Castro Marim | “O Prato Certo” no Dia Mundial da Alimentação

Celebrou-se, no passado sábado, dia 16 de outubro, o Dia Mundial da Alimentação. Em Castro Marim a data foi assinalada com uma ação do projeto “O Prato Certo”, da Associação In Loco, que trouxe Biblioteca Municipal a nova edição do seu livro e muitos truques e dicas de receitas saborosas, simples e acessíveis, inspiradas nos princípios da alimentação mediterrânica.

Esta ação contou com a participação do chef Abílio Guerreiro, que foi ensinando a preparar e confecionar umas “bifanas mediterrânicas com legumes”, que foram servidas no lanche dos participantes.

Paralelamente, decorreu um pequeno “mercadinho”, com a venda de produtos alimentares locais e saudáveis, numa perspetiva de valorização dos recursos endógenos e de géneros de circuitos curtos, incentivando a produção e o consumo de proximidade. Nesta mostra estiveram os jovens empreendedores da Mercearia Bio "Meio Limão" e uma produtora/comerciante local, de Pisa Barro (freguesia de Castro Marim).

“O Prato Certo” é um projeto que nasceu com o objetivo de ajudar as pessoas a realizar, de forma informada, as escolhas alimentares no seu dia-a-dia através de uma alimentação Saborosa, Saudável e Económica, que respeita a sazonalidade e a produção local.

Esta é uma das muitas iniciativas que o Município de Castro Marim tem vindo a desenvolver nas áreas da saúde, da reeducação alimentar e do ambiente. Outras foram, por exemplo, o desenvolvimento dos programas desportivos “Põe-te em Forma” e “Ao Ritmo dos 60”, do 1º programa municipal de Combate à Obesidade e do programa ambiental “Jovens pelo Ambiente".

GI da CM Castro Marim

Vila do Bispo | Painel de Arte Urbana “Igualdade”

No âmbito das comemorações do Dia Municipal para a Igualdade de Género e Não Discriminação, Vila do Bispo vai inaugurar o painel de arte urbana “Igualdade” e apresentar o diagnóstico do Plano para a Igualdade de Género e Não Discriminação do concelho, no dia 24 de outubro, pelas 16h00, no recinto exterior do Lar de Sagres.

Este painel será inaugurado pelas conselheiras para a igualdade Rute Silva (presidente da Câmara Municipal de Vila do Bispo) e Marisa Azedo (diretora técnica da Santa Casa da Misericórdia de Vila do Bispo).

A criação deste painel visa, através da arte, sensibilizar e despertar consciências para a luta contra as desigualdades, as discriminações e obtenção de direitos, contribuindo para um mundo mais igualitário e inclusive, em vertentes como o género, sexualidade, deficiências entre tantas outras.

A obra, responsabilidade artística do Estúdio Onze, será concebida na parede lateral do Lar de Sagres entre a próxima segunda-feira, dia 18, e o dia da sua inauguração.

Entrada livre, participe neste evento.

Mun Vila do Bispo

Castro Marim | Tomaram Posse os Autarcas Eleitos

O auditório da Biblioteca Municipal acolheu hoje a cerimónia da Tomada de Posse dos novos Órgãos Municipais de Castro Marim para o mandato 2021/2025.

Depois da tomada de posse do novo executivo autárquico, constituído pelo presidente reeleito Francisco Amaral (PSD) e pelos vereadores Filomena Sintra (PSD), João Pereira (PSD) Rosa Nunes (PS) e Luís Guilhermino (PS), seguiu-se a tomada de posse dos 19 deputados municipais, 13 elementos do Partido Social Democrata, e 6 elementos do Partido Socialista. Posteriormente decorreu a eleição da Mesa da Assembleia, constituída da seguinte forma: presidente da Assembleia Municipal – João Fernandes (PSD); 1º Secretário – Luís Cruz (PSD); 2º Secretário – Diane Valentim (PSD).

A sessão foi conduzida pelo presidente da Assembleia Municipal cessante, José Luís Domingos, que salientou que aquilo “que nos une é muito mais que aquilo que nos divide ideologicamente”, referindo-se ao concelho de Castro Marim, e que continuarão ali a trabalhar por um concelho melhor e a procurar consensos. Sublinhou ainda que aqui termina apenas o seu mandato autárquico como líder da mesa da assembleia, lembrando que continua disponível para ajudar o seu concelho.

Tomou depois a palavra o novo presidente da Assembleia Municipal, João Fernandes, que declarou que “a figura do presidente da mesa da assembleia municipal vai deixar de servir de força de bloqueio e passar a ser um vigilante atento, que acompanha e fiscaliza toda a atividade da câmara e dos serviços municipalizados”.

Grato pela vontade expressa dos castromarinenses, o reeleito presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Francisco Amaral, começa com a ideia de que este resultado eleitoral, “uma confortável maioria em todos os órgãos”, traz responsabilidades acrescidas e deveres obrigatórios. Nesse sentido, garante a execução das obras de abastecimento água potável às poucas povoações onde ainda não chegou, lembrando que “sentimos todos, da forma mais cruel, a importância da rede pública de distribuição de água no interior do nosso concelho, com o flagelo do incêndio”.

A habitação será outras das grandes preocupações deste novo mandato, “há que criar mais loteamentos habitacionais para os casais poderem construir as suas moradias”, salientando que as poucas casas para alugar atingem valores especulativos, sobretudo no verão.

“Levar o passadiço até Monte Gordo”, a continuidade do “Triangulo Verde”, rede de ciclovias que ligará Castro Marim – VRSA – Praia Verde, a requalificação da envolvente da Casa do Sal, a construção do Centro de Atividades Náuticas de Odeleite, a dignificação do parqueamento automóvel nas praias, a requalificação da Rua da Alagoa, assim como a construção do pavilhão desportivo, serão investimentos realizados neste novo mandato.

Quase a terminar, o presidente sublinhou a importância de desenvolver Castro Marim aliado a todo o seu enorme e riquíssimo potencial endógeno, alicerçado num turismo sustentável e respeitador dos nossos princípios e valores.

A descentralização dos poderes nas juntas de freguesia foi também uma das ideias deixadas pelo autarca, que garante ter, neste novo mandato,  “as condições para que de um modo natural, pacífico e respeitador dos valores democráticos, descentralizemos funções e meios nas juntas de freguesia, órgãos que estão mais perto das pessoas e que naturalmente servirão melhor os castromarinenses”.

Agradeceu e sublinhou também o trabalho das associações e coletividades, IPSS, Misericórdia de Castro Marim, escolas, serviços de saúde e iniciativa privada, parceiros imprescindíveis e potenciadores da produção de riqueza cultural e crescimento económico.

A cerimónia de tomada de posse terminou com a surpresa da fadista Nádia Catarro, que interpretou duas músicas para o público presente.

GI da CM Castro Marim

O desporto liga-se ao "Outubro Rosa" a favor da AOA

No âmbito do Programa "Faro Ativo", organizado pela Câmara Municipal de Faro, o Gymnasium de Faro dinamizou várias atividades desportivas, através da organização do evento "Algarve Fitness Experience", no passado dia 16 de outubro.

Não só no sentido de promover um estilo saudável pela prática desportiva das pessoas que o praticam, integrado no movimento internacional "Outubro Rosa" (alerta contra o cancro da mama), mas também de angariar fundos para o trabalho que a Associação Oncológica do Algarve (AOA), desenvolve em prol do doente oncológico e seus familiares.

Como se sabe, cabe à AOA proporcionar o Rastreio do Cancro da Mama, que abrange todas as mulheres residentes na região entre os 50 e os 69 anos, sendo a principal forma de diagnóstico precoce da patologia mamária no Algarve.

Os resultados são depois encaminhados para a ARS e posteriormente tratados por aquela instituição, em caso de dúvidas. É uma atividade dispendiosa, mas fundamental para a saúde preventiva da mulher algarvia, dos familiares e do país.

Candidaturas a fundos europeus permitiram desenvolver o projetoMOV (Movimento Oncológico pela Vida) possibilitando o desenvolvimento de um dinamismo apreciável na Sede da Instituição, tais como, Enfermagem, Fisioterapia, Psico-oncologia, Terapia da Fala. Além disso, a AOA dinamiza ainda uma campanha de sensibilização e prevenção do cancro da pele e despistes da Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC), a grupos de risco e à população em geral.

Para a sustentabilidade desta Associação, é importante a realização de eventos desportivos, sociais e outros, bem como, o apoio da comunidade e de instituições oficiais e particulares.

Para todos, os que participaram no evento acima referido e de alguma forma apoiaram a AOA, não podemos deixar de agradecer, bem como, às individualidades presentes, nomeadamente, da CEO do Grupo Gymnasium, Sra. Paula Caleça; do Sr. Presidente do Município de Faro, Prof.º Rogério Bacalhau e do Diretor Regional do IPDJ de Faro, Prof.º Custódio Moreno; deixamos o nosso Bem-haja!

AOA

 

Adecco | 10 passos para Formar uma Grande Equipa

Uma boa equipa é constituída por pessoas que sabem como colaborar eficazmente. Para um líder, o trabalho é encontrar formas de ajudar a equipa a tornar-se mais forte e aprender a trabalhar em conjunto para resolver problemas e alcançar os objetivos da empresa. Quando cada membro se dedica a ajudar o grupo a ter sucesso, tende a viver num ambiente de trabalho mais positivo, produtivo e feliz. A Adecco Recrutamento Especializado sugere 10 estratégias para a construção de uma equipa de trabalho bem-sucedida.

1.Implementar atividades de coesão de equipas

Quando feitas corretamente, as atividades de coesão de equipas são uma grande oportunidade para os funcionários se conhecerem melhor uns aos outros. Os gestores podem organizar eventos especiais, atividades ou programar perguntas para ‘quebrar o gelo’ e  fomentar uma maior camaradagem entre os membros da equipa. Algumas atividades que pode promover: almoços de equipa; Happy hours depois do trabalho; formar equipas de futebol, treino de ginásio, reuniões informais associadas a eventos festivos, trabalho de voluntariado.

2. Dê a todos a oportunidade de falar

Durante as reuniões de equipa, dar a todos uma oportunidade de partilhar as suas ideias. Ao encorajar todos a ouvir enquanto os outros falam, todas as pessoas podem sentir que as suas ideias são valorizadas. Isto ajuda a facilitar um ambiente onde as pessoas estão motivadas a participar. Pode haver algum(uns) membro(s) mais tímidos: não deixe passar uma reunião sem lhes solicitar um contributo para o tópico em discussão.

3. Realizar sessões de brainstorming

A equipa deve sentir-se à vontade para partilhar as suas ideias em qualquer altura, ter uma sessão de brainstorming real encoraja uma maior colaboração. Antes de cada sessão, dê à equipa alguma informação básica sobre qual a tarefa ou problema que deseja discutir. Devem vir à reunião preparados com algumas ideias e podem expandir-se neles juntos.

4. Conhecer os papéis de todos

Sempre que contratar um novo funcionário, mostre o que cada membro da equipa faz. Poderá mesmo criar um documento que descreva as responsabilidades gerais de cada pessoa. Isto pode ajudar cada membro da equipa a compreender melhor o que os seus colegas de trabalho fazem. Depois, sabem a quem recorrer para obter ajuda ou apoio.

5. Reconhecer os talentos de cada pessoa

Uma boa equipa é constituída por pessoas que têm os seus próprios talentos individuais. Em vez de tentar tornar todos excelentes em tudo, é preferível ajudar cada pessoa a desenvolver as suas capacidades únicas. Quando alguém usa as suas capacidades e talentos para ajudar a equipa, dê um feedback positivo para reconhecer os seus esforços. Ouvir o que eles fazem bem pode ajudá-los a permanecer motivados a trabalhar arduamente.

6. Oferecer apoio e encorajamento

Durante as horas de pico de trabalho, lembre-se de dar palavras de encorajamento à equipa e indagar se alguém se encontra em dificuldades na execução das suas tarefas. Seja específico sobre o que cada pessoa está a fazer bem e dê orientações. Também pode inspirar os membros da equipa a fazer o mesmo uns pelos outros. Quando uma pessoa necessita em particular de apoio, peça à equipa que se ofereça para ajudar.

7. Contratar personalidades diferenciadas

Contratar tanto introvertidos como extrovertidos pode ajudar a criar uma equipa mais equilibrada. Além disso, uma mistura de pensadores analíticos e criativos é boa. Ao ter uma mistura de personalidades, pode conduzir sessões de brainstorming obtendo melhores resultados. Cada pessoa pode oferecer a sua perspetiva única e os seus talentos para encontrar melhores soluções.

8. Celebrar o sucesso e a realização

É importante que os gestores aproveitem um momento para celebrar as realizações das suas equipas. Faça-o através de elogios individuais e públicos. É bom partilhar em privado, elogios mais personalizados e ainda fazer uma saudação à equipa para mostrar o quão bem eles estão a fazer. Dar recompensas especiais à sua equipa é outra forma de mostrar apreço. Comprar-lhes o almoço ou dar-lhes um cartão presente é uma forma simples de lhes agradecer a dedicação.

9. Ser inclusivo

Compreender que cada membro da equipa tem um ponto de vista único e experiências de vida podem ajudá-lo a ser um gestor mais solidário.  É importante ser sensível aos diferentes costumes e tradições culturais no local de trabalho. Encorajar e aceitar a diversidade é uma parte importante para que todos se sintam confortáveis a trabalhar em conjunto.

10. Estabelecer objetivos para a equipa

É desejável ajudar cada membro a estabelecer os seus próprios objetivos, mas também estabelecer objetivos para toda a equipa. Explique o que espera que alcancem através do trabalho de equipa colaborativo. Os objetivos devem ser realistas para poderem ser alcançados e, ao mesmo tempo, suficientemente ambiciosos e desafiantes para ajudar cada pessoa a crescer no seu papel no seio da equipa.

AS CARACTERÍSTICAS DE UMA EQUIPA BEM-SUCEDIDA

Camaradagem: As pessoas que se dão muito bem tendem a fazer uma boa equipa. Isto porque ter colegas de trabalho de que gostamos pode fazer-nos sentir mais felizes e mais motivados para o trabalho. Da mesma forma, ter laços fortes pode ajudar-nos a compreender melhor os estilos de trabalho uns dos outros.

Colaboração: Equipas eficazes são aquelas em que todos podem trabalhar bem em conjunto. Cada membro conhece os seus pontos fortes e utiliza-os para resolver um problema ou completar uma tarefa. Eles juntam-se para colaborar e partilhar ideias para criar soluções mais inovadoras.

Comunicação: Ser capaz de se ouvir e compreender uns aos outros é fundamental para ser uma boa equipa. Cada membro deve sentir que os seus pensamentos e opiniões são importantes.

Ser desinteressado: Em vez de trabalhar apenas para atingir os seus próprios objetivos, um membro de equipa de eficiente é alguém que quer que os seus colegas de trabalho também sejam bem-sucedidos. As grandes equipas compreendem que quando todos atingem os seus objectivos, toda a empresa pode beneficiar.

Apoio: Grandes membros da equipa estão dispostos a ajudarem-se uns aos outros e a oferecerem orientação durante tempos difíceis. Quer se trate de voluntariado para assumir uma nova tarefa ou simplesmente de ser alguém com quem falar, o apoio aos colegas pode ser uma enorme ajuda para uma equipa bem-sucedida.

GetSmart