fbpx

Associação Folha de Medronho | Estreia de "Deve Haver Mais Qualquer Coisa" no Cine Teatro Louletano

Regionais
Tools
Typography

A nova criação para teatro da folha de medronho "Deve Haver mais qualquer coisa" é apresentada, em estreia absoluta, no Cine Teatro Louletano no dia 7 de novembro, às 17h00.

A peça de teatro é baseada no livro de Max Aub "Manifesto corvo", tem a adaptação e dramaturgia de Helena Malaquias, e, a encenação e o espaço cénico, a cargo de João de Mello Alvim.

"Deve Haver Mais Qualquer Coisa" é uma co-produção da folha de medronho e do Cine Teatro Louletano, apoiada pela Câmara Municipal de Loulé e o GEPAC, e conta com as interpretações de Alexandra Diogo e Mariana Vasconcelos.

DEVE HAVER MAIS QUALQUER COISA - adaptação do livro de MAX AUB, “Manuscrito corvo”

O processo formal a que Max Aub recorre é, à partida, o de uma fantasia fabulosa, mas desde logo com laivos medonhamente paródicos. A distanciação criada através da personagem de um corvo e do seu frio registo científico parece querer indicar a impossibilidade de uma narrativa ficcional humana sobre um tal empreendimento, introduzindo uma outra visão dos campos de concentração: a de um jardim zoológico humano. Pois como pode o homem ver-se ao espelho naquilo?

Este texto congrega e condensa características híbridas e paradoxais, incorporando literatura fantástica, realismo desapiedado, humor negro e inventividade literária. Radiografia de um campo de concentração e das estranhas formas de vida que nele surgem, a radicalidade reflexiva deste escrito transporta-o para um plano narrativo que tende a abarcar a humanidade como um todo - ou, pelo menos, a humanidade estatizada. Porque a lógica corvina, livre dos antolhos humanos, e só aparentemente absurda, leva a uma dissecação geral: se as mais avançadas relações humanas podem admitir a repetitiva indignidade de um campo de concentração, é porque este já faz parte dessas relações, que assim se tornam impensáveis, impondo a esta história um desfecho inconclusivo: «Deve Haver Mais Qualquer Coisa».

Associação Folha de MedronhoQualquerCoisa

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS