance, esta utilizando registos efetuados pelos vários artistas dos países da rota de Magalhães, conseguindo imagens contemporâneas de todo o mundo, para ilustrar visualmente a aventura de há 500 anos. Direção Artística de Carlos Norton, Interpretação de Nelda Magalhães, Música original de Carlos Norton e Vídeo de vários artistas internacionais.

Todas as iniciativas integradas nas Jornadas Europeias do Património são gratuitas, embora sujeitas ao pagamento de ingresso nos monumentos, quando aplicável.

No domingo, dia 29 de setembro a entrada nos Monumentos será gratuita.

Fonte: DRCALgPatrimonioMonumentosAlg

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS