DECO: “Será que fazer escolhas mais saudáveis aumenta o custo da minha alimentação?”

DECO - Consultório do Consumidor
Tools
Typography

A DECO INFORMA… Uma alimentação completa e equilibrada deve ser simples, prática e pode ser bastante acessível economicamente. Como começar? Pelo planeamento: verifique que alimentos e produtos ainda tem em casa; planeie quais as refeições que quer fazer ao longo da semana e faça sempre listas de compras apenas com o que necessita.

Na ida às compras, compare os preços dos produtos por Kg ou litro. Os produtos de marca branca podem ser bons aliados à poupança, e não têm menos qualidade por serem, mais baratos. As promoções podem ser boas quando precisamos especificamente daquele alimento ou produto, mas não devemos comprar só porque tem desconto se não for necessário.

No seu dia-a-dia:       
- Opte, principalmente, por alimentos como fruta e hortícolas. Descubra novas formas de confeção e adicione especiarias e ervas aromáticas;

-  Reduza o consumo de carnes vermelhas, como carne de vaca.

- Inclua cereais, como o pão, arroz ou massa, sempre que possível integrais, e tubérculos, como a batata, nas suas refeições. A gordura a escolher deverá ser o azeite.

- Inclua leite e iogurtes, principalmente os naturais, pois para além da sua riqueza nutricional são mais baratos.        

- A água deverá ser a bebida de eleição. Consuma água ao longo do dia, no mínimo 8 copos. Diminua o consumo de refrigerante e outras bebidas açucaradas.

Combater o desperdício alimentar é também uma excelente forma de ajudar o ambiente e a sua carteira. Aproveite as sobras para dar asas à imaginação e crie novos pratos para a família.       
Com base num padrão alimentar mediterrânico conseguimos ter uma alimentação variada, equilibrada, com inúmeros benefícios para a saúde e acessível.

GPI DECO-AlgarveAlimentacaoSaudavel