“Quais ao resultados sobre o inquérito anual da DECO sobre fornecedores de energia?”

DECO - Consultório do Consumidor
Tools
Typography

A DECO INFORMA…No passado mês de março a DECO realizou um inquérito online junto dos seus associados sobre fornecedores de energia.

Os resultados, que se basearam em quase dez mil respostas, às quais juntámos as mais de seis mil recolhidas no questionário de 2018, mostraram, entre outras, as seguintes conclusões: A Galp Energia, a EDP e a Iberdrola foram as empresas com mais problemas denunciados. Já a Goldenergy registou mais queixas entre os clientes que contrataram o gás separado da eletricidade. A Galp Energia, por sua vez, reuniu mais queixas entre os inquiridos que assinaram um único contrato para ambas as energias.

Se não está satisfeito com o seu comercializador ou considera a sua faturação muito elevada, pode descobrir o fornecedor mais barato para si no nosso simulador. De seguida, contacte o novo comercializador para subscrever o contrato. Este tratará dos procedimentos necessários para a mudança, sendo que esta ocorre no prazo máximo de três semanas. Não precisa de cancelar o contrato com o anterior fornecedor. Entretanto, receberá uma fatura da anterior empresa, para fechar as contas; o novo comercializador enviará as seguintes. Caso não fique satisfeito com o novo serviço ou surja uma proposta mais vantajosa, pode e deve mudar as vezes que entender. Leia sempre as condições do contrato, para se certificar de que não existe um período de fidelização ou eventuais penalizações ao mudar antes do final do prazo.

Lembre-se que pode também poupar ao reduzir o consumo de energia - por exemplo, opte pelo programa económico em lavagens e evite deixar aparelhos em stand-by. Se concentrar o grosso do consumo de eletricidade à noite e ao fim-de-semana, poderá compensar a tarifa bi ou tri-horária.

Se a maioria dos consumidores insatisfeitos migrarem para outros comercializadores, pressionarão os anteriores a melhorarem os serviços. É ainda importante que as empresas apostem mais no apoio ao cliente e que emitam faturas claras e fáceis de interpretar.

Fonte: GPI DECO-AlgarveEnergiaDECO