Faro tem um novo “Olhar sobre a Ria” | Mural dedicado à Ria Formosa encanta quem embarca em Faro

Regionais
Tools
Typography

A zona ribeirinha de Faro tem um novo olhar sobre a Ria Formosa: um mural da autoria do artista farense Xavier Franck (João Bernardo) foi concebido em homenagem à Ria Formosa, às comunidades que dela dependem e visa acima de tudo chamar a atenção para a necessidade de preservação deste património natural.

O mural, intitulado “Olhar a Ria”, está localizado nas traseiras do Centro de Ciência Viva do Algarve, de frente para a Ria e para quem por ela passa. A conclusão deste mural estava planeada para o ano passado, mas devido a questões logísticas foi adiada. Contudo, a partir de hoje quem parte ou regressa através do cais de embarque de Faro, junto às muralhas,  ou quem navega de barco pela Ria Formosa tem a oportunidade de contemplar esta obra, a mais recente adição à coleção de arte urbana de Faro.

Este mural foi promovido pela Sciaena, com o apoio do Município de Faro e  em parceria com o Centro de Ciência Viva do Algarve e a equipa Faro 2027 (responsável pela Candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura). Todas estas entidades estiveram reunidas no cais de embarque no passado dia 27 de junho, num evento simbólico onde o artista Xavier Franck apresentou a sua visão sobre a obra que estava a concluir: “Foi um prazer poder criar uma obra desta dimensão na cidade onde vivo e dedicada a um lugar tão especial como a Ria Formosa” assumiu o artista Xavier Franck, explicando ainda que o mural é composto pela representação de dois rostos, um feminino e outro masculino que “representam as gentes da ria mas que se afirmam igualmente como guardiões deste ecossistema” cuja biodiversidade está igualmente representada na obra. Cristina Veiga Pires, por parte do Centro de Ciência Viva do Algarve, felicitou a Sciaena por esta parceria que veio aproximar o edifício do Centro de Ciência Viva da Ria Formosa e das suas gentes e afirmou que “o fato da obra ter representado um rosto feminino é fundamental na medida em que geralmente o mar é associado somente aos homens mas que existem muitas mulheres que também trabalham na e da ria e do mar e que fazem parte da história da nossa região”.

Em representação da equipa Faro2027 falou Sofia Martins que reafirmou a importância desta peça de arte urbana enquanto “elemento identitário da comunidade de mariscadores e pescadores” e que ressalvou a importância que o projecto teve no “estabelecimento de diálogo com esta comunidade no contributo para o desenvolvimento da obra que os homenageia”. No mesmo sentido, Adriano Guerra, em representação do Município identificou a “Ria Formosa como o coração da cidade” e relembrou a importância que a preservação da mesma tem para o futuro de Faro.

A Sciaena é uma Organização Não Governamental portuguesa dedicada à conservação do meio marinho e ao envolvimento da população na sua proteção. A Sciaena promove anualmente um festival de arte dedicada à preservação dos Oceanos - o Mar Motto - que conta com a participação de vários artistas nacionais, e segundo o coordenador executivo da Sciaena, Gonçalo Carvalho, “procura paralelamente criar obras exteriores de forma a deixar um legado duradouro que possa consciencializar o público para a necessidade de alteração de hábitos de forma a proteger os Oceanos e a sua biodiversidade.”

SciaenaOlharRiaFaro2OlharRiaFaro3OlharRiaFaro4OlharRiaFaro5

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS