Notícias

Grid List

O Município de Lagoa promoveu durante os dias 29 e 30 de novembro a 3ª edição do Encontro Regional de Educação Permanente, um evento já conhecido pelo nome de “Saberes em Festa”.

O Centro Cultural – Convento de S. José acolheu durante estes dois dias um vasto programa de atividades direcionadas para as áreas da educação formal e não formal, no âmbito da educação permanente. A comemoração do Dia internacional da Cidade Educadora, a 30 de novembro, a que se associam centenas de cidades de todo o mundo, foi também incluída no “Saberes em Festa” de 2019.

Esta iniciativa permitiu dar a conhecer as múltiplas experiências de educação permanente que têm lugar no concelho de Lagoa e na região do Algarve. Resultou de uma parceria entre a Câmara Municipal e a Associação Portuguesa para a Cultura e Educação Permanente (APCEP) e contou com os importantes apoios da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares – Direção de Serviços Regionais do Algarve e da Universidade do Algarve.

Entre parceiros de organização e instituições participantes, foram mais de 25 entidades de âmbito local, regional e nacional, que conjugaram esforços para ao longo destes dois dias demonstrarem o que se faz numa Cidade Educadora.

A apresentação dos resultados do Orçamento Participativo de Lagoa em 2019, com a presença da Vereadora Ana Martins, a apresentação de exposições, workshops, conferências sobre temáticas diversas, pontuaram o programa cujo encerramento ficou a cargo do presidente da APCEP, Alberto de Melo, e da vice-presidente do município, Anabela Simão.

“Os conceitos de comunidade, ser, identidade, e principalmente a sua transmissão para as novas gerações”, “a importância da capacidade de unir os contributos de todos/as”, fizeram parte dos destaques de Anabela Simão, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, no discurso de encerramento, no auditório do Convento de São José, no fim do segundo dia dos “Saberes em Festa”.

Esta 3ª edição do evento traduziu para o plano prático, em Lagoa, do lema “Escutar a Cidade para a transformar” com que este ano as Cidades Educadoras de todo o mundo quiseram vincar que “é através do saber e da inteligência coletiva dos cidadãos e dos diversos agentes locais que é possível encontrar melhores respostas” para os complexos problemas com que nos confrontamos.

Fonte: GC do Mun Lagoa(Algarve)SaberesFestaLagoa2SaberesFestaLagoa3SaberesFestaLagoa4SaberesFestaLagoa1

Até ao dia 6 de janeiro, está aberto ao público no emblemático Palácio Gama Lobo, em Loulé, o Showroom de Natal do projeto Loulé Criativo. Trata-se da recriação criativa e original de um espaço íntimo e acolhedor inspirado no espírito natalício de fraternidade, união familiar e convívio, que constitui também uma montra para potenciais presentes de Natal.

Aqui estão reunidas as peças desenvolvidas pelas mãos dos artesãos da Rede de Oficinas (Casa da Empreita, Oficina dos Caldeireiros, Oficina do Relojoeiro, Oficina do Barro e Oficina dos Cordofones) e pelos designers residentes no Loulé Design Lab, dispostas em ambientes criativos que facilitam a escolha do presente ideal. Estes elementos podem ser adquiridos no local.

O Showroom integra uma mesa de Natal recheada de cerâmica, cobre e tecidos naturais que convidam à consoada em família.

A lareira onde toda a família se reúne incorpora vários espaços com sugestões de lembranças natalícias inspiradas em materiais de cariz tradicional como a cortiça, empreita, cabedal, cobre, cerâmica, feltro, lã e detalhes da natureza local.

A árvore de Natal decorada com peças personalizadas em cobre, latão e madeira, relembra a magia dos presentes onde se reúnem os nomes de todos os que integram a família Loulé Criativo.

Os visitantes poderão ainda apreciar neste espaço as decorações de Natal do Palácio Gama Lobo, o presépio de palma feito pelas mãos das artesãs da Casa da Empreita, o presépio tradicional algarvio galardoado com o 1º prémio do Concurso de Presépios de Natal do Município de Loulé, criado por Sónia Mendez, um espaço alusivo às experiências criativas da rede de parceiros do Loulé Criativo, com sugestões de workshops e atividades ou ainda os arranjos florais natalícios da Flor de Lis e a instalação artística de plantas estabilizadas da Verde Création, representam o contributo da economia local.

Até ao Dia de Reis, o visitante poderá encontrar nesta mostra natalícia o presente ideal: uma lembrança única, criativa, sustentável e tradicional.

O Showroom de Natal está aberto ao público no seguinte horário: de segunda a sexta-feira, entre as 9h30 e as 17h00, e aos sábados, entre as 10h00 e as 13h00. A entrada é livre.

Fonte: GAP da CM LouléGamaLoboNatalLoule1GamaLoboNatalLoule2GamaLoboNatalLoule3GamaLoboNatalLoule4GamaLoboNatalLoule6GamaLoboNatalLoule7

A Biblioteca Municipal de Silves (BMS) promoverá no dia 17 e 19 de dezembro, pelas 10h00, os Ateliês das Férias do Natal. Esta iniciativa é dirigida a crianças dos 5 aos 10 anos.

Estes ateliês serão dinamizados pelos técnicos da BMS e permitirão que os participantes tenham contacto com o livro, estimulando-os para a leitura, bem como com diversas atividades ligadas às artes plásticas, tendo sempre como tema o Natal.

A participação não tem custos, mas requer inscrição prévia.

O telefone 282 440 899 e o endereço de correio eletrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. são os contactos da BMS disponíveis para o fornecimento de informação adicional sobre a atividade.

Fonte: GRP do Mun SilvesAteliesFeriasNatal

A rota pedestre “Trilho dos pescadores” já chega à cidade de Lagos. Esta etapa da rota oferece um trilho de 11 kms, compreendidos entre Burgau e Lagos, passando pela Praia da Luz e pela Ponta da Piedade, locais de grande beleza natural e paisagística.

O “Trilho dos pescadores”, composto por 13 etapas, num total de 226,5 km, é provavelmente um dos melhores trilhos costeiros do mundo. Sempre junto ao mar, seguindo os caminhos usados pelos locais para acesso às praias, ao longo das falésias, com alguma exigência a nível físico, mas em contacto permanente com o vento do mar e da natureza selvagem.

Tendo apoiado financeiramente a instalação do prolongamento do trilho, a Câmara Municipal de Lagos aprovou agora, em reunião de Câmara, um acordo de colaboração a celebrar com a Rota Vicentina - Associação para a Promoção do Turismo de Natureza na Costa Alentejana e Vicentina, no âmbito do qual compete ao Município um apoio financeiro de 3 600,00 € (três mil e seiscentos euros), que se destina ao desenvolvimento do projeto “Rota Vicentina”, nomeadamente à sua manutenção, gestão e coordenação, uma vez que é necessário assegurar a manutenção de postes de marcação, das placas sinaléticas e direcionais e ainda dos placards/outdoors informativos.

O acordo de colaboração procura, também, consolidar o projeto como instrumento de sustentabilidade social, ambiental, económico e cultural para o território, particularmente para o concelho de Lagos.

A autarquia lacobrigense continua, assim, a apostar no desenvolvimento desportivo, dando continuidade ao seu Plano Estratégico, que visa criar e apoiar parcerias mais dinâmicas e coesas, garantindo as parcerias existentes e promovendo novas, criando produtos de oferta desportiva a custos acessíveis e promovendo eventos que, por si só, a autarquia não conseguiria desenvolver. Nesta área a Câmara Municipal tem apoiado e promovido programas como o “Cycling & Walking” e o Festival de Barão de São João “Walk & Art Fest”.

Confirmar a região como destino internacional de turismo responsável, nos segmentos ativo e de natureza, unir a região – empresas, instituições e comunidades, em torno de um projeto responsável e sustentável, trazer novos mercados e estimular novos negócios na região e sensibilizar as comunidades locais e os visitantes do território para a importância da preservação do património natural e cultural e para o desenvolvimento sustentável de toda a região, são só alguns dos objetivos pelos quais a Rota Vicentina, em parceria com autarquias e empresas privadas, continua a trabalhar.

A Rota Vicentina – Associação para a Promoção do Turismo de Natureza na Costa Alentejana e Vicentina, é, desde 2013, a entidade responsável pela gestão, integração, estímulo, desenvolvimento e promoção dos trilhos pedestres da Rota Vicentina, assim como da oferta turística associada ao produto turístico que a Rota Vicentina representa.

Fonte: SC da CM LagosTrilhoPescadores

Houve festa nas piscinas municipais de Lagoa. Utentes, familiares, amigos e entidades parceiras reuniram-se no sábado, 7 de dezembro, para a nadar antecipar a festa de Natal.

No equipamento educador e inclusivo que são as piscinas municipais, realizou-se no passado fim de semana, um convívio de Natal que reuniu alguns utilizadores, profissionais e encarregados de educação.

Cerca de 350 pessoas responderam ao convite para celebrar o espírito natalício e comunitário num ambiente diferente e tão salutar como o meio aquático.

Para receber os convidados em dia especial, para além das propostas aliciantes de todos os dias – como é o caso da sauna, banho turco, jacúzi, aparelhos vários e três tanques de dimensões e funcionalidades diferentes – foram ainda instalados insufláveis no interior e no exterior das Piscinas Municipais de Lagoa.

A diversão foi a nota maior do dia, incluindo o direito a troca de presentes, balões e os extras

Próprios de uma festa de Natal. Incluindo muitos votos de Boas Festas.

Fonte: GC do Mun Lagoa(Algarve)NatalPiscinaLagoa1NatalPiscinaLagoa2

À semelhança do que tem acontecido nos últimos anos, e numa iniciativa de solidariedade que tão bem caracteriza o corso louletano desde a sua génese, a Autarquia de Loulé atribuiu a verba arrecadada com as receitas de bilheteira do Carnaval 2019 – cerca de 60 mil euros -, a quatro instituições particulares de solidariedade social e dez associações que animaram o desfile desta edição.

O critério de atribuição das receitas foi definido no sentido de disponibilizar 50% das verbas arrecadadas no Carnaval a quatro IPSS do concelho de Loulé que tenham desenvolvido um trabalho relevante nas comunidades onde estão inseridas “ou aquelas que se tenham deparado com maiores dificuldades”, como explicou o autarca Vítor Aleixo. Este ano foram contempladas a Instituição de Solidariedade Social da Serra do Caldeirão, a Casa da Primeira Infância – Centro de Acolhimento “Os Miúdos”, o Centro Social e Comunitário de Vale Silves e a ASMAL – Associação De Saúde Metal do Algarve.

Os restantes 50% foram distribuídos pelas coletividades participantes na animação do Carnaval tendo em consideração o número de tripulantes de cada carro alegórico, bem como os respetivos grupos de animação organizados pelas coletividades. Este ano os participantes foram o Grupo Desportivo das Barreiras Brancas, EXISTIR – Associação para a Intervenção e Reabilitação de Populações Deficientes e Desfavorecidas, CDA – Clube Desportivo AlgarveGym, DOINA – Associação de Emigrantes Romenos e Moldavos do Algarve, Moto Clube de Loulé, AGAL - Associação Grupo dos Amigos de Loulé, GCL - Ginástica Clube de Loulé, TUALLE – Tuna Universitária Afonsina de Loulé, Associação Artística Satori e Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento 290 – Loulé.

Para além do apoio ao meritório trabalho social levado a cabo no terreno pelas instituições, o presidente da Autarquia, Vítor Aleixo, sublinhou a importância desta iniciativa para o envolvimento da comunidade no próprio evento. “Esta ação enquadra-se numa política de dar algum estímulo para que o Carnaval tenha também a participação das pessoas e das organizações locais. Não pode ser apenas uma animação ‘encomendada’ com equipas que vêm de fora, queremos que, localmente, as pessoas se envolvam no Carnaval porque é isso que dá um certo traço genuíno ao nosso Carnaval”, frisou este responsável municipal.

Fonte: GRP da CM LouléSubsidiosLoule2

  • Mais de um milhão de utilizadores do PayPal doaram um valor total recorde de 106 milhões de dólares para causas solidárias em todo o Mundo;
  • Apoio à #GivingTuesday começou logo em 2012 e chegou este ano a Portugal com o contributo do PayPal, que está a apoiar as causas da Cruz Vermelha e da Unicef Portugal;

Como vem sendo hábito, o PayPal voltou a apoiar em 2019 a Giving Tuesday (GT), que se comemora mundialmente na primeira terça-feira após a Black Friday e a Ciber Monday, dois habituais momentos de consumo. Este movimento internacional, em que o principal objetivo não é comprar, mas sim dar, chegou pela primeira vez a Portugal este ano com o contributo do PayPal, que se associou a duas ONG's portuguesas: Cruz Vermelha e Unicef Portugal.

Consciente de que se trata de um movimento global de generosidade, presente atualmente em mais de 60 países, e que pretende promover mudanças sociais profundas, o PayPal iniciou esta colaboração desde a origem da GT, em 2012, permitindo doações, medindo o impacto e alertando para a solidariedade, partilha e consciencialização em todo o Mundo.

Este ano, na Giving Tuesday 2019, mais de 1 milhão de utilizadores do PayPal em 184 mercados doaram aproximadamente 106 milhões de dólares para causas de solidariedade. Este novo recorde para a GT é mais uma prova simbólica da generosidade dos clientes do PayPal, que se juntaram para ajudar quem mais necessita antes do final do ano.

Em Portugal, e de forma a fazer de todas as terças-feiras uma #GivingTuesday, o PayPal está a incrementar em 10% todos os donativos feitos, através de uma página específica, a cada uma das instituições de solidariedade disponíveis, Cruz Vermelha e Unicef Portugal.

As doações não ficam por aqui, nem se tratam apenas de dinheiro. Por isso, o PayPal irá partilhar histórias inspiradoras de generosidade em todo o mundo todas as terças-feiras até ao final do mês de Dezembro, de forma a incentivar os consumidores a darem tudo o que podem, seja dinheiro, tempo de voluntariado ou um simples ato aleatório de bondade.

Saiba mais em paypal.pt/giveback.

Fonte: HA MPRPayPalGivingTuesday

Cimeira sobre o impacto do turismo de qualidade e de compras na economia decorre em Lisboa no dia 10 de dezembro de 2019. Secretária de Estado do Turismo abre debate sobre a necessidade de mudança de paradigma no turismo.

  • Segunda edição da Summit Shopping Tourism & Economy Lisboa, dedicada ao tema “Chaves para um Turismo Sustentável em Portugal. O Ecossistema do Turismo de Qualidade e de Compras orientado para as pessoas”, realiza-se no Pestana Palace Hotel, dia 10 de  dezembro
  • Presidente do Comité Organizador, Miguel Júdice, alerta para a necessidade de se repensar os vectores estratégicos do turismo em Portugal
  • Cimeira analisa a transformação do mercado de turismo à escala global e a alteração do modelo turístico vigente, com especial enfoque na importância do turismo proveniente de países de longa distância.
  • Previsões apontam para que, em 2020, mais de 280 milhões de turistas chineses, indianos e sul coreanos irão gastar cerca de 430 mil milhões de dólares.

Uma mudança de paradigma a nível global e a as chaves para um turismo sustentável em Portugal são o ponto de partida para a realização da  2ª edição da Cimeira Internacional de Turismo de Qualidade e de Compras. 

Um ano após a realização da primeira edição, Miguel Júdice, presidente do comité organizador desta 2ª Shopping Tourism & Economy Summit Lisboa, a decorrer no Pestana Palace Hotel, no dia 10 de dezembro, confirma. “É o momento de repensarmos os vetores estratégicos do nosso turismo, que devem incluir também o foco em segmentos de alto valor acrescentado que têm um impacto muito positivo na nossa economia sem que tenham pegadas ambientais e sociais tão pesadas". 

A conferência organiza-se em diversos painéis e mesas redondas, que contarão com a participação de representantes de diversas entidades, como o Turismo de Portugal, a Associação do Turismo de Lisboa, a Associação da Hotelaria de Portugal ou a Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa e de empresas como a TAP, o Santander, a Samsung Iberia, a Global Blue ou a Union Pay Internacional.

O futuro do turismo nas cidades será debatido por responsáveis das câmaras do Porto e de Barcelona, enquanto os desafios do turismo e os ODS serão apresentados por representantes do BSCD – Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável e da UN Global Compact Network Portugal, para além do contributo do Turismo de Portugal.

UM NOVO MODELO DE TURISMO DE QUALIDADE

Para a organização, este é o tempo de analisar a necessidade de transição do modelo turístico vigente, adaptando-se ao novo mercado mundial, caracterizado pela globalização, pelo surgimento de grupos de turistas de regiões do mundo com economias robustas, demografia jovem, interesse pela cultura, gastronomia, compras e novas experiências, permitindo combater a sazonalidade do turismo. Um turismo de longa distância proveniente de países como os EUA, o Brasil, a China e outros países da Ásia, entre outros, cujo valor médio gasto nas suas viagens a Portugal é muito superior ao do turismo tradicional. As previsões referem que, em 2020, mais de 200 milhões de turistas chineses, 50 milhões de indianos e 29 milhões de sul coreanos viajarão para o estrangeiro, gastando um valor próximo dos 430 mil milhões de dólares.

Os últimos dados apontam para um crecimento de 36% em gastos de turistas extra-comunitários. E fundamental definir a estratégia que Portugal deverá seguir para captar uma percentagem destes importantes turistas.

Por outro lado, também o enorme impacto da tecnologia, que cada vez aproxima mais os destinos e os viajantes, bem como a sustentabilidade ambiental e a percepção da opinião pública local em relação à chegada de visitantes serão temas em debate.

Esta cimeira assume-se como o único fórum que analisa a importância de atrair turistas de qualidade para promover um turismo de compras que seja um motor de crescimento económico e social de forma transversal, graças à participação dos diversos sectores: turismo, comércio, transportes, banca e meios de pagamento, tecnologia, a par das entidades públicas.

Fonte: LN ECCimeiraTurismo1

Nos dias 5 e 6 de dezembro, a Guarda Nacional Republicana (GNR) irá realizar uma operação de trânsito e segurança rodoviária, com especial incidência nos distritos do Porto, Braga, Lisboa, Setúbal e Faro, através da execução de ações de fiscalização e sensibilização, com o objetivo de contribuir para a melhoria das condições de segurança e mobilidade dos peões, incutir comportamentos mais seguros por parte de todos os utentes e prevenir a ocorrência de acidentes de viação por atropelamento.

Da análise dos dados da sinistralidade no ano 2018, a GNR registou 3 950 atropelamentos, que provocaram 70 vítimas mortais e 202 feridos graves, o que representa um aumento de 11% no número de vítimas graves relativamente ao ano anterior, merecendo destaque o facto de 75% das vítimas mortais terem mais de 50 anos.

Neste período do ano, os atropelamentos assumem uma particular preocupação, devido ao facto do maior volume de tráfego automóvel e pedonal coincidir com o período do anoitecer ou início da noite (17H-20H), contribuindo para este tipo de sinistralidade a visibilidade reduzida, a condução distraída, sob stress ou fadiga, ou ainda o menor cuidado no atravessamento da via por parte dos peões.

Para fazer face a estes números, a GNR, através da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais, irá concentrar as ações de fiscalização dentro das localidades, com especial preocupação às seguintes infrações:

  • Estacionamento indevido nos passeios e em outros locais destinados ao trânsito de peões;
  • Estacionamento a menos de 5 metros ou em passagem assinalada para a travessia de peões;
  • Desrespeito pela sinalização luminosa;
  • Excesso de velocidade;
  • Condução sob a influência do álcool;
  • Não utilização dos sistemas de iluminação e sinalização, ou que apresentem anomalias;
  • Utilização indevida do telemóvel.

Fonte: GNR-DCRPGNR Div Com Rel Publicas

A Qualidade e Sustentabilidade têm sido uma aposta estratégica da Movijovem para as Pousadas de Juventude, consubstanciada na criação do "Plano de Turismo Sustentável para o Desenvolvimento" iniciado em 2019.

O Plano, que inclui a implementação e certificação de um sistema da Qualidade e Sustentabilidade nas Pousadas de Juventude, visa promover a mobilidade juvenil e o turismo jovem em Portugal, qualificando e valorizando a oferta turística em cada destino, seja através de roteiros turísticos e experiências únicas de visitação, ações de envolvimento e valorização das raízes locais e capacitação dos residentes e os agentes turísticos das comunidades no acolhimento de turistas. 

A Movijovem é a Cooperativa de interesse público gestora da rede nacional de Pousadas de Juventude, uma das maiores cadeias de alojamento em Portugal, integrada na maior rede mundial de hostels, a Hostelling International, federação presente em 65 países e com mais de 3.600 unidades de alojamento.

Em 1932, com a definição da sua missão, a Hostelling International tornou-se um dos primeiros exemplos de turismo sustentável, incentivando um maior conhecimento, amor e cuidado pela natureza e uma valorização dos valores sociais e culturais em todas as partes do mundo.

Durante a semana que passou, foram certificadas, no âmbito da Qualidade, 9 Pousadas de Juventude da rede portuguesa, estando em fase de certificação mais 26. Já no início de 2020, iniciar-se-ão as auditorias externas no âmbito da Sustentabilidade, de forma a concluir o processo de certificação global da Qualidade e Sustentabilidade do sistema, que é reconhecido pelo Global Sustainable Tourism Council (GSTC).

Fonte: MovijovemPousadasMovijovem

 

A Unidade de Ação Fiscal, através do Destacamento de Ação Fiscal de Lisboa, ontem, dia 2 de dezembro, identificou três homens com idades compreendidas entre os 45 e 59 anos, pela prática dos crimes de introdução fraudulenta no consumo qualificada, fraude fiscal, e contra a genuinidade, qualidade ou composição de géneros alimentícios e aditivos alimentares, em Leiria.

No decorrer de uma operação que tinha como objetivo o desmantelamento de uma destilaria ilegal, que se dedicava à produção e comercialização fraudulenta de bebidas espirituosas, foi dado cumprimento a oito buscas, das quais três domiciliárias e cinco a uma destilaria, a um armazém e três veículos, que culminou na apreensão de:

  • 2 mil litros de aguardente;
  • 1 950 litros de vinho em box;
  • Duas caçadeiras;
  • Seis vasos de destilação e três colunas de arrefecimento;
  • Uma máquina elétrica utilizada para encher as box de vinho;
  • 10 mil euros em numerário.

A prestação tributária que resultaria se as bebidas fossem comercializadas corresponde a um valor estimado de 17 600 euros, em sede do Imposto Especial Sobre o Consumo do Álcool e Bebidas Alcoólicas.

Esta ação contou com o reforço do Comando Territorial de Leiria.

Fonte: GNR-UAFGNRDestilariaGNRDestilaria1GNRDestilaria2GNRDestilaria3

Esforço e trabalho dos voluntários foi determinante, estando envolvidas mais de 40 mil pessoas em todo o país. Os Bancos Alimentares Contra a Fome recolheram este fim-de-semana mais de 2.100 toneladas de géneros alimentares, na campanha realizada em 2.000 superfícies comerciais de 21 regiões do país. Prosseguem ainda ao longo da próxima semana, até 8 de dezembro, a campanha "Ajuda Vale", nos supermercados, e a campanha online em www.alimentestaideia.pt.

40 mil voluntários dos 21 Bancos Alimentares (Abrantes, Algarve, Aveiro, Beja, Braga, Castelo Branco, Coimbra, Cova da Beira, Évora, Leiria-Fátima, Lisboa, Madeira Oeste, Portalegre, Porto, Santarém, Setúbal, S. Miguel, Terceira, Viana do Castelo e Viseu) convidaram, durante o fim-de-semana, os portugueses a partilhar os bens alimentares que compram para as suas casas.

Os portugueses aceitaram uma vez mais o convite dos Bancos Alimentares e aderiram a uma rede social real, partilhando alimentos com pessoas carenciadas da sua região. A confiança reiterada nos Bancos Alimentares ficou patente na generosidade das contribuições. "Não podemos deixar de sublinhar o papel dos voluntários, pessoas de todas as idades, com convicções políticas e religiosas diversas que, participando, lado a lado, contribuem de forma fraterna e solidária para uma sociedade mais justa e coesa", refere a Presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares contra a Fome, Isabel Jonet. "Temos de agradecer aos milhares de doadores, aos voluntários, às empresas e entidades que apoiaram esta campanha, dando assim o seu grande contributo para que os Bancos Alimentares possam continuar a acudir a muitas pessoas necessitadas."

Os géneros alimentares recolhidos serão distribuídos, a partir da próxima semana, a 2.400 Instituições de Solidariedade Social, que os entregam a cerca de 380 mil pessoas com carências alimentares comprovadas, sob a forma de cabazes ou de refeições confecionadas.
Isabel Jonet destaca ainda que é "muito importante e gratificante para todos os voluntários e para o Banco Alimentar poder contar com o apoio do Presidente da República, que dá assim destaque a esta rede social de carne e osso."

Campanha continua em www.alimentestaideia.pt e com "Ajuda Vale"

Até 8 de Dezembro, será ainda possível contribuir para a campanha através da "Ajuda Vale", vales que estarão disponíveis nas caixas dos supermercados ou das gasolineiras da BP, cada um dos quais inclui um código de barras para um de cinco produtos básicos (leite, azeite, arroz, atum e salsichas).
O Banco Alimentar disponibiliza ainda o site de doação online www.alimentestaideia.pt, dando assim a oportunidade de partilhar a todos os que não tiveram oportunidade de se deslocar aos pontos de recolha durante o fim de semana, aos que se encontram ou residem fora de Portugal.

Dois milhões de portugueses em risco de pobreza

Segundo dados divulgados recentemente pelo INE, mais de 2,2 milhões de pessoas estão em risco de pobreza em Portugal ou exclusão social (21,6% da população). Se fossem considerados apenas os rendimentos do trabalho, de capital e transferências privadas, 43,4% da população em Portugal estaria em risco. A rede de instituições de solidariedade desempenha, portanto, um papel ímpar e insubstituível na ajuda aos mais necessitados e o apoio alimentar é determinante nesta ajuda.

Estas campanhas dos Bancos Alimentares alertam ainda a sociedade, como um todo, para uma realidade que não pode deixar ninguém indiferente, sendo "muito importante não nos esquecermos que, no dia a dia, ainda há pessoas que precisam de ajuda para comer, principalmente numa altura como o Natal, onde ter a família reunida à volta de uma mesa é um desejo que podemos, cada um de nós, ajudar a concretizar", refere o Banco Alimentar.

Alguns dados sobre a atividade

A atividade dos Bancos Alimentares Contra a Fome prolonga-se ao longo de todo o ano. Para além das campanhas de recolha em supermercados, organizadas duas vezes por ano, os Bancos Alimentares Contra a Fome recebem, diariamente, excedentes alimentares doados pela indústria agro-alimentar, pelos agricultores, pelas cadeias de distribuição e pelos operadores dos mercados abastecedores. São assim recuperados produtos alimentares que, de outro modo, teriam como destino provável a destruição. Estes excedentes são recolhidos localmente e a nível nacional no estrito respeito pelas normas de higiene e de segurança alimentar. Deste modo, para além de combaterem de forma eficaz as carências alimentares, os Bancos Alimentares Contra a Fome lutam contra uma lógica de desperdício e de consumismo, apanágio das sociedades atuais.

Recolha nacional, ajuda local

Os 21 Bancos Alimentares Contra a Fome distribuem, ao longo de todo o ano, alimentos através de Instituições de Solidariedade Social por si selecionadas e acompanhadas em permanência por voluntários. Estas asseguram um acompanhamento muito próximo e individualizado de cada pessoa ou família necessitada, de forma a ser possível efetuar, em simultâneo, um real trabalho de inclusão social, que conduza a autonomias.

De acordo com os dados da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, no ano passado, os 21 Bancos Alimentares em atividade em Portugal distribuíram 24.262 toneladas de alimentos (com o valor estimado de 34 milhões de euros), num movimento médio de 97 toneladas por dia útil. Prestando assistência a 2.400 instituições, os alimentos foram entregues a perto de 380 mil pessoas com carências alimentares comprovadas, sob a forma de cabazes ou de refeições confecionadas.

A atividade dos Bancos Alimentares norteia-se pelo princípio genérico da "recolha local, ajuda local", aproximando os dadores dos beneficiários, permitindo uma proximidade entre quem dá e quem recebe. Possibilita o encontro entre voluntários e instituições beneficiárias, por um lado, e entre fornecedores da indústria agro-alimentar, empresas de serviços, poderes públicos e o público em geral, em especial durante os fins-de-semana das campanhas de recolha, em que todos trabalham lado a lado por uma causa comum: a luta contra as carências alimentares e a fome.

Fonte: LIFTAjudaAlimentar

 

 

A ATA participa pela segunda vez como Associate Member na "2019 Annual Conference & Market Place" da United States Tour Operators Association (USTOA), em Orlando, Florida, de 2 a 6 de dezembro.

Para além das diferentes palestras, terão lugar no Marketplace reuniões pré-agendadas entre os TO's participantes e a ATA com o objetivo de promover o destino e estabelecer ligações entre os TO's e os Associados da ATA.

O mercado norte-americano tem revelado um crescimento significativo nos últimos 5 anos. Em 2018, o mercado foi responsável por 962 mil hóspedes, 2,2 milhões de dormidas e 968 milhões de euros de receitas turísticas em Portugal, indicadores que registaram crescimentos anuais de +21,9%, +21,8% e +19,1%, respectivamente. No indicador dormidas, o Algarve é o terceiro principal destino nacional dos turistas americanos com 243.189 dormidas, um crescimento de +32,7% face ao período homólogo, acima da média de crescimento nacional. Até 2021, prevê-se um crescimento do mercado americano no nosso país de +3,3% na procura turística e +3,3% nos gastos turísticos.

Produto: Sol e Mar
Mercado: Estados Unidos da América

Fonte: ATAATA

A ATA participa no workshop Turístico Polónia, organizado pela Câmara de Comércio Polónia-Portugal (PPCC), em parceria com o Turismo de Portugal, a decorrer nos dias 13 de novembro em Katowice, e 14 de novembro em Varsóvia, na Polónia.

O objectivo do Workshop é promover a oferta turística de Portugal, direccionada a Operadores Turísticos e agentes de viagens.

Ao longo dos últimos anos, com a introdução de vôos directos entre a Polónia, a atractividade de Portugal como destino turístico tem vindo a crescer bastante no mercado de Centro-Leste Europeu.

Produto: Sol e Mar
Mercado: Polónia

Fonte: ATAATA

 

A Unidade de Controlo Costeiro, através de militares destacados na ilha de Samos, no âmbito da missão da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (FRONTEX), no dia 25 de outubro, detetou e resgatou 40 migrantes, numa zona a este da ilha de Samos - Grécia.

No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares da GNR detetaram uma embarcação de borracha, a 5 milhas náuticas da costa, com cerca de 6 metros e com excesso de lotação. De imediato, os militares da GNR intercetaram a embarcação, realizando o resgate de 40 pessoas, das quais 14 crianças, 14 mulheres, e 12 homens. De salientar que durante o transporte foram distribuídas águas e produtos alimentares, dado que os migrantes apresentavam sinais de hidratação deficitária. Foi ainda prestada assistência médica imediata, a todos os migrantes que apresentavam ferimentos ligeiros.

Durante o resgate, os migrantes foram colocados na embarcação portuguesa e transportados em segurança para o Porto de Pythagorio, sendo entregues às autoridades gregas.

Esta foi a terceira ação de resgate efetuada pela GNR no mar Egeu, no decorrer da presente semana, já que no dia 21 de outubro tinham sido resgatados 85 migrantes.

Só no presente ano de 2019, e até ao momento, a GNR efetuou mais de 1060 patrulhas, o que corresponde a cerca de 6500 horas de empenhamento, tendo detetado 260 embarcações e auxiliado aproximadamente 2650 migrantes.

Fonte: GNR-DCRPGNRResgate40Samos

 

A Unidade de Controlo Costeiro, através de militares destacados na ilha de Samos e na ilha de Chios, no âmbito da missão da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (FRONTEX), no dia 20 de outubro, detetou e resgatou 85 migrantes, a nordeste da Ilha de Samos e a sul da ilha de Chios – Grécia.

No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares da GNR detetaram uma embarcação de borracha, a 3 milhas náuticas da costa, com cerca de 6 metros e com excesso de lotação. De imediato, os militares da GNR intercetaram a embarcação, realizando o resgate de 42 pessoas, das quais nove crianças, 15 mulheres, e 18 homens. De salientar que durante o transporte foram distribuídas águas e produtos alimentares, dado que os migrantes apresentavam sinais de hidratação deficitária.

Durante o resgate, os migrantes foram colocados na embarcação portuguesa e transportados em segurança para o Porto de Vathy, sendo entregues às autoridades gregas.

Algumas horas depois desta ação, a sul da ilha de Chios, foi detetada uma outra embarcação, através da equipa TVV (Thermal Vision Vehicle) da GNR, tendo sido resgatados 43 migrantes, dos quais 13 crianças, 13 mulheres, e 18 homens, os quais foram encaminhados em segurança para o Porto de Chios, sendo, posteriormente, entregues às autoridades gregas. Foi ainda prestada assistência médica imediata, a todos os migrantes que apresentavam ferimentos ligeiros.

Só no presente ano de 2019, e até ao momento, a GNR efetuou mais de 1020 patrulhas, o que corresponde a mais de 6250 horas de empenhamento, tendo detetado 255 embarcações e auxiliado aproximadamente 2560 migrantes.

Fonte: GNR-DCRPGNRResgateChiosGNRResgateChios1

 

A Guarda Nacional Republicana, através de militares da Unidade de Controlo Costeiro, destacados desde abril na ilha de Samos, no âmbito da missão da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (FRONTEX), hoje, dia 18 de outubro, detetou e resgatou 36 migrantes, a este da Ilha de Samos – Grécia.

No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares da GNR detetaram uma embarcação de borracha a 3 milhas náuticas da costa, com cerca de 6 metros e com excesso de lotação. De imediato, os militares da GNR intercetaram a embarcação, realizando o resgate de 36 pessoas, das quais 12 crianças, cinco mulheres, e 19 homens. De salientar que durante o transporte foram distribuídas águas e produtos alimentares, dado que os migrantes apresentavam sinais de desidratação e que, entre os tripulantes se encontrava uma idosa com sinais de fraqueza, tendo sido encaminhada para o Hospital de Samos.

Durante o resgate, os migrantes foram colocados na embarcação portuguesa e transportados em segurança para o Porto de Vathy, sendo entregues às autoridades helénicas.

Só no presente ano de 2019, e até ao momento, a GNR efetuou mais de 1000 patrulhas, o que corresponde a mais de 6140 horas de empenhamento, tendo detetado mais de 250 embarcações e auxiliado aproximadamente 2500 migrantes.

Fonte: GNR-DCRPGNRResgateSamos1

A Unidade de Controlo Costeiro, através de militares destacados desde abril na ilha de Samos, no âmbito da missão da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (FRONTEX), ontem, dia 9 de outubro, detetou e resgatou 17 migrantes, a este da Ilha de Samos – Grécia.

No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares da GNR detetaram uma embarcação de borracha a 2 milhas náuticas da costa, com cerca de 5 metros e com excesso de lotação. De imediato, os militares da GNR intercetaram a embarcação, realizando o resgate de 17 pessoas, das quais duas crianças, seis mulheres, e nove homens. De salientar que o resgate foi efetuado em ambiente noturno e frio, tendo os militares verificado que os ocupantes da embarcação se encontravam molhados e, em alguns casos, em risco de entrar em hipotermia, pelo que, durante o transporte, foram providenciadas mantas térmicas. Dois dos migrantes, uma grávida e um idoso, apresentavam-se especialmente debilitados, tendo sido, imediatamente após o resgate, encaminhados para o Hospital de Vathy.

Durante o resgate, os migrantes foram colocados na embarcação portuguesa e transportados em segurança para o Porto de Vathy, sendo entregues às autoridades helénicas.

Só no presente ano de 2019, e até ao momento, a GNR efetuou mais de 900 patrulhas, o que corresponde a mais de 5700 horas de empenhamento, tendo detetado mais de 220 embarcações e auxiliado 2197 migrantes.

Com a finalidade de prevenir, detetar e reprimir ilícitos relacionados com a imigração ilegal, tráfico de seres humanos e outros crimes transfronteiriços, a GNR contribui, a par da Polícia Marítima, para o empenhamento de Portugal na salvaguarda de vidas humanas no mar Egeu.

Fonte: GNR-DCRPGNRresgateIlhaSamos

As Piscinas Municipais de Silves irão receber o 1.º Workshop “Técnicas de Crol e Partidas” no dia 18 de dezembro. Esta atividade é dirigida a todos os alunos inscritos nas classes de Nível 4, Iniciação Técnica 2 e Aperfeiçoamento e dinamizado pela Câmara Municipal de Silves (CMS), através do Setor de Desporto e a inscrição é gratuita.

Este workshop terá uma componente teórica e uma componente prática que decorrerá dentro do complexo das piscinas municipais. Tem como objetivo promover uma ação conjunta e participada de transmissão de experiências práticas e teóricas, e troca de saberes ao nível da técnica de crol e viragens, contribuindo assim para um aumento gradual da qualidade do trabalho nesta área e aumentar os níveis de motivação dos alunos.

Os interessados poderão fazer a sua inscrição na receção das Piscinas Municipais de Silves, até ao dia 14 de dezembro.

Programa:

Componente Teórica (Bar)

09h00 Receção dos alunos

09h15 Técnica de Crol (pernada, braçada e respiração) – visualização de vídeos e imagens

09h45 Partidas (progressões) – visualização de vídeos e imagens

Componente Prática (Piscina Desportiva)

10h30 Apresentação dos atletas de competição do ACS e entrada dos alunos na água para realização de exercícios técnicos de Crol e Partidas

12h00 Término do Workshop

+ info: Receção do Complexo das Piscinas Municipais de Silves: telefone 282 440 270 | correio eletrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  

Fonte: GRP do Mun SilvesWorkshopCrolPartidas

O desporto adaptado teve o seu primeiro encontro na cidade de Loulé, num evento inclusivo promovido pela Câmara Municipal, que teve o acompanhamento do autarca Vítor Aleixo e a participação de instituições de solidariedade social que trabalham com pessoas portadoras de deficiência: UNIR, EXISTIR E ASMAL.

Este evento contou com a presença de 114 participantes, nas modalidades de Futebol Adaptado e Yoga do Riso, que tiveram a oportunidade de estar em contacto com o desporto de uma forma mais próxima e com o acompanhamento de técnicos das respetivas modalidades.

Pretende-se que esta seja uma iniciativa que tenha uma periodicidade mensal pelo que já no próximo dia 11 de dezembro, no Pavilhão Desportivo Municipal de Loulé, decorrerá um novo encontro, desta vez através de uma atividade de Voleibol Sentado, numa iniciativa realizada em conjunto com a Associação Desportiva Fénix Loulé.

Andebol Adaptado, Golfe, Dança e Caminhadas fazem também parte do programa de atividades previsto para os próximos meses.

Este é, pois, um projeto que visa a inclusão social, chegando a todos através do desporto, criando oportunidades iguais e permitindo que a pessoa com deficiência tenha acesso à prática de atividade física diversificada e de qualidade, sentindo-se incluída na sociedade através de várias modalidades.

O desporto adaptado é, assim, outro dos compromissos assumidos pelo Município de Loulé tendo em vista a promoção da atividade desportiva enquanto ferramenta de inclusão.

Fonte: GAP da CM LouléDesportoAdapatado2DesportoAdapatado3DesportoAdapatado4

Realizou-se, no passado dia 17 de novembro, o Grande Prémio de Corta Mato da Junta de Freguesia de São Gonçalo, primeira prova pontuável do “XIX Circuito Cidade de Lagos em Atletismo” que o município de Lagos organiza, uma vez mais, com o objetivo de ligar as várias provas de atletismo que se realizam no concelho, fidelizar a participação de atletas e clubes e promover o salutar convívio desportivo.

Neste circuito poderão podem participar atletas federados ou não federados, de ambos os sexos e de qualquer nacionalidade, distribuídos por vários escalões etários.

Das sete provas que compõem o circuito, seis serão pontuáveis, e irão realizar-se em todas as freguesias do concelho. A prova extra e final de encerramento do circuito está marcada para o dia 2 de agosto, na baía de Lagos, onde serão entregues os prémios.

Ao longo dos próximos meses, as provas irão passar por locais como Barão de São João, Odiáxere, Luz e Bensafrim.

Para os interessados em participar nas provas ou apenas assistir a este espetáculo desportivo, aqui fica o respetivo calendário:

25.º Corta-Mato de Barão de São João

2 de fevereiro 2020

Local: Mata nacional de Barão de São João

Organização: União de Freguesias de Bensafrim e Barão de São João

Apoio: Câmara Municipal de Lagos

18.º Grande Prémio de Atletismo de Odiáxere

8 de março de 2020

Local: Vila de Odiáxere

Organização: Junta de Freguesia de Odiáxere

Apoio: Câmara Municipal de Lagos

19.ª Milha “Carlos Cabral” do Clube de Futebol Esperança de Lagos

19 de abril de 2020

Local: Pista de Atletismo do Estádio Municipal

Organização: Clube de Futebol Esperança de Lagos

Apoio: Câmara Municipal de Lagos e Junta de Freguesia de São Gonçalo

21.º Grande Prémio de Atletismo do Clube Cultural, Recreativo e Desportivo Luzense

1 de maio de 2020

Local: Vila da Luz

Organização: Clube Cultural, Recreativo e Desportivo Luzense

Apoio: Câmara Municipal de Lagos e Junta de Freguesia da Luz

17.º Grande Prémio de Atletismo de Bensafrim

27 de junho de 2020

Local: Zona Verde de Bensafrim

Organização: União de Freguesias de Bensafrim e Barão de São João e Clube Estrela Desportiva de Bensafrim

Apoio: Câmara Municipal de Lagos

31.ª Corrida Baía de Lagos (extra pontuação)

2 de agosto de 2020

Local: Lagos – Meia Praia

Organização: Câmara Municipal de Lagos

Fonte: SC da CM LagosCortaMatoBarao

A Pista de Atletismo da Bela Vista abre portas aos inscritos no CMMC Lagoa (Centro Municipal de Marcha e Corrida), à 2ª Feira, das 14h00 às 21h00, de 3ª Feira a 6ª Feira, das 09h30 às 12h30, e das 14h00 às 21h00, e aos sábados das 09h00 às 12h30.

Poderá também usufruir do treino acompanhado com um técnico especializado, que irá orientar duas vezes por semana um grupo de marcha e corrida, à 3ª e 5ª Feira, das 19h00 às 20h00.

Individualmente ou em grupo…Corra à descoberta!!

Saiba mais em: https://worldsmarathons.com/…/programa-nacional-de-marcha-e…

Esta atividade encontra-se inserida no Programa Nacional de Marcha e Corrida, é dinamizada pelo Município de Lagoa através do CMMC Lagoa (Centro Municipal de Marcha e Corrida e conta com o apoio da Federação Portuguesa de Atletismo e o IPDJ

Não perca a oportunidade de praticar desporto!!

Lagoa desporto para todos/as!!

Fonte: GC do Mun Lagoa(Algarve)CentroMarchaCorridaLagoa

Fase de grupos Euro 2020: Quem e onde? O EURO 2020, edição comemorativa do 60º aniversário desta competição, vai ser disputado um pouco por todo o continente europeu pela primeira vez, com 12 cidades anfitriãs.

Na fase de grupos, a equipa das quinas vai defrontar a Alemanha, a França e o vencedor do play-off A, em Munique e Budapeste. França é a atual campeã mundial e a Alemanha é detentora de três titulos europeus, pelo que se avizinham duelos emocionantes.

Os membros do clube de fãs oficial, Portugal+, terão prioridade na compra de bilhetes para os jogos da Seleção Nacional nesta competição, podendo comprar os seus bilhetes através de um código único, que lhes será fornecido por email.

Ainda não é fã registado? Inscreva-se já. É gratuito!

Fonte: FPFFutebolGrEuro2020

Com a chegada da quadra natalícia, chega também a Regata de Natal, no dia 15 de dezembro, domingo, uma das provas mais icónicas do Troféu Ria Formosa 2019/2020 "Regata de Natal", cujo objetivo é juntar toda a família da Vela de Cruzeiro Algarvia!

Traje a rigor e ajude a levar o espírito natalício para as águas da Ria Formosa!

Apareça, leve familiares e amigos!

Fonte: GCNFaroRegataNatalGinasioClub Naval Faro

Parceiros

Mais Kizomba
UF Faro
Gente Gira Algarve
LOGOTIPO_Small
Faro 1540
Pens USB