Notícias

Grid List

A Igreja de São Pedro, em Faro, irá receber, no próximo sábado, 16 de dezembro, pelas 21:30, um Concerto de Natal, protagonizado pelo Grupo Coral Ossónoba. A Câmara Municipal de Faro organiza este evento, pelo quinto ano consecutivo, com entrada livre, oferecendo a todos os munícipes e visitantes um espetáculo único composto exclusivamente por peças de Natal.

O Concerto irá reunir os quatro coros do grupo anfitrião: sob a direção da maestrina checa Verónika Rosová, os Mini Cantores d’Ossónoba e os Pequenos Cantores d’Ossónoba; sob a direção do maestro Paulo Sopa, o Ossónoba Coro Juvenil e sob a direção do maestro Nuno Sequeira Rodrigues, o Coral Ossónoba.

O Grupo Coral Ossónoba irá brindar-nos com um vasto repertório de canções alusivas à quadra, numa viagem pelo universo sonoro natalício, que inclui temas como “Happy Christmas”, de John Lennon & Yoko Ono, “Away in the Manger”, de james Murray, “Jingle Bells”, de James Lord Pierpont, “Ave Maria”, de Franz Biebl, “Natal”, de Mário de Sampayo Ribeiro, “Broas de mel”, de José Carlos Godinho, “Benedictus”, de Camille Saint-Saëns, entre muitas outros.

Sobre o Grupo Coral Ossónoba

A origem do Coral Ossónoba remonta ao ano de 1980, na altura composto por um grupo de entusiastas da música coral dirigidos pelo Sr. Cónego José Pedro Martins. No seu memorável percurso, destacam-se o Festival de Coros de Faro, o Festival Internacional de Coros Cidade de Faro e os concertos anuais realizados em Espanha, Brasil, França e Suíça, que projetaram o Coral Ossónoba mundo fora. Recorde-se ainda a sua deslocação, em 2015, a Ceuta, para participar nas Comemorações oficiais da Conquista de Ceuta por El-Rei D. João I de Portugal.

Em 1995, nasceu o coro infantil “Pequenos Cantores d’Ossónoba”, pela mão do Maestro António de Jesus, como resposta a solicitações de filhos de elementos do Coral Ossónoba que também queriam cantar em grupo. Tem participado em diversos concertos pela região e pelo país inteiro e em 2007 foi parte integrante do Coro do S. Carlos na apresentação da obra Carmina Burana. Participou diversas vezes em Concertos Promenade com a Orquestra do Algarve e em 2013 iniciou a sua participação no “Sonho da Música”.

Seguiu-se a formação do “Ossónoba Coro Juvenil”, em 2002, como grupo feminino, com intérpretes saídas do coro infantil, enquanto as vozes masculinas ingressaram no Coral Ossónoba. Antes de se tornar num coro misto, em 2005, com apresentação oficial na Abertura de Faro- Capital Nacional da Cultura, o grupo feminino participou em diversos encontros de coros e concertos de Natal.

Atualmente é constituído por cerca de 20 jovens entre os 14 e os 19 anos que tem participado em diversos eventos tais como o Solstício Musical, Sonho da Música e Chorus Fest, sendo também solicitada a sua participação em concertos de Natal. Em 2015 participou em diversos festivais e atuou em 25 concertos de elevado nível, em Itália, na região de Basilicata.

O mais recente grupo do Coral Ossónoba foi formado em 2016, com a denominação “Mini Cantores d’Ossónoba”, tendo tido sua estreia precisamente no Concerto de Natal desse ano.ConcertoCoralOssonobaFonte: GRP da CM Faro

 

Depois da suspensão do combate aos fogos, que assolaram tragicamente o nosso país durante este ano, o Regimento de Engenharia Militar nº 1 reiniciou os trabalhos de reabilitação de caminhos e acessos agrícolas no concelho de Castro Marim, fruto de um protocolo estabelecido em 2016 com a autarquia.

Ate à data, foram já reabilitados mais de 170km de caminhos e acessos agrícolas nas freguesias de Odeleite e Azinhal, mas este reinício marca também o arranque de processos de abertura de novos caminhos, instruídos durante estes últimos 10 anos.

Todo o equipamento e grupo de trabalho necessários à intervenção são da responsabilidade do Regimento de Engenharia Militar nº 1, sediado em Tancos, ao passo que à Câmara Municipal de Castro Marim compete suportar os custos da alimentação, alojamento e compensação dos militares envolvidos, assim como o fornecimento de combustíveis e materiais necessários à execução dos trabalhos e ao funcionamento do equipamento e viaturas militares utilizados.

“O concelho de Castro Marim tem uma extensa rede viária rural, cuja manutenção e reabilitação implica uma grande disponibilização de recursos humanos e técnicos que a autarquia não podia comportar. Muitos destes caminhos e acessos não eram reabilitados há mais de uma dúzia de anos. Esta parceria com o Exército Português permitiu-nos intervir em algumas das zonas mais críticas e com maior necessidade e permite agora aos nossos munícipes cultivarem os seus terrenos e recolherem e transportarem os seus frutos”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Francisco Amaral.Reg Engenharia MilitarFonte: GC da CM Castro Marim

As noites das sextas-feiras que antecedem o Natal vão ter mais animação em Loulé. Para além da “Aldeia dos Sonhos”, a Autarquia promove dois espetáculos musicais que têm por objetivo dinamizar o comércio tradicional quando muitas são as pessoas que aproveitam para fazer as últimas compras de Natal.

Já está sexta-feira, 15 de dezembro, pelas 21h00, o Largo D. Afonso III recebe o “Rock n’Roll Christmas Show” com o grupo Up This River. Marc Policarpo, Gabriel Costa, Luís Caracinha e Ruben Azevedo juntam-se no projeto Up This River para trazer a palco temas emblemáticos das décadas de 60 e 70. Numa abordagem revivalista, mas com traços e sonoridades contemporâneas, a banda convida-nos a uma viagem até à nascente de algumas dos estilos que ainda hoje caracterizam a música internacional.

Como se de uma viagem se tratasse, subimos o rio daquilo que nos chega hoje pelas rádios e, em contracorrente, é-nos revelada a origem das canções atuais, muitas delas, puras reinterpretações de outros tempos.

Do Rock ao Pop, passando pelo R&B, pelo Funk e Folk norte-americano, o concerto dos Up This River caracteriza-se pela ritmo contagiante e pela necessidade de "bater o pé" ao longo do repertório, entoar algumas canções ou até mesmo, para os mais aventurados, dar um passinho de dança… Mas desta vez sob a temática natalícia!

no dia 22 de dezembro, a partir das 21h00, o Largo D. Afonso III é palco de uma atuação de um dos mais importantes grupos de gospel do País: Saint Dominicʼs Gospel Choir.

Foi fundado a 7 de outubro de 2002, pelo maestro João Castro. Ao longo deste percurso tem participado em diversos programas televisivos, galas, grandes eventos, inaugurações, aniversários e concertos de grandes artistas portugueses e já fizeram centenas de concertos e milhares de quilómetros. Têm um CD editado mas do que gostam mesmo é de pôr o público a cantar e a bater palmas à boa maneira do gospel, um estilo musical que ganha ainda maior relevância na época natalícia.

Os dois espetáculos são de entrada livre.

Refira-se que nestas duas noites a “Aldeia dos Sonhos” vai ter as portas abertas até às 23h00.Saint Dominics Gospel ChoirFonte: GC da CM Loulé

O Dia Internacional do Voluntariado, 5 de dezembro, foi assinalado em São Brás de Alportel com uma sessão especial que decorreu na Biblioteca Municipal Dr. Estanco Louro.

A sessão comemorativa deste dia que tem um significado especial para a comunidade são-brasense contou com a presença de dezenas de voluntários da Rede de Voluntariado “São Brás Solidário”, assim como da coordenadora desta rede, Ircília Gonçalves, que fez um balanço do trabalho realizado ano após ano na colaboração da rede em diversos projetos de solidariedade promovidos pela Câmara Municipal em parceria com a Junta de Freguesia tais como, por exemplo, o Jantar Solidário de Reis, o Mercadinho Solidário e a Loja Social, e referindo ainda as campanhas do Banco Alimentar Contra a Fome do Algarve, que na mais recente edição no passado fim de semana conseguiram alcançar quase 4 toneladas de alimentos em São Brás de Alportel.

Projetos de apoio aos mais carenciados que têm como ingrediente fundamental para o seu sucesso a participação e dedicação de voluntários da rede constituída por membros portugueses e estrangeiros da comunidade são-brasense.

Durante a sua intervenção no encontro, a Vice-presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, Marlene Guerreiro, afirmou que o voluntariado é “mais do que um projeto. É uma atitude de vida” que está bem presente na comunidade são-brasense.

A Rede de Voluntário “São Brás Solidário” é dinamizada a partir da Junta de Freguesia de São Brás de Alportel, tendo o seu presidente, João Rosa, destacado a determinação e a entrega dos voluntários na concretização de cada tarefa ou projeto.

A segunda parte desta sessão foi dedicada ao projeto “Um dia pela Vida”, um projeto internacional que arrancou em Portugal em 2004 e que entretanto já contou com 67 edições, em vários cantos do país, e que chega agora a São Brás de Alportel.

A iniciativa é organizada a nível nacional pela Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) e foi apresentada nesta sessão pela coordenadora do Núcleo Regional do Sul da Liga, Filipa Rocha Mendes, e pela colaboradora Joana Magalhães.

“Mais do que uma angariação de fundos, o «Um dia pela Vida» é uma experiência que permite mudar vidas”, afirmou Filipa Rocha Mendes. O projeto arranca sempre com a organização de um evento por voluntários que culmina num dia de festa aberto à comunidade e recheado de ações que pretendem abordar o cancro em diversas vertentes como a educação para saúde, a prevenção primária, a desmistificação da palavra “cancro”, que dá a conhecer o trabalho realizado pela Liga e que permite a angariação de fundos para apoiar os projetos da Liga. Trata-se de um evento aberto a toda a população com atividades desportivas e lúdicas, momentos de partilha de experiências e momentos de informação e sensibilização sobre a temática oncológica.

O desafio para a realização de “Um dia para a Vida” em São Brás de Alportel está lançado a toda a comunidade e a sua concretização depende agora do número de voluntários que demonstrem a sua vontade de colaborar.

Para saber mais sobre este projeto, contacte a Rede de Voluntariado “São Brás Solidário”, na Junta de Freguesia de São Brás de Alportel.Voluntariado SBAFonte: GI da CM SBA

O Comando Territorial de Faro, através do Destacamento Territorial de Loulé, ontem, dia 12 de dezembro, deteve três homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 20 e os 25 anos, pelos crimes de tráfico de estupefacientes e detenção de arma proibida, na localidade de Loulé e Almancil.

No âmbito do policiamento de proximidade para garantia da segurança da comunidade escolar, a GNR, efetuou uma operação de combate à criminalidade direcionada para o tráfico de estupefacientes, com especial incidência em espaços públicos junto a estabelecimentos de ensino do concelho de Loulé, o que resultou na detenção, em flagrante delito, de quatro indivíduos, tendo ainda sido efetuadas duas buscas domiciliárias. Da operação resultou a apreensão de um total de 186 doses de haxixe, uma soqueira e um telemóvel e ainda a elaboração de nove autos de contraordenação por consumo de estupefacientes, a indivíduos, com idades compreendidas entre 20 e 30 anos, que se encontravam na via pública na posse de produtos estupefacientes em quantidades para consumo.

Os detidos foram constituídos arguidos e sujeitos a termo de identidade e residência.GNR Faro Apreensao EstupefaGNR Comando FaroFonte: GNR-DCRP

O Município de Lagos foi recentemente distinguido no Concurso de Boas Práticas “O Planeta é a Tua Terra”, no âmbito da Campanha da Bandeira Azul 2017. O projeto da autarquia “Uma Partilha de Ideias e Gerações. É Tempo de Agir – Lagos na Onda do Verão” recebeu uma Menção Honrosa.

Este ano o Programa Bandeira Azul lançou no verão um novo desafio - para cuidar do Planeta devemos começar por cuidar da nossa terra. É tempo de agir. Começar a cuidar do mundo a partir do nosso quintal é o passo natural depois de termos aprendido a cuidar da casa.

“O Planeta é a Tua Terra” foi o mote deste ano da Campanha da Bandeira Azul, todos os anos promovida pela ABAE – Associação da Bandeira Azul da Europa.

Em Lagos, os resultados da filosofia da Bandeira Azul ao longo dos anos são bem visíveis, tanto ao nível do ordenamento do território como a forma consciente como se passou a encarar o ambiente e a necessidade de se garantir a sustentabilidade dos recursos naturais, e este ano quisemos fazer ainda mais: envolver ainda mais a comunidade para “cuidar” da sua terra.

Neste sentido, o Município de Lagos promoveu, à semelhança do que tem feito nos últimos anos, a Campanha “Lagos na Onda do Verão” dentro desta temática. Das variadas ações que a mesma integra foi promovido o projeto “Uma Partilha de Ideias e Gerações. É Tempo de Agir – projeto que foi agora distinguido com uma Menção Honrosa no Concurso de Boas Práticas.

Recorde-se que este concurso premeia e dá visibilidade a projetos ambientais saudáveis, inovadores, que envolvendo a comunidade visam mitigar as alterações climáticas e procuram uma adaptação à nova realidade. O júri foi composto por cinco entidades, designadamente, a Associação Bandeira Azul da Europa, Agência Portuguesa do Ambiente, Associação Portuguesa do Lixo Marinho, Direção Geral dos Assuntos do Mar/Instituto Socorros a Náufragos e Fundação Vodafone, patrocinadora do concurso.

Recorde-se que a Bandeira Azul representa a garantia da qualidade das águas balneares, das infraestruturas de apoio das praias, bem como do interesse das ações de informação e sensibilização ambiental levadas a cabo pela autarquia. A este propósito será de relembrar o facto do projeto do Município “Campanha Bandeira Azul – Lagos na Onda do Verão”, ter sido este ano igualmente distinguido com uma Menção Honrosa pelo Instituto de Tecnologia Comportamental (INTEC), no âmbito do concurso M2V – Melhores Municípios para Viver, na categoria de valorização ambiental, reconhecendo desta forma a qualidade do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela autarquia na área da sensibilização e educação ambiental e de valorização deste importante património.ConcursoLagosFonte: SC da CM Lagos

Lisboa, 13 de dezembro de 2017 - Às primeiras horas de hoje, os Ministros das Pescas da União Europeia reunidos em Conselho em Bruxelas decidiram as possibilidades de pesca para 2018, num processo mais uma vez marcado pela falta de transparência.

À semelhança de anos anteriores, uma boa parte dos pareceres científicos voltaram a ser ignorados e a grande maioria das quotas foi estabelecida acima de níveis que permitam o rendimento máximo sustentável (RMS), conforme exigido pela Política Comum das Pescas (PCP). Portugal voltou a estar entre os menos ambiciosos, tendo mais uma vez optado por objetivos de curto prazo, em vez de privilegiar a sustentabilidade ambiental e também socioeconómica. No caso da sardinha ibérica, as decisões ficaram adiadas para o início do ano, mas o pedido da Comissão Europeia para o plano de recuperação ser avaliado pelo Comité Científico, Técnico e Económico da Pesca (CCTEP) foi acolhido positivamente pelas organizações da PONG-Pesca*.

Em vigor desde 2014, a PCP reformada determina que os stocks têm de ser restabelecidos progressivamente e mantidos acima dos níveis de biomassa que permitem obter o RMS antes de 2020. Qualquer adiamento desta meta só pode ser aceite “se tal comprometer seriamente a sustentabilidade social e económica das frotas de pesca envolvidas” (preâmbulo 7). ”Numa análise preliminar podemos afirmar que terão sido feitos progressos para atingir as metas da PCP, mas abaixo do que seria necessário e sem que tenham sido tornados públicos os argumentos socioeconómicos que justificaram o protelar destas metas”, disse Gonçalo Carvalho, coordenador da PONG-Pesca.

Portugal não terá sido exceção a esta tendência geral, uma vez que várias das quotas estabelecidas para espécies importantes para o país terão excedido o aconselhamento científico entre as quais o biqueirão, as raias e a pescada, sendo que para a última terá havido um compromisso para atingir o RMS já em 2019. É particularmente preocupante que se permita um aumento da captura de grupos como as raias, que incluem espécies ameaçadas com estatuto de conservação1.

Os membros da PONG-Pesca ficaram ainda perplexos com a tentativa de exceder o parecer científico para o carapau durante as negociações, um stock que nos últimos anos tem sido explorado a níveis sustentáveis. “Sabendo que o nível recomendado não estava abaixo das quantidades que têm sido capturadas por Portugal nos últimos anos, não conseguimos compreender porque é que a Sra. Ministra e a sua equipa se terão batido por uma quota excessiva que, para além de ir contra o aconselhamento científico, desvalorizaria ainda mais o preço desta espécie. A PONG-Pesca congratula o esforço da Comissão Europeia em salvaguardar este stock”, salientou Gonçalo Carvalho.

A exploração sustentável dos recursos naturais implica forçosamente o respeito pelos pareceres científicos, pela transparência dos processos decisivos e pela inclusão de todos os envolvidos. No caso das pescas, valorizando comercialmente o que é capturado e procurando alternativas para o sector. Em Portugal, é urgente uma mudança de paradigma no que toca à gestão pesqueira, estamos a falar de bens comuns que dependem de ciclos naturais que não controlamos. Assim, é imperativo que as decisões sejam tomadas tendo em conta o benefício comum. A PONG-Pesca lamenta que, nos últimos meses, o esforço para um diálogo produtivo e construtivo com a Senhora Ministra do Mar tenha sido inglório. “Estamos a falar de recursos que são públicos e como tal é fundamental que sejam ouvidas todas as partes interessadas, incluindo as organizações de defesa do ambiente”, acrescentou o
mesmo responsável.

Esta mudança de paradigma é particularmente urgente para a sardinha, tendo em conta o estado crítico em que se encontra. Embora não esteja incluído nos stocks geridos pela UE, foi também discutida a situação da sardinha ibérica, tendo a Comissão Europeia decidido enviar para o seu organismo científico independente dedicado às pescas - o CCTEP - o plano de recuperação apresentado por Portugal e Espanha para ser avaliado, para além de ter instado os dois países a apresentarem medidas de proteção dos juvenis mais profundas. Estas decisões foram consideradas positivas pelos responsáveis da PONG-Pesca.
1 Lista vermelha da IUCN para as espécies ameaçadasPesca 2018Fonte: LPN

O Comando Territorial de Lisboa, através do Destacamento Territorial de Sintra, recuperou ontem, dia 12 de dezembro, um canídeo de raça Bull Terrier, em Terrugem – Sintra, alvo de crime de maus tratos e abandono.

No âmbito de uma denúncia, os militares acompanhados por elementos do Gabinete Médico Veterinário Municipal (GMVM) de Sintra, detetaram um canídeo alvo de maus tratos e abandono, tendo sinais de desnutrição e de desidratação. O animal foi recolhido na via pública, após ter saltado o muro da residência onde estava abandonado.

O canídeo foi entregue ao GMVM de Sintra e elaborado auto de notícia por suspeitas de crime de maus tratos e abandono de animal de companhia, tendo este sido remetido para o Tribunal da Comarca de Lisboa Oeste.GNR CaoMaltratadoGNR Comando Terr LisboaFonte: GNR-DCRP

O fenómeno da propaganda e das informações falsas não é novo, mas encontrou nas redes sociais uma nova fórmula para prosperar. A produção e divulgação de notícias falsas tem marcado o debate mediático, nomeadamente devido aos impactos que teve em processos como o Brexit e as eleições presidenciais americanas.

Eleitas palavras do ano pelo dicionário Collins em 2017, as “Fake News” são cada vez mais vistas como uma ameaça à credibilidade dos media e um obstáculo à democracia.

Papa Francisco apoia Trump para a liderança dos EUA? Mulher infectou 586 homens com HIV? Grupo de 50 árabes viola mulheres num restaurante na Alemanha? Notícias como estas são totalmente falsas mas foram partilhadas milhares e milhares de vezes nas redes sociais e chegaram a ser até publicadas nos media.

«Verdade e mentira nas redes sociais» é o tema do próximo programa Fronteiras XXI, moderado pelo jornalista Carlos Daniel, que resulta de uma parceria entre a Fundação Francisco Manuel dos Santos e a RTP. A partir das 22h00 do dia 13 de dezembro, estarão na RTP3 a jornalista e escritora Clara Ferreira Alves, um dos maiores peritos em redes sociais, o publicitário brasileiro Renato de Paula, o especialista em política internacional Bernardo Pires de Lima e o subdiretor de informação da RTP para a área multimédia Alexandre Brito.

#FronteirasXXI

Debater os grandes temas que desafiam Portugal e o mundo, colocando frente a frente conceituados especialistas nacionais e/ou internacionais e uma plateia seleccionada. É este o desafio do Fronteiras XXI, o programa mensal da RTP3, moderado por Carlos Daniel, que resulta de uma parceria entre a Fundação Francisco Manuel dos Santos e a RTP. www.fronteirasxxi.ptFronteirasRTP3Fonte: JLMA

 

 

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, nos dias 8, 9 e 10 de dezembro, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções: 149 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 90 por condução sob o efeito do álcool;
  • 14 por condução sem habilitação legal;
  • Cinco por tráfico de estupefacientes;
  • Cinco por furtos;
  • Quatro por posse de arma proibida;
  • Dois por permanência ilegal em território nacional;
  • Um por roubo;
  • Um por ofensas à integridade física.
  1. Apreensões:
  • 211 doses de haxixe;
  • 14 doses de heroína;
  • 14 doses de cocaína;
  • Três armas brancas;
  • Duas armas de fogo.
  1. Trânsito:

Fiscalização: 2 211 infrações detetadas, destacando-se:

  • 1 078 por excesso de velocidade;
  • 227 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 131 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 94 por falta ou uso incorreto do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 77 relacionadas com tacógrafos;
  • 74 relacionados com sistemas de iluminação e sinalização;
  • 52 por uso indevido de telemóvel no exercício da televisão;
  • 52 por falta de seguro de responsabilidade civil.GNR Div Com Rel PublicasFonte: GNR-DCRP

 

 

 

A Guarda Nacional Republicana, entre os dias 11 e 17 de dezembro, na sua área de responsabilidade, vai intensificar a fiscalização de trânsito no âmbito da condução de veículos sob o efeito do álcool e de substâncias psicotrópicas.

Durante o período da operação mais de três mil militares dos comandos territoriais, da Unidade Nacional de Trânsito e da Unidade de Intervenção, irão direcionar as suas ações para as vias onde este tipo de infrações são mais frequentes, assim como, para os locais onde se registam maiores índices de sinistralidade, com o intuito de proporcionar segurança e tranquilidade aos demais utentes da via.

Desde o início do ano foram submetidos ao teste de alcoolemia cerca de 1 163 000 condutores, dos quais 32 524 conduziam com taxa de álcool no sangue (TAS) superior ao permitido por lei, destacando-se que, do total das infrações detetadas, 9 460 resultaram na detenção dos condutores, por conduzirem com uma TAS correspondente a crime (igual/superior a 1,20 gramas/litro).

Esta operação é realizada no âmbito da European Traffic Police Network (TISPOL - www.tispol.org), organismo que congrega todas as polícias de trânsito da Europa, no qual a GNR é a representante nacional. A operação enquadra-se ainda no plano de prioridades da Comissão da União Europeia, denominado por "Road Safety Programme 2011-2020", que visa reduzir o número de mortes na estrada através da mudança de comportamento dos utilizadores das vias.GNR Div Com Rel PublicasFonte: GNR-DCRP

 

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre as 20h00 de sexta-feira e as 08h00 de hoje, sábado, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções: 64 detidos em flagrante delito, destacando-se:
    • 47 por condução sob o efeito do álcool;
    • Oito por condução sem habilitação legal;
    • Três por tráfico de estupefacientes;
    • Dois por jogo ilegal.
  1. Apreensões:
    • 158 doses de haxixe;
  1. Trânsito:

Fiscalização: 349 infrações detetadas, destacando-se:

    • 96 por excesso de velocidade;
    • 67 por condução com Taxa de Álcool no Sangue superior ao permitido por lei;
    • 35 por falta de inspeção periódica obrigatória;
    • 19 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
    • 16 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;
    • 13 por anomalias no sistema de iluminação e sinalização;
    • 12 por infrações relacionadas com tacógrafos;
    • Seis por uso indevido do telemóvel no exercício da condução.

Sinistralidade: 112 acidentes registados, destacando-se:

  • Um morto;
  • Três feridos graves;
  • 35 feridos leves.GNR Div Com Rel PublicasFonte: GNR-DCRP

A Associação Turismo do Algarve (ATA) volta a marcar presença no IGTM - International Golf Travel Market - a ter lugar em Cannes, França, de 11 a 14 de Dezembro

No espaço organizado pela ATA, marcam presença as empresas associadas: Amendoeira Golf Resort, Boavista Golf, Castro Marim Golf & Resort, Conrad Hotel, Dom Pedro Golf, Domitur, Espiche Golf, Hilton Hotel, JJW Hotels, Minor Hotels, Monte Rei Golf & Resort, NAU Hotels & Resorts, Onyria Palmares Golf & Resort, Pestana Golf, Pestana Hotels & Resorts, Pine Cliffs Hotel & Resort, Quinta do Lago Golf & Resort, Quinta do Lago Hotel, Quinta do Vale Golf, Vidamar Hotels, Vila Vita Parc Resort & Spa.

Nesta edição, tal como em anteriores, a ATA promove uma acção de charme junto dos Operadores de Golf e Imprensa, numa festa a realizar no dia 13 de Dezembro, às 20h00, juntando buyers e suppliers num ambiente mais informal.

No próximo ano, o evento irá ter lugar de 15 a 18 de Outubro, em Ljubljana, Eslovénia.ATAFonte: ATA

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através da segunda força Thermal Vision Vehicle (TVV), a participar na operação "JO Poseidon Sea 2017", no âmbito da Frontex, na ilha de Samos, Grécia, no dia 30 de novembro detetou, no mar Egeu, uma embarcação com 46 migrantes a bordo, que se deslocava entre a Turquia e a Grécia.

A deteção por parte dos militares da GNR possibilitou que os migrantes fossem resgatados em segurança e encaminhados para as autoridades helénicas.

A segunda força TVV, é constituída por militares da GNR que dispõem de um equipamento especial  de vigilância de costa  com capacidade de visão noturna, que permite detetar e fazer cessar ilícitos relacionados com a imigração ilegal, o tráfico de droga e de seres humanos,  sendo a sua missão prioritária contribuir para a salvaguarda de vidas humanas no mar.

A componente TVV, desde 1 de maio deste ano percorreu 10.166 km e efetuou 1.278 horas de vigilância, tendo detetado um total de doze embarcações, que transportavam 456 migrantes que acabaram por ser resgatados pelas forças europeias, que participaram na operação em conjunto com a GNR.GNR Unidade Controlo CosteiroFonte: GNR-DCRP

A ATA participa pela primeira vez como Associate Member na 2017 Annual Conference & Market Place da United States Tour Operators Association (USTOA), em Diplomat Beach, Hollywood, Florida, de 28 de novembro a 01 de dezembro.

Para além das diferentes palestras, terão lugar no Marketplace reuniões pré-agendadas entre os TO's participantes e a ATA com o objectivo de promover o destino e estabelecer ligações entre estes TO's e os associados da Associação.

O mercado norte-americano tem revelado um crescimento significativo nos últimos 5 anos para o Algarve, onde até Agosto 2017 aumentou 30,6% face ao período homólogo, correspondendo a + 9.859 hóspedes. Quanto ao numero de dormidas também aumentou 32,8% no mesmo período, correspondendo a + 29.281dormidas face ao período homólogo.

Em 2016, embora o crescimento seja significativo, o Algarve face às outras regiões de Portugal, representa cerca de 10,6% todas as dormidas de Norte-americanos em Portugal, colocando-se na 3ª posição logo atrás de Porto e Norte com ligeira vantagem de 2% e onde o líder é Lisboa com cerca de 50%.

Produto: Sol e Mar
Mercado: Estados Unidos da AméricaUstoaConferenceATA AlgarveFonte: ATA

A ATA volta a marcar presença numa das mais importantes feiras do sector, a IBTM World realizada em Barcelona, de 28 a 30 de novembro.

Com a concretização das reuniões pré-agendadas com potenciais clientes finais ou influenciadores de decisão maioritariamente europeus, pretende-se realizar o maior número de contactos possível, visando aumentar a captação de eventos para o Algarve.

Produto: Meeting Industry
Mercado: MultimercadosATA AlgarveFonte: ATA

A ATA participa nos Workshops em Varsóvia e Cracóvia, de 22 a 23 de novembro, organizados pelo Turismo de Portugal, em colaboração com a Câmara de Comércio Polónia – Portugal, nas cidades Polacas de Varsóvia e Cracóvia.

Nos workshops a ATA faz-se acompanhar de 11 dos seus Associados que irão reunir com agentes de viagens, operadores turísticos e jornalistas polacos.

A Polónia, embora tenha abrandado o crescimento em relação a 2016, continua a ser um dos mercados em crescimento para o Algarve, onde até Agosto 2017 aumentou 13.7% face ao período homólogo, correspondendo a +5.095 hóspedes. No que se refere ao número de dormidas aumentou 9,4% no mesmo período, correspondendo a +17.094 dormidas face ao período homólogo.

Em 2016, relativamente à quota de mercado, o Algarve continua a liderar face às outras regiões de Portugal, onde 34,2% de todas as dormidas de Polacos em Portugal, acontecem no Algarve.

Produto: Sol e Mar
Mercado: PolóniaATA AlgarveFonte: ATA

LISBOA, 15 de Novembro de 2017 – A 20 de Novembro, Dia Universal dos Direitos da Criança (DUDC) e data do aniversário da adopção da Convenção sobre os Direitos da Criança, os mais novos vão “assumir o controlo” e fazer ouvir as suas vozes para sensibilizar o público para problemas que mais os preocupam em Portugal e no mundo.

Será um dia de acção para as crianças, pelas crianças.

Um dia divertido, com uma mensagem séria – é este o mote global lançado pela UNICEF para este dia em que crianças de todo o mundo, para além de aprenderem sobre os seus direitos, irão assumir um papel de destaque nas escolas, meios de comunicação social, empresas, governo e municípios e na área do entretenimento e do desporto. O objectivo é que expressem a sua opinião sobre os assuntos que as inquietam e mostrem o seu apoio aos milhões de crianças que estão fora da escola, desprotegidas e desenraizadas em todo o mundo e cujos direitos são violados todos os dias.

A data vai ser assinalada desde a Nova Zelândia à sede das Nações Unidas em Nova Iorque*. Em Portugal, o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues**, vai receber no seu gabinete um grupo de crianças entre os 5 e os 15 anos para uma conversa liderada pelos mais novos sobre temas escolhidos pelos mesmos. O programa do dia 20 conta ainda com outras iniciativas nas quais as crianças estarão em destaque no entretenimento e no desporto, em espaços noticiosos, em municípios aderentes ao Programa Cidades Amigas das Crianças e em escolas.

Em Nova Iorque, 150 crianças irão assumir o controlo da sede das Nações Unidas, numa iniciativa que conta com a presença do Secretário-Geral da ONU, António Guterres.
“Crianças de Portugal e de todo o mundo vão juntar-se à UNICEF nesta iniciativa para nos transmitirem o que as preocupa com propostas concretas para a realização dos seus direitos e de todas crianças”, afirma Beatriz Imperatori, Directora Executiva da UNICEF Portugal. “Neste dia terão também a oportunidade de melhor compreenderem como são tomadas as decisões que as afectam e que têm um impacto directo na sua vida actual e futura, ajudando à concretização dos seus sonhos e aspirações”, conclui.

Esta iniciativa tem contado com uma enorme adesão em todo o mundo*, destacando-se:

Em Espanha, a Rainha Letícia participará através de um directo de 10 minutos no Facebook. Nas Cidades Amigas das Crianças irão realizar-se sessões plenárias com a participação directa de crianças em alguns Parlamentos Autonómicos. O FC Barcelona, casa do Embaixador de Boa Vontade da UNICEF Leonel Messi, vai ceder o relvado a 24 crianças de 9 e 10 anos que vão mostrar os seus dotes futebolísticos ao mundo durante um treino com Ernesto Valverde. No treino os jogadores do clube juntar-se-ão às crianças. Fora das quatro linhas, as crianças vão também assumir cargos da direcção do clube e da Fundació FC Barcelona.

Em todo o mundo, vários líderes governamentais vão apoiar o DUDC, entre os quais os Primeiros-ministros do Canadá, Justin Trudeau, da Irlanda, Leo Varadkar, e da Jordânia, Hani Al-Mulki. O Presidente francês, Emmanuel Macron participará num Conselho de Ministros com várias crianças. A Presidente do Chile, Michelle Bachelet, irá igualmente assinalar a data.

Será lançado um videoclip com uma versão “controlada” por crianças de todo o mundo da música “What about us” da cantora P!nk. “Neste dia, juntei-me à UNICEF para recordar ao mundo que as vozes dos mais novos importam e que as suas opiniões devem ser consideradas nas decisões que vão influenciar os seus futuros”, afirmou a cantora.

Vários Embaixadores de Boa Vontade da UNICEF, incluindo David Beckham, Katy Perry e Priyanka Chopra irão participar em acções do DUDC, para além de outras personalidades como Millie Bobby Brown que também cedeu a sua voz para mobilizar a sociedade neste dia em que as crianças vão estar em destaque a fim de chamar a atenção para os problemas que enfrentam, independentemente de onde vivem.
Hugh Jackman e Debora-Lee Furness são a cara da iniciativa #WorkOutForWater, um evento de apoio ao DUDC no dia 18 de Novembro que decorrerá em mais de 100 países. Instrutores e alunos das aulas LesMills podem participar em sessões especiais e angariar fundos para o trabalho da UNICEF para que mais crianças possam ter acesso a água boa para beber, cuidados de saúde e nutrição em vários países no mundo. Em Portugal, para além da acção global que decorre no Sábado que antecede o DUDC, esta iniciativa estende-se também ao evento Portugal Fit, nos dias 25 e 26 de Novembro.

Em mais de 50 organizações com expressão mundial crianças assumirão papéis de destaque e chefia, incluindo a LEGO, a Qantas e a H&M Foundation.

Em escolas de todo o mundo, incluindo em Portugal, os mais novos irão assumir o controlo das aulas e liderar assembleias para fazer ouvir as suas vozes e em alguns casos angariar fundos em prol das crianças mais desfavorecidas e vulneráveis do mundo.
***
Nota: O Dia Universal dos Direitos da Criança é uma oportunidade para dar voz às crianças de todo o mundo e para defender e promover os seus direitos construindo um futuro melhor para todas.
Para mais informação sobre como se envolver e participar neste Movimento Mundial consulte: www.unicef.pt/Dia-Universal-Direitos-Crianca/ e https://www.unicef.org/world-childrens-day/Unicef CriancasFonte: Unicef

O Município de Faro congratula o Centro de Ténis de Faro pelos êxitos alcançados no passado dia 10 de dezembro, sagrando-se vice-campeão nacional de equipas masculinas da 1ª divisão de ténis 2017, num torneio que decorreu em Carcavelos.

Depois de ter ganho com grande dificuldade, ao Riba Clube por 3-2, os farenses venceram o Clube de Ténis do Porto pelo mesmo resultado de 3-2, perdendo somente na final com a Associação Académica de Coimbra por 4-1. A equipa renovou, assim, o estatuto de vice-campeã nacional, conquistado em 2016.

Jogaram pela equipa do Centro de Ténis de Faro os atletas José Ricardo Nunes (capitão), Tomás Falcão, Pedro Pereira, André Nunes, José Duarte e Terrence Das.

O Município relembra que já passaram centenas de atletas pelos courts do Centro de Ténis de Faro, ao longo dos seus 33 anos de vida, sob a experiente orientação do professor Rosa Nunes – histórico instrutor da modalidade e educador por excelência, já merecedor de uma medalha de mérito do município, em 2005. Alguns destes tenistas atingiram mesmo posições de grande sucesso competitivo que muito orgulham a cidade. Os mais destacados foram sem dúvida, o já retirado Rui Machado, que chegou a ser o n.º 59 do ranking mundial (2011) e José Ricardo Nunes, multi-campeão regional e nacional em diversas categorias e que, mais uma vez, foi determinante para o sucesso do seu clube.

Endereçamos a todos os dirigentes do clube, técnicos, atletas e suas famílias as mais calorosas felicitações e votos de continuação do sucesso.Aventura Natal FaroFonte: GRP do Mun Faro

A pensar na melhoria da qualidade de vida da população sénior, a Junta de Freguesia em estreita parceria com a Câmara Municipal de São Brás de Alportel desenvolve dois programas de desporto sénior, que complementam as sessões de exercício físico com um conjunto de atividades de índole social, cultural e recreativo, proporcionando agradáveis momentos de lazer.

Dinamizado pela Junta de Freguesia, o Programa “Seniores em Movimento” foi o pioneiro no concelho, dirigido a todos os seniores com mais de 55 anos, é o fiel ponto de encontro para largas dezenas de são-brasenses, numa maravilhosa combinação de desporto, saúde e bem estar. As sessões decorrem à tarde, no Pavilhão da Escola Secundária e no Pavilhão da Santa Casa da Misericórdia.

“Coração Ativo” dá nome ao segundo programa de desporto sénior, dinamizado em parceria pela Junta de Freguesia e Câmara Municipal, com sessões que decorrem matinalmente no Pavilhão Municipal, dirigido a seniores que apresentam vulnerabilidade cardíaca, com encaminhamento do seu médico de família. Trata-se de um programa especializado para este grupo populacional com excelentes resultados.

Está comprovado que o exercício físico regular tem um impacto significativo na prevenção e/ou controle da hipertensão arterial, diabetes mellitus, colesterol, obesidade, osteoporose, asma e outras doenças pulmonares, além de poder diminuir sintomas depressivos e de ansiedade, que se manifestam em idades mais avançadas. Ao exercitar-se, o idoso assume uma postura positiva em relação à sua saúde, procurando assumir um hábito de vida mais saudável.

Mais recentemente, a Junta de Freguesia iniciou uma parceria com o Centro de Saúde ao abrigo da qual pretende preparar futuras ações dirigidas à população sénior que sofra de diabetes, sendo esta uma doença com uma elevada incidência no concelho, e que em muito beneficia da prática desportiva.

Para efetuar a sua inscrição ou obter mais informações sobre o programa Seniores em Movimento deve dirigir-se à Junta de Freguesia de São Brás de Alportel. Para efetuar a sua inscrição e obter mais informações sobre o programa Coração Ativo deve dirigir-se ao Pavilhão Municipal.DesportoSenior SBAFonte: GI da CM SBA

Faro irá receber, no dia 6 de janeiro,  mais uma edição do Grande Prémio dos Reis, prova de importância histórica do atletismo regional, que reunirá atletas da modalidade, de relevo nacional e internacional.

Associada a este evento realizar-se-á a 3.ª edição da Grande Corrida da Água (com o lema “Beba Água de Faro”), uma competição de caráter lúdico e competitivo para atletas não federados, aberta à população em geral.

A iniciativa, promovida pela Associação de Atletismo do Algarve, Câmara Municipal de Faro e FAGAR E. M. terá partida e chegada no Jardim Manuel Bivar e contará com passagens pela Cidade Velha, Largo de São Francisco, Pontinha e Rua de Santo António.

Inscrições abertas para a “Grande Corrida da Água” até 4 de janeiro em www.cm-faro.pt e www.aaalgarve.org. Mais informações através do contacto 289 870 843, Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. e Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.CorridaReis Agua FaroFonte: GRP da CM Faro

Alcoutim recebeu no dia 30 de novembro, o início da prova Algarviana Ultra Trail. A prova que se iniciou junto ao Rio Guadiana com passagem em Cortes Pereiras, Afonso Vicente, Corte Tabelião, Corte da Seda, Torneiro, Balurcos de Baixo, Palmeira, Preguiças, Malfrade e Vaqueiros terminou no dia 3 de dezembro, junto ao Cabo de São Vicente, em Vila do Bispo, após terem sido percorridos os 300 quilómetros da prova, em 43 horas.

Contou com a participação de 60 atletas de 6 nacionalidades, que alinharam à partida de Alcoutim, para percorrerem num máxima de 72 horas os pontos mais altos do Algarve. Das seis dezenas de atletas participantes, 17 atletas competiram a solo e cinco equipas por estafeta terminaram a prova.

João Oliveira, do Chaves Run Team – Associação Desportiva Dragões de Chaves, ultrapassou largamente os restantes atletas, tendo gasto 43 horas para atingir a meta e tornando-se o vencedor da primeira edição da prova de ultra trail de maior distância em Portugal.

Pelo caminho destes atletas estiveram as serras do Caldeirão, Espinhaço de Cão e Monchique, com cerca de 13 000 metros de desnível acumulado. A participação conta 6 pontos para a qualificação do Ultra Trail do Mont Blanc. As noites atingiram temperaturas negativas, mas o céu limpo e a lua cheia guiaram os atletas pelas serras algarvias.

A Via Algarviana enquanto Grande Rota Pedestre entre Alcoutim e o Cabo de S.Vicente, dota a Região de uma importante infraestrutura que integra e reforça a rede de percursos pedestres trans-europeus, contribuindo para a atracão à região de caminhantes interessados na prática do pedestrianismo. A sua função de estruturação e articulação com percursos pedestres existentes ou em marcação no território que atravessa, permite dar maior visibilidade a esta oferta e simultaneamente contribuir para o reforço da imagem que as populações locais têm sobre o território onde habitam (sobre as suas atividades, a arquitetura, a fauna e flora) e a potenciar o seu uso, de forma sustentada e com contributos positivos para a economia local.AlgarvianaUltraTrail1AlgarvianaUltraTrailFonte: GC do Mun Alcoutim

A Marcha e Corrida de Alvor, realiza-se dia 10 de dezembro, domingo, a partir das 9h00.

Participe na Marcha e Corrida de Alvor e colabore com bens alimentares de primeira necessidade e produtos de higiene, que serão entregues às famílias acompanhadas pela CPCJ – Comissão de Proteção Crianças e Jovens.

O ponto de encontro está marcado às 9H00 no Complexo Desportivo de Alvor e pode optar por um pergurso maior de 10 km ou um menor de 4,5 km.

Este evento conta com o apoio da GNR, AHBVP e Junta de Freguesia de Alvor.Marcha Corrida AlvorFonte: Mun de Portimão

Algarviana Ultra Trail (ALUT) são 300km pelo interior algarvio, a percorrer por 60 atletas de 6 nacionalidades. Os atletas atravessam em 72 horas os pontos mais altos do Algarve.

A Algarviana Ultra Trail, a “prova que vai pôr o Algarve à prova”, tem início a 30 de novembro, em Alcoutim junto ao Rio Guadiana, e termina a 3 de dezembro junto ao Cabo de São Vicente, em Vila do Bispo. A partida é às 18h30 de dia 30 de novembro, quinta feira, e todos os simpatizantes da modalidade, habitantes e visitantes de Alcoutim são bem vindos para apoiar os atletas que entram neste desafio de percorrer o Algarve de ponta a ponta.

Pelo caminho de 60 privilegiados atletas estão as serras do Caldeirão, Espinhaço de Cão e Monchique. Atravessa 9 concelhos do Algarve (Alcoutim, Castro Marim, Tavira, São Bras de Alportel, Loulé, Silves, Monchique, Lagos e Vila do Bispo) e o percurso é quase exclusivamente na Via Algarviana, um percurso pedestre de longa distância classificado como Grande Rota (GR13). A prova decorre sobretudo em zonas florestais, com o principal objetivo de promover o interior algarvio como produto turístico alternativo à habitual escolha do destino para praia.

“É um evento desportivo de trail running que vai percorrer a região de um extremo ao outro dando a conhecer a beleza do seu interior e decorre na sua quase totalidade na Via Algarviana. A participação no evento está limitada a um máximo de 60 atletas por uma questão de segurança. Temos especial cuidado no acompanhamento dos atletas, recomendando que os participantes tenham já experiência em provas de 100 milhas ou distâncias similares. É otimista se dissermos que 20 chegam ao fim”, explica Germano Magalhães, presidente assembleia geral da associação desportiva Algarve Trail Running (ATR), principal organizadora do evento.

O Presidente da Câmara de Alcoutim, Osvaldo dos Santos Gonçalves, acredita que a aposta no Turismo de Natureza e em concreto provas como esta irão permitir uma maior projeção da região e representam um meio de combate à sazonalidade e consequentemente para o melhoramento da economia local.

A Via Algarviana está inserida maioritariamente no interior algarvio, tem história, natureza e um percurso de excelência para a prática de várias atividades desportivas. Uma combinação de fatores que atraíram inscritos de países como – Portugal, Espanha, Brasil, Equador, Uruguai, Escocia. Os portugueses representam o grosso dos inscritos, com atletas de norte a sul do país e ilhas.

O ALUT é organizado pela ATR – Algarve Trail Running e pela RTA – Região de Turismo do Algarve, em parceria com a ANA – Aeroportos de Portugal e Ada – Águas do Algarve, com o apoio da AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve e o IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude.

A equipa da ATR – Algarve Trail Running responsável pela organização e direção do ALUT é reconhecida pelo organização de outros eventos de trail running, entre outros, o UTRP – Ultra Trilhos Rocha da Pena e o Trail Ossonoba.AlcoutimFonte: GC do Mun Alcoutim