OPP | Como oferecer Presentes de Natal mantendo a Saúde Psicológica e Financeira

Consultório Médico
Tools
Typography

Encontrar um presente para cada pessoa, enfrentar o movimento natalício nas lojas e manter-se dentro do orçamento parecem ser, por vezes, tarefas complicadas que potenciam mais ansiedade e podem levar a gastar mais dinheiro.

A OPP - Ordem dos Psicólogos Portugueses propõe um conjunto de sugestões que podem ser úteis quando o assunto é oferecer presentes de Natal, mantendo a saúde psicológica e financeira.

- Definir expectativas adequadas à realidade de cada um. Do ponto de vista financeiro nem sempre é viável oferecer presentes a todas as pessoas importantes. É legítimo limitar a lista, escolher dar presentes apenas às crianças, fazer o jogo do amigo secreto ou oferecer pequenas lembranças.

- Fazer uma lista de presentes. Definir a quem é que se vai dar presentes este ano diminui o risco de se esquecer de alguém a permite pensar na oferta mais adequada e criativa.

- Definir um orçamento. Ajuda muito definir um valor que quer gastar por pessoa ou mesmo um valor total, ajustado às finanças pessoas para evitar ansiedade financeira.

- Negociar a lista do Pai Natal com as crianças. É importante que as crianças compreendam e desenvolvam hábitos financeiros saudáveis desde cedo. Esta é a altura ideal para lhes falar das prioridades e ajudá-las a selecionar os presentes mais importantes.

- Antecipar as compras. Os presentes de última hora podem ter a consequência frequente de suscitar mais stresse e de se acabar por gastar mais dinheiro do que seria suposto.

- Não se sentir culpado. Felizmente, a celebração do Natal não se esgota na compra de presentes. Pode-se investir nas relações com familiares e de amizade com cartas de gratidão ou uma lembrança feita em família. 

- Recentrar a celebração do Natal em “presentes” como o reconhecimento das emoções, a empatia, a solidariedade e o apoio mútuo. As memórias de Natal não se fazem só de presentes desembrulhados, mas também de risos e histórias partilhadas. 

- Incluir o autocuidado na lista de tarefas. Se as preparações do Natal trouxerem mais stress, mantenha-se atento aos sinais de ansiedade e cansaço. Alimente-se de forma saudável, faça atividade física, mantenha bons hábitos de sono, invista em atividades prazerosas e de lazer e fale com os seus familiares e amigos. Cuidar de si é importante para lidar com o stresse desta altura do ano.

- Procurar ajuda. Se se sentir assoberbado pelo stresse e ansiedade durante o Natal (ou noutros períodos do ano), saiba que os psicólogos têm ferramentas baseadas em evidências científicas que podem ajudar neste Natal e a prevenir situações no futuro.

ADBDCPrendasNatalOPP

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS