Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural visita Ruínas Romanas de Milreu

Regionais
Tools
Typography

A Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Ferreira, vai estar este sábado, 26 de setembro, pelas 18h30, nas Ruínas Romanas de Milreu, em Estoi, a visitar as obras de recuperação da Casa Rural, recentemente concluídas, e os mosaicos romanos que vão integrar a nova empreitada de reabilitação do monumento. A visita ao monumento será acompanhada pela Diretora Regional de Cultura do Algarve, Adriana Nogueira.

A Casa Rural de Milreu, cujas obras de reabilitação e manutenção ficaram concluídas em junho deste ano, é um dos mais interessantes exemplos da arquitetura tradicional algarvia, com pequenas torres cilíndricas adossadas aos quatro cantos do edifício. Os trabalhos incluíram a recuperação dos revestimentos exteriores, garantindo a sua impermeabilização, nomeadamente rebocos, caixilharias de portas e janelas, reparação do telhado e ainda execução de uma caleira para desvio de águas pluviais das ruínas arqueológicas, reforçando a solidez e capacidade de resistência da Casa Rural.

A empreitada de "Manutenção e Conservação dos Mosaicos Romanos da Villa de Milreu - Fase B", prevista para estar concluída em 2021, prevê trabalhos a realizar numa extensa parte dos compartimentos da villa que estão decorados com mosaicos maioritariamente polícromos, com decoração geométrica, vegetalista e figurativa. Por vezes, revestem os panos internos dos tanques, decorados com peixes que se encontram desenhados propositadamente deformados, para que na água simulem movimento. No total pretende-se recuperar 22 painéis de mosaicos, com dimensões variadas.

As Ruínas Romanas de Milreu, afetas à Direcão Regional de Cultura do Algarve, são Monumento Nacional desde 1910, ano do primeiro diploma da República Portuguesa versando a proteção do Património Cultural.

Milreu é uma villa rustica construída na época do imperador romano Cláudio, século I d.C., destinada à produção agrícola de vinha e olival e produção de vinho e azeite.

Milreu acompanha a História da região, pois a sua ocupação abrange o período romano até aos finais do século IV, o período islâmico, a fase de formação do Reino de Portugal no Sul, e finalmente, a construção da Casa Rural, nos finais do século XV.

Destaca-se ainda o conjunto de pavimentos e paredes revestidas com belos mosaicos romanos decorados com temas marinhos, em consequência da remodelação arquitetónica realizada no século IV d.C.

As Ruínas Romanas de Milreu estão identificadas como Nível 1 de Prioridade de investimento Regional do Algarve.

O Programa de Conservação e Requalificação das Ruínas Romanas de Milreu (ALG-04-2114-FEDER-000010), no valor total de 529 870,00€, foi aprovado pela Comissão Diretiva do CRESC Algarve 2020 em 21/12/2016.

DRCAlgMilreuRuinas2MilreuRuinas1

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS