Lagoa | Direitos e Participação das Crianças reuniu Personalidades Internacionais, Nacionais e Regionais

Regionais
Tools
Typography

O conselheiro das Nações Unidas, padre Edwin Maria John, participou numa conferência promovida por Lagoa, cidade educadora e inclusiva.

“Refletir a Cidadania, Proteção e Inclusão na Infância” foi o tema da conferência que encheu o auditório do Convento de São José, em Lagoa, Algarve, no passado dia 2 de novembro 2019, no âmbito das comemorações dos 30 anos de Convenção Internacional sobre os Direitos da Criança e dos 60 anos da Declaração Universal dos Direitos da Criança.

A Vice-Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Anabela Simão, deu início ao encontro valorizando o compromisso do Município com a cidade educadora e inclusiva. Sublinhou a relação estreita entre estes desígnios e a Declaração Universal dos Direitos Humanos, os direitos das crianças, e as metas definidas pelos 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável.

Fruto de uma parceria entre a Câmara de Lagoa, a Between – Partnerships 4 Development e a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Lagoa, Algarve, esta iniciativa contou com a participação especial do Padre Edwin Maria John, Conselheiro da ONU para a ação dos Direitos da Criança. O conferencista apresentou a sua metodologia de trabalho testada desde 1998 na Índia, reconhecida internacionalmente e premiada em 2009.

De seguida Margarida Mesquita, professora do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, levou os participantes a uma reflexão sobre “O lugar da Criança: do direito a ser criança, à criança com direitos”.

Num terceiro momento Ana Fazenda, coordenadora técnica regional da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens, lembrou o direito de todas as crianças a viverem uma filiação segura, vinculada aos dois progenitores, no respeito pelo seu superior interesse, apoiada na ética do cuidar e na cultura da criança.

Coube à presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Lagoa, Licínia Lourenço, complementar a apresentação anterior expondo a atividade da CPCJ local e os resultados dos anos transatos.

A vereadora da Educação da Câmara Municipal de Lagoa, Ana Martins, encerrou os trabalhos chamando a atenção para a necessidade de dar voz às crianças e facilitar a sua participação nos processos de tomada de decisão sobre assuntos que lhes digam respeito.

Fonte: GC do Mun Lagoa(Algarve)DireitosCriancas2DireitosCriancas3DireitosCriancas1

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS