fbpx

SPS | Campanha "Viver depois do Cancro da Mama"

Consultório Médico
Tools
Typography

“Viver depois do Cancro da Mama” é o mote da campanha promovida pela Sociedade Portuguesa de Senologia (SPS) ao longo do mês de outubro, mês para a sensibilização do Cancro de Mama. A iniciativa tem como objetivo principal apoiar as sobreviventes da doença, abordar os cuidados a ter depois de ultrapassado o tratamento com intenção curativa ou mesmo durante o tratamento, assim como partilhar informação útil e relevante sobre como reaprender a viver depois deste diagnóstico.  

Lançado Site da Campanha: https://viverdepoisdocancrodamama.pt/

A atriz Carla Andrino e locutora de rádio Joana Cruz, sobreviventes do cancro da mama, são as embaixadoras escolhidas para dar a cara pela nova campanha da SPS, contando a sua história na primeira pessoa de forma a inspirar as mulheres que viveram esta doença.

Ao longo do mês em que se assinala o Dia Mundial do Cancro da Mama Metastático (13 de outubro), o Dia Mundial da Saúde da Mama (15 de outubro) e o Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama (30 de outubro), as embaixadoras vão publicar nas suas redes sociais diversos conteúdos que pretendem mostrar como lidaram com a doença, como reaprenderam a viver depois do cancro, ao mesmo tempo que deixam uma mensagem de força e esperança para todas as sobreviventes do cancro da mama. 

Os vários conteúdos e iniciativas realizadas no âmbito desta ação vão estar agregados na nova plataforma www.viverdepoisdocancrodamama.pt, dirigida em especial aos sobreviventes, às suas famílias e cuidadores, mas também às associações de doentes, à comunidade médica e ao público em geral. Esta plataforma estará organizada por diversas seções informativas, com destaque para uma secção dedicada a um conjunto de dicas e cuidados que as sobreviventes de Cancro da Mama têm que ter, nomeadamente no que diz respeito a quatro pilares fundamentais: nutrição, sexualidade, exercício físico e relaxamento.

 “O cancro da mama é a segunda causa de morte por cancro na mulher. Em Portugal, são detetados cerca de 7.000 casos por ano e cerca de 1.500 mulheres morrem devido a esta patologia. Estes números revelam a necessidade de trazer este tema para a agenda pública, pois é preciso existir uma maior consciencialização para a doença, para a necessidade de um diagnóstico mais precoce, e um melhor acompanhamento às sobreviventes da doença. É fundamental fazer com que o doente sobrevivente se sinta apoiado, tenha toda a informação necessária para restaurar a sua qualidade de vida e ultrapassar os desafios trazidos por esta doença e seu tratamento, bem como é essencial incentivar estas pessoas a viverem a vida ao máximo através de mensagens de força e esperança”, refere a Vice-Presidente da Sociedade Portuguesa de Senologia, Dra. Gabriela Sousa.

No âmbito da campanha, irá também realizar-se um webinar, com o tema “Viver depois do cancro da mama”, que conta com a participação da Dra. Gabriela Sousa, Vice- da SPS, profissionais de diferentes àreas em debate (nutrição, exercício físico, sexualidade e relaxamento), uma das embaixadoras da campanha, uma sobrevivente do cancro da mama e um familiar de uma sobrevivente.

A sessão realiza-se no dia 26 de outubro, às 18h30m, e está integrada no pré-programa do XI Congresso Nacional de Senologia www.congressonacionalsenologia.pt, que se realiza nos dias 29 e 30 de outubro, em formato híbrido, com o tema “Cancro da Mama no novo milénio: Ciência e Decisão” e que decorre em simultâneo com a campanha de sensibilização.

Sobre a Sociedade Portuguesa de Senologia:

A Sociedade Portuguesa de Senologia (SPS) foi criada em 1989, reunindo médicos de diferentes especialidades referentes ao cancro da mama e de diversas regiões do país. É uma associação científica, sem fins lucrativos, que apoia a investigação na área da senologia em Portugal e preza pela sua qualidade, ao mesmo tempo que realiza sessões científicas sob a forma de congressos, jornadas, sessões, conferências e cursos especializados, bem como promove ações de sensibilização para o cancro da mama junto do público em geral.

LPMViverDepoisCancro

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS