Banner Alto Página

Quarteira | Centenário da Polícia Marítima arrancou com Apresentação e Inauguração de Exposição

Regionais
Tools
Typography

Arrancaram hoje as comemorações dos 100 anos da Polícia Marítima que, até ao próximo domingo, decorrerão em Quarteira com um programa de iniciativas abertas ao público em geral. Vaticinando aquilo que acontecerá na cidade nestes dias, Vítor Aleixo, presidente da Câmara Municipal de Loulé, entidade que apoia a efeméride, sublinhou que “estes serão, com certeza, momentos memoráveis para a população de Quarteira que, na sua memória coletiva, tem bem presente a existência da Polícia Marítima e da Marinha nesta terra, há mais de um século”.

Durante esta sessão de abertura, o autarca falou da importância deste organismo “para a segurança das populações, para a atividade dos pescadores e para a preservação das nossas praias”, relembrando igualmente o protocolo de cooperação institucional, celebrado em março passado, entre a Autoridade Marítima Nacional e a Autarquia, que pretende reforçar essa presença. A abertura do Posto Marítimo de Quarteira da Estação Salva-Vidas são dois dos importantes investimentos em curso ao abrigo desta parceria.

Já o comandante-geral da Polícia Marítima, vice-almirante Luís Sousa Pereira, frisou a “ligação especialmente próxima com o concelho de Loulé, daí a escolha de Quarteira para estas celebrações, fruto desta cooperação”. Este responsável fez uma apresentação sobre o passado, presente e futuro da Polícia Marítima. “Uma polícia de especialidade tão útil e relevante hoje como no passado”, que nasceu da lei promulgada em 13 de setembro de 1919. As competências ao longo dos anos e as várias reorganizações orgânicas foram referidas por Luís Sousa Pereira, numa retrospetiva histórica, projetando igualmente os desígnios para o futuro.

Refira-se que atualmente a Polícia Marítima está presente em 2830 km na linha de costa de Portugal. Conta com 28 Comandos Regionais espalhados pelo país e 536 elementos. No Algarve são 6 Comandos Locais, aos quais se irá juntar, já no próximo ano, o de Quarteira.

O comandante-geral falou ainda do importante papel da Polícia Marítima na questão dos migrantes no Mediterrâneo. Na “Operação Grécia” já foram salvas 6 mil pessoas que tentavam entrar na Europa e, apesar de considerar que o principal objetivo passa pela fiscalização, este responsável da instituição considera ser “reconfortante estas vidas resgatadas”.

Amanhã o programa comemorativo prossegue tendo como ponto alto a inauguração, às 11h00, no auditório do Centro Autárquico de Quarteira, da exposição fotográfica da autoria de uma equipa da RTP constituída por David Araújo, Leonel Soares, Rosário Salgueiro sobre o trabalho da Polícia Marítima na Grécia, e que contará com testemunhos de alguns migrantes, bem como fotografias e dados da missão. Integra ainda uma parte dedicada ao Campo de Refugiados de Mória.

Fonte: GAP da CM LouléCentenarioPoliciaMaritima2CentenarioPoliciaMaritima3

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS