SPAVC | “Minutos Salvam Vidas” é o mote deste ano para o Dia Mundial do AVC  

Consultório Médico
Tools
Typography

O Dia Mundial do Acidente Vascular Cerebral (AVC) assinala-se anualmente a 29 de outubro, através de campanhas realizadas à escala global pela World Stroke Organization (WSO). Este ano, o lema escolhido foi “Minutos salvam vidas”, uma mensagem que vai ao encontro daquilo que a Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral (SPAVC) vem frisando junto da população, ao longo dos anos, de que “Tempo é cérebro”, pela voz do Prof. José Castro Lopes, neurologista e presidente da Direção da SPAVC, e também através da Embaixadora das datas celebrativas dedicadas ao AVC, a Dr.ª Liliana Pereira, neurologista e membro da SPAVC.

Estabelecido pela primeira vez em 2006, o Dia Mundial do AVC tem como objetivo reforçar a mensagem de que esta patologia é “uma catástrofe que é prevenível e tratável”. De acordo com o presidente da SPAVC, o Prof. José Castro Lopes, cabe à população estar preparada para identificar os sinais de AVC e, consequentemente, para uma resposta célere, através da chamada telefónica para o 112, que fará com que “o doente seja tratado rapidamente”.

É por esta razão que a SPAVC centra as suas atenções e ações de sensibilização na população, quer no Dia Nacional, quer no Dia Mundial do AVC, por ter um papel “importante no que diz respeito à chamada de atenção de que o AVC é uma urgência e, portanto, tem que chamar o 112”.

“Minutos salvam vidas” é o mote da campanha deste ano da Organização Mundial do AVC, convergindo naquilo que a SPAVC defende diariamente de que “Tempo é cérebro”. “As células do nosso cérebro, principalmente os neurónios, morrem muito rapidamente quando ficam privadas da circulação que lhes leva o oxigénio e os nutrientes”, explica a Dr.ª Liliana Pereira, embaixadora da SPAVC para o Dia Mundial do AVC, acrescentando: “Portanto, quanto mais depressa for restabelecida esta circulação que o AVC interrompe, mais facilmente é possível a pessoa recuperar”.

Além de a rapidez de resposta na abordagem ao tratamento do doente com AVC ter um impacto nas capacidades motoras e de execução de tarefas do dia a dia, pode também impedir ou atenuar as alterações cognitivas que “são extremamente importantes”. Isto significa que, “muitas vezes a pessoa fica bem, a andar e a falar”, mas poderá “nunca mais voltar a ser o que era e conseguir fazer tarefas mais minuciosas ou as que exigem mais concentração”. Por isso, “quanto mais cedo são feitos os tratamentos, maior é a probabilidade de preservar esta dimensão que é a cognição e que, de outra forma, poderá estar comprometida, mesmo quando tudo o resto parece estar bem”.

Por outro lado, o Prof. José Castro Lopes defende que a população tem igualmente um papel fundamental na prevenção do AVC, que passa pela adoção de um estilo de vida saudável, como muitas vezes é partilhado nas redes sociais da SPAVC, com dicas de alimentação e de incentivo à prática regular de exercício físico. É também nas plataformas digitais da SPAVC que a população pode encontrar informação útil sobre a identificação dos sinais de AVC, como os 3 F’s (falta de Força num braço, desvio da Face e dificuldade na Fala). “Diria que está na mão da população fazer com que haja menos AVC e fazer com que se fique com menos sequelas, menos “cicatrizes”, que são muito incapacitantes, se os doentes não forem logo devidamente tratados”.

Para a Dr.ª Liliana Pereira, é igualmente “muito importante que todos os médicos, especialmente os mais jovens, estejam atentos ao AVC”, com destaque para “os internos e recém-especialistas em Medicina Geral e Familiar”, por estar nas mãos destes profissionais de saúde a prevenção do AVC. “Controlar a tensão arterial, fazer o rastreio da diabetes, controlar o colesterol e os triglicéridos elevados no sangue, e promover uma dieta saudável e o exercício físico porque será assim que será atingido o maior Bem de todos: prevenir o AVC e não chegarmos a ter doentes para os outros profissionais diagnosticarem e tratarem”, afirma a neurologista do Hospital Garcia de Orta, em Almada, e membro da SPAVC.

Assim, à semelhança do que tem vindo a acontecer em anos anteriores, a SPAVC “junta-se” à WSO na comemoração do Dia Mundial do AVC, estando a desenvolver uma campanha, com o apoio da Boehrinher Ingelheim, na qual serão partilhados testemunhos reais de doentes que vão contar as suas histórias, e que será difundida nos seus canais digitais.

Será também neste dia, 29 de outubro, que a SPAVC irá realizar a sua 19.ª Reunião Anual, em formato digital, com início marcado para as 13h30

(https://spavc.livewebinar.pt).

Website: www.spavc.org

Facebook: www.facebook.com/soc.por.avc

SPAVCMinutosAVC

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS