Loulé | "Grupo Coral Infantil de Loulé" protagonizaram concerto marcante

Regionais
Tools
Typography

“Hoje foi o melhor dia de sempre” – quem o diz é Santiago Gomes, membro do Grupo Coral Infantil de Loulé, que participou no concerto “Canções de Roda, Lenga Lengas e Outras que Tais”, no Cine-Teatro Louletano a 22 de setembro, num encontro inédito entre o coletivo de luxo formado por Sérgio Godinho, Ana Bacalhau, Vitorino e Jorge Benvinda e o grupo coral de que faz parte – com perto de uma centena de elementos, dirigido pela maestria do Professor Ricardo Silva. A estes intérpretes juntou-se o pianista Filipe Raposo, que criou belíssimos arranjos e dirigiu um valoroso naipe de músicos que tocou de forma maravilhosa o repertório por todos escolhido.

Foram várias as interpretações do cancioneiro e do património popular português que desfilaram nesta matinée de domingo em Loulé que ficará na memória de todos. Desde a “Oliveirinha da Serrra” à incontornável “Tia Anica do Loulé”, passando pela “Machadinha”, “Erva cidreira” ou “As Pombinhas da Catrina”, muitas foram as memórias resgatadas e que colocaram as gerações dos avós, dos pais e dos netos a cantar juntos numa sala esgotada e com um ambiente ao rubro. Houve ainda espaço para contagiantes composições de Samuel Úria, José Afonso, Deolinda, Vitorino e Sérgio Godinho, ligadas ao imaginário dos mais pequenos, com o Grupo Coral Infantil a responder de forma entusiasta e musicalmente muito positiva ao desafio lançado pelo Cine-Teatro.

Entre canções de roda, histórias e lenga lengas, os intérpretes e os espetadores foram assim levados a viajar aos tempos de meninice. Ana Sofia Rosa, espetadora e professora de Educação Musical, ilustra-o bem: “Estas músicas transportaram-me à minha infância, a uma memória que ainda estava relativamente acesa no meu tempo e que – pareceu-me – se foi perdendo. Considero que é muito importante reacender a memória desse repertório”. Já Vítor Aleixo, presidente da Autarquia, destacou a importância destas “vivências quotidianas na nossa cidade com este nível e com o envolvimento das novas gerações”.

Nas redes sociais, os espectadores também expressaram toda a emoção que o espetáculo lhes suscitou. “Foi uma experiência única ouvir as músicas tradicionais da nossa cultura, vozes inconfundíveis da nossa história, e as nossas crianças em coro! Absolutamente maravilhoso!” – publicou Catarina Teixeira. Já Alexandra Inácio destacou “a alegria das nossas crianças em palco com nomes tão importantes da nossa música. Um espetáculo inesquecível.” E muitos foram aqueles que desejaram “Parabéns a todos pelo excelente e emocionante espetáculo que nos proporcionaram, obrigado”. Até Jorge Benvinda se regozijou nas redes sociais, tendo feito alusão a uma das músicas cantadas, e publicado o seu sentido testemunho: “É tão bom uma amizade assim”.

Este espetáculo foi mais uma vez ao encontro de uma das linhas estratégicas da programação artística do Cine-Teatro que tem sido privilegiada ao longo dos últimos anos: o encontro entre projetos musicais de âmbito local/regional dotados de valor artístico e reconhecidas figuras do panorama nacional, de modo a promover a valorizar efetivamente as potencialidades endógenas do território social e cultural louletano.

Fonte: GAP da CM LouléCoralInfantilLoule

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS