Faro | 'Anais do Município de Faro' têm Novo Diretor

Regionais
Tools
Typography

Está encontrado o sucessor de Joaquim Romero Magalhães (Loulé, 1942 – Coimbra, 2018) na direção dos Anais do Município de Faro. Trata-se de Guilherme d'Oliveira Martins, jurista, de 67 anos, professor catedrático convidado da Faculdade de Direito da Universidade Lusíada e do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa e membro executivo do Conselho de Administração da Fundação Gulbenkian, que acedeu ontem à tarde (12) ao convite que lhe foi dirigido pelo Presidente da Câmara Municipal, Rogério Bacalhau.

Personalidade incontornável da cultura e da política portuguesas, Guilherme d’Oliveira Martins foi vice-presidente da Comissão Nacional da UNESCO (1988-1994), presidente do Centro Nacional de Cultura entre 2002 e 2016, e académico de mérito da Academia Portuguesa da História  (eleito em 6 de julho 2015). Distinguido com os doutoramentos honoris causa da Universidade Lusíada, da Universidade Aberta e do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas.

Foi deputado na Assembleia da República durante sete legislaturas; ocupou como independente os cargos de secretário de Estado da Administração Educativa, de 1995 a 1999; ministro da Educação, até 2000; ministro da Presidência, de 2000 a 2002; e de ministro das Finanças, entre 2001 e 2002. Foi ainda presidente do Tribunal de Contas entre 2005 e 2015 e, por inerência, do Conselho de Prevenção da Corrupção, de 2008 a 2015.

O seu mérito é reconhecido dentro e fora de portas, tendo recebido inúmeras condecorações, nomeadamente a de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique de Portugal; Comendador da Real Ordem de Isabel a Católica de Espanha; Grã-Cruz da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul do Brasil; Oficial da Ordem Nacional da Legião de Honra de França; Grande-Oficial da Ordem do Mérito da Polónia; Grã-Cruz da Ordem Militar de Nosso Senhor Jesus Cristo; Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique; Sócio Correspondente da Academia das Ciências de Lisboa; Membro Efetivo da Academia da Marinha.

É autor de uma vasta bibliografia da qual se destacam: Lições sobre a Constituição Económica Portuguesa (2 volumes); Oliveira Martins, uma Biografia; Escola de Cidadãos (2 edições); O Enigma Europeu; Educação ou Barbárie?; Portugal - Instituições e Factos (edições em inglês, francês e chinês); Audácia de País Moderno; O Novo Tratado Constitucional Europeu; Portugal - Identidade e Diferença (3 edições); Património, Herança e Memória (2 edições); Na Senda de Fernão Mendes- Percursos portugueses no mundo (2 edições).

Criados em 1969, os Anais do Município tiveram como seu primeiro diretor e mentor o saudoso José António Pinheiro e Rosa. Ao insigne professor sucedeu o sociólogo e jornalista Libertário dos Santos Viegas, que prosseguiu com determinação a publicação periódica deste título incontornável. Já em 2009, foi a vez do historiador e académico Joaquim Romero Magalhães assumir a direção, cargo que ocupou até ao dia da sua morte, em 24 de Dezembro de 2018, deixando publicadas magníficas edições, entre as quais a XLI, comemorativa dos 50 anos dos Anais, em grande medida preparada por si.

Com Guilherme d’Oliveira Martins, chega também a confirmação de que os destinos desta publicação de reconhecido mérito continuam, assim, em boas mãos e no caminho há muito traçado de preservação e afirmação da Cultura, do Património e da História de Faro e da sua Região.

Fonte: GRP da CM FaroDiretorAnaisMunicipio

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS