Loulé | Autarquia adquire Edifícios para Reabilitar no Centro da Cidade

Regionais
Tools
Typography

A Estratégia Local de Habitação do Concelho de Loulé caminha a passos largos e, neste contexto, a Autarquia adquiriu três edifícios devolutos no coração da cidade de Loulé para reabilitar e possibilitar que mais famílias tenham acesso à habitação, indo ao encontro do desiderato de, até ao ano de 2030, apoiar diretamente 1400 agregados.

Paredes-meias com o casco histórico, na Rua de S. Paulo encontra-se um dos imóveis que será intervencionado e cuja execução do projeto já foi iniciada. Com uma área de lote de 353,01m2, o edifício requer intervenção a nível estrutural, fachadas, revestimentos e pavimentos interiores, assim como das infraestruturas de águas, esgotos, eletricidade e telecomunicações que estão obsoletas, pelo que os trabalhos a executar serão profundos.

A ideia é criar um edifício plurifamiliar habitacional de fogos com tipologias T1 e T2. O objetivo é que o projeto garanta as condições de habitabilidade, ao mesmo tempo que permita relacionar a utilização do edifício com a vivência de espaço público circundante.

O valor estimado para o custo global da intervenção é de €900.000,00.
Entretanto, a Câmara de Loulé adquiriu mais dois edifícios destinados à criação de fogos habitacionais: um nas Ruas Miguel Bombarda e Cândido Guerreiro, que se encontra em fase de contratação da equipa projetista, e outro na Rua 5 de Outubro, para o qual já foi realizado o levantamento topográfico e arquitetónico, estando em curso o programa preliminar.

“A habitabilidade assume-se como o eixo primeiro das opções estratégicas, e onde o fomentar da reabilitação dos edifícios se destaca como medida prioritária. O Centro Histórico de Loulé́ sendo uma referência construída de elevado valor patrimonial para o concelho, assim como para a região, tem que inverter as tendências de perda populacional, melhorar as condições de vida aos residentes e reforçar a sua identificação e sentido de pertença com o local e atrair novos residentes que possam dinamizar e diversificar a oferta comercial, criativa e cultural”, consideram os responsáveis municipais.

Recorde-se que, a par desta aposta na reabilitação, a Autarquia tem vindo igualmente a adquirir lotes de terreno para a construção de fogos e, no mês de julho, promoveu uma consulta ao mercado imobiliário, tanto para a aquisição como para o arrendamento de imóveis destinados a habitação pública. 

GAP da CM LouléLouleReabilitaEdificio

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS