Notícias

Grid List

Chegados a um novo ano letivo, a Câmara Municipal de Lagoa e os Agrupamentos de Escolas do Município – ESPAMOL e Rio Arade – organizaram no passado dia 10 de setembro o 1º Encontro de Boas Práticas dos Agrupamentos de Escolas de Lagoa. Esta iniciativa, que consistiu em proporcionar um momento de partilha de experiências pedagógicas entre os docentes e outros profissionais dos agrupamentos, contou com um total de 12 propostas de mais de 20 professores, educadores e psicóloga, com projetos e atividades desde o pré-escolar até ao ensino secundário, das mais diversas áreas.

Participaram na sessão de abertura a Vereadora Ana Martins, o Diretor do Agrupamento Rio Arade, Luís Varela, a Diretora do Agrupamento ESPAMOL, Emília Vicente e o Representante do Projeto Aprender+ da Universidade do Algarve, Vítor Gamboa. Assistiram e colaboraram cerca de 300 professores e educadores dos agrupamentos nas dinâmicas das atividades propostas, tendo-se considerado esta iniciativa como um momento importante e de referência para o contexto educativo do município, com grande contributo para o desenvolvimento profissional dos docentes envolvidos.

Ao longo das apresentações destacaram-se diversos aspetos de relevância associados ao processo de ensino-aprendizagem, que poderão ser determinantes no Aprender e no Ser das crianças, como a importância do trabalho cooperativo, da proximidade relacional e colaborativa, e até mesmo dos recursos utilizados. No que diz respeito a este aspeto, destaca-se a utilização de ferramentas digitais e das TIC, mas também a valorização de recursos mais tradicionais utilizados aqui de forma mais criativa e inovadora. Todas as estratégias apresentadas são exemplos de práticas pedagógicas inovadoras, eficazes e com potencial para serem difundidos e adaptados para os mais diversos públicos e áreas. Numa clara valorização do potencial formativo já existente na comunidade educativa, o município de Lagoa proporcionou uma experiência de partilha que espera repetir no próximo ano letivo.

Este encontro enquadra-se no projeto Aprender + Ambientes Educadores Inovadores. Para mais informações poderá consultar www.cm-lagoa.pt

Fonte: GCI do Mun Lagoa(Algarve)BoasPraticasLagoa2BoasPraticasLagoa3BoasPraticasLagoa1

Jovens caçaram 3.900 Kg. de beatas nas praias de Tavira. 156 jovens aderiram à eco prova “caça à beata” que decorreu, entre os dias 27 e 30 de agosto, nas praias do concelho de Tavira (Cabanas, Ilha de Tavira, Terra Estreita e Barril). 3.900 Kg. de beatas foram recolhidos pelos voluntários com idades compreendidas entre 06 e os 16 anos.

A eco prova, iniciativa de cariz lúdico-ambiental, pretende sensibilizar para a temática dos pequenos resíduos abandonados pelos veraneantes, durante a época balnear, bem como premiar quem colabora na prevenção do meio ambiente.

Esta ação surge no âmbito dos compromissos assumidos com a ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa em termos de educação ambiental. Neste sentido, o Município de Tavira em colaboração com a Empresa Municipal TaviraVerde e as diferentes entidades sem fins lucrativos do concelho levaram por diante esta ação.

Esta eco prova contou, ainda, com o apoio dos concessionários, das empresas de transporte marítimo-turístico, fluvial e do transporte turístico facultado pelo Aldeamento Pedras d’ El Rei.

Fonte: Mun de TaviraCacaBeatas

A Monumental Serenata de Abertura do Ano Letivo 2019 / 2020, realiza-se no Largo da Igreja do Carmo, em Faro, dia 18 de setembro, das 23h59 à 01h00. Mais uma edição da Receção ao Caloiro da Universidade do Algarve.

Este evento é organizado pela AAUALG e conta com a participação de toda a comunidade estudantil do Algarve.

Esta será a primeira Serenata dos novos estudantes da Universidade do Algarve. Uma forma única de receber os novos colegas mostrando a tradição académica.

Os In Versus - Grupo de Fados e Guitarradas de Coimbra estarão novamente junto dos companheiros e colegas da Universidade do Algarve.

Entrada livre.

Fonte: In VersusSerenataIgrejaCarmo

 

O "VII em Contra Teatro" realiza-se na Associação Recreativa e Cultural de Músicos (ARCM), em Faro, nos dias 27 e 28 de setembro, sexta-feira e sábado a partir das 15h00.

Encontra teatro no Em Contra Teatro VII !!!

27 de Setembro:

15h00- Abertura do VII Em Contra Teatro

15h30- Espetáculo: The Gentlemad, por Mika Paprika (Montemor-o-Novo)

22h00- JAT- Janela Aberta Teatro (Faro)

23h30- Concerto pelos Azinhaga (Faro)

28 de Setembro:

15h30: Espetáculo: O Lobo e as Feras, pela associação FERA

22h00: Espetáculo: Electra, pela Companhia de teatro do Chapitô (Lisboa)

00h00: Brazilian Day

Fonte: ARCMContraTeatro

Já estão à venda os bilhetes para o festival organizado pela Smooth Entertainment, com o apoio da rádio Smooth FM, que contará com nomes como Javier Colon, Kim Waters e Rick Brown.

O Pine Cliffs, a Luxury Collection Resort recebe, pela primeira vez, o "Algarve Smooth Jazz Festival", um evento que reúne os melhores nomes internacionais do mundo do jazz, soul e funk. Entre 1 e 6 de outubro os convidados terão oportunidade de ouvir a melhor música, com uma vista deslumbrante sobre a falésia algarvia e o mar como pano de fundo.

Pelo palco localizado no fantástico Tabu Garden vão desfilar grandes nomes como Rick Braun, trompetista e cantor que venceu por duas vezes o prémio de Artista Smooth Jazz Artist do ano, o saxofonista Kim Waters, conhecido pelo estilo de jazz romântico, o cantor de soul Javier Colon, o pianista de jazz Bobby Lyle ou ainda Paul Brown, guitarrista e artista a solo, vencedor de dois Grammy enquanto produtor de Urban-Jazz.

Os convidados podem optar por um dos pacotes especiais criados especificamente para o "Algarve Smooth Jazz Festival": Platinum (6 noites com pequeno-almoço e jantar), Gold (5 noites com pequeno-almoço e jantar), Silver (4 noites com pequeno-almoço), Bronze (3 noites com pequeno-almoço) ou Individual (2 noites com pequeno-almoço). Estão também disponíveis bilhetes individuais para os concertos, à venda no site do Smooth Jazz, entre os 55€ e os 89€.

CARTAZ COMPLETO:

1 de outubro: Jam Session com Elan Trotman, Adam Hawley, Blake Aaron, Carl Stanley e Andrew Small.

2 de outubro: Jeff Kashiwa/Adam Hawley (tarde) e Aftershow Chill (meia-noite)

3 de outubro: The Afternoon Chill (tarde); Elan Trotman/Brian Simpson (noite); Aftershow Party (meia-noite)

4 de outubro: The Afternoon Chill (tarde); Blake Aaron/Rick Braun (noite); Aftershow Party (meia-noite)

5 de outubro: Kayla Waters/Geral Veasley (manhã); The Afternoon Chill (tarde); Javier Colon/Kim Waters (noite); Aftershow Party (meia-noite)

6 de outubro: Gabriel Mark Hasselbach/Bobby Lyle (manhã); The Afternoon Chill (tarde); Paul Brown/Farewell Jam Session com Kim Waters, Kayla Waters, Bobby Lyle, Gabriel Mark Hasselbach, Blake Aaron (noite), Farewell Aftershow Chill (meia-noite).

Mais informações sobre o Algarve Smooth Jazz Festival: http://www.algarve.smoothjazzfestival.de/?lang=pt

Fonte: MPRCliffsSMALLMiradouro

 

No âmbito do 69º Troféu Mundial de Acordeão Loulé 2019, acaba de ser criada uma parceria entre a Confederação Mundial de Acordeão e os Concursos Internacionais de Castelfidardo (Itália) e Klingenthal (Alemanha).

Assim, o vencedor da categoria Sénior Clássico em Loulé, este ano, será convidado a realizar um concerto na edição 2020 do Concurso Internacional de Klingenthal (Alemanha). O campeão do mundo eleito em Loulé será também convidado para realizar um concerto e integrar o Júri Internacional na edição 2020 do Concurso Internacional de Acordeão em Castelfidardo (Itália) onde estão sediadas as fábricas de acordeão.

Por sua vez, a Confederação Mundial de Acordeão irá convidar os vencedores da categoria Sénior Clássico de ambos os concursos (Klingenthal e Castelfidardo) para realizarem um concerto e participarem como membros do júri Internacional no 69º Troféu Mundial de Acordeão que terá lugar de 3 a 9 de novembro em Loulé.

Fonte: GAP da CM LouléAcordeaoTrofeuLoule

No período de 9 a 15 de setembro, a Guarda Nacional Republicana (GNR) realizou, em todo o território nacional, uma operação de fiscalização intensiva do uso dos dispositivos de segurança, nomeadamente, do cinto de segurança, dos sistemas de retenção para crianças (SRC) e do capacete, com o objetivo de promover comportamentos mais seguros por parte dos condutores e ocupantes dos veículos, e diminuir a gravidade das consequências dos acidentes de viação.

O cinto de segurança e o sistema de retenção para crianças (SRC) são dispositivos de segurança passiva de um veículo automóvel, que têm por finalidade impedir a projeção dos ocupantes, minimizando a gravidade dos ferimentos, em caso de acidente de viação. Por sua vez, o capacete constitui, para os condutores de veículos de duas rodas, o principal dispositivo de segurança passiva, que tem por função absorver parte da energia do impacto e cujo uso se estima ser responsável por evitar 50% das mortes em resultado de acidente de viação.

Durante o período da operação, foram fiscalizados cerca de 31 mil condutores e detetadas mais de 10 mil contraordenações rodoviárias, sendo que no âmbito dos objetivos desta operação, registaram-se 689 infrações por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança, ou dos sistemas de retenção para crianças, e 21 por falta ou incorreta utilização do capacete.

Ainda no decorrer da operação foram detetadas outras contraordenações rodoviárias, das quais se destacam:

  • 3 066 por excesso de velocidade;
  • 459 por condução sob a influência de álcool, dos quais 192 tinham uma taxa crime;
  • 586 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 460 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 430 por infrações relacionadas com iluminação e sinalização;
  • 261 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

Para além dos 192 condutores detidos por apresentarem uma taxa de álcool superior a 1,2g/l, ainda há a acrescentar a detenção de 80 condutores por não possuírem habilitação legal para conduzir.

No ano 2018, a GNR detetou cerca de 19 mil condutores que não faziam o uso do cinto de segurança, ou estavam a utilizá-lo incorretamente, 1 446 por não utilização do sistema de retenção para crianças, e 936 não utilizavam o capacete, ou utilizavam-no incorretamente, durante a condução de motociclos e ciclomotores. Este ano, até ao dia 31 de agosto, a GNR já tinha detetado quase 16 mil condutores que não faziam o uso do cinto de segurança ou não utilizavam o sistema de retenção para crianças, bem como 638 condutores de motociclos ou de ciclomotores que não utilizavam o capacete.

Perante estes números, a GNR continuará a intensificar as ações de fiscalização e sensibilização no âmbito das medidas de segurança, no sentido de contribuir para a redução dos índices de sinistralidade, bem como para minimizar as consequências dos acidentes rodoviários.

Fonte: GNR-DCRPGNRProtecao

A PortugalFoods, associação que representa o agroalimentar português, promove, nos dias 16, 17 e 18 de setembro, o 2.º Fórum Compradores Internacionais. A iniciativa, que terá lugar na Porto Business School, traz sete grandes players mundiais para conhecerem o que de melhor o setor produz.

Durante os três dias de evento, cerca de 70 empresas vão ter a oportunidade de apresentar os seus produtos a grandes grupos de distribuição de vários pontos do globo, nomeadamente de Angola, Alemanha, Holanda, Luxemburgo, Bósnia, México e Polónia.

“A procura de produtos portugueses tem crescido nos últimos anos, com os mercados externos a reconhecerem cada vez mais a sua qualidade. O Fórum Compradores Internacionais vem dar resposta a esta procura, aproximando os compradores internacionais aos produtores nacionais, mostrando-lhes produtos nas categorias que, de facto, lhes interessam: a PortugalFoods identificou as necessidades destes players e reuniu no fórum os produtos que correspondem à sua procura, aumentando assim a probabilidade das empresas fecharem negócio”, explica Raquel Vieira de Castro, administradora da Vieira de Castro e vice-presidente da PortugalFoods.

Charcutaria, conservas de pescado, peixe e marisco congelado, pastelaria, confeitaria e padaria, molhos e condimentos (preparados de tomate, vinagre, entre outros), azeite e azeitonas, compotas, snacks, arroz, massa e cereais de pequeno-almoço, queijo, legumes e fruta (fresca, congelada e desidratada), refeições pré-cozinhadas, vinho e licores são as categorias em exibição na iniciativa.

Entre os compradores estão a angolana ENOLAD, especializada na importação e distribuição de produtos alimentares e bebidas, a alemã Gourmet Berner, que apesar de ter começado o seu negócios com as frutas, abre leque agora aos mais diversos produtos do agroalimentar, a empresa holandesa ILG Food Group, a grossista luxemburguesa Primafood, a Ledo, empresa bósnia dedicada aos congelados, a mexicana Laguna Innovadora, que procura sobretudo produtos gourmet e biológicos, e a Unifood, empresa polaca totalmente focada na culinária internacional. Os compradores procuram tanto produto final, para comercializar sob a marca portuguesa, como produto passível de ser transformado em private label, nos seus mercados.

O Fórum Compradores Internacionais surge no âmbito do Projeto Portugal Excecional, que visa exaltar a produção nacional, e é financiado pelo COMPETE2020, Portugal2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Fonte: The SquareProdutosPortugueses1

Inserida na sua estratégia de responsabilidade social, a Tranquilidade lançou uma solução de seguros inédita dirigida às corporações e associações de bombeiros, que propõe a recuperação dos resultados dos respetivos contratos sob a forma de donativo ou do pagamento de ações de formação adequadas à atividade.

A solução de seguros é aberta a todas as instituições de bombeiros, sejam profissionais ou voluntárias, e inclui os seguros obrigatórios e os essenciais ao desenvolvimento da atividade dos bombeiros, como acidentes pessoais, acidentes de trabalho, auto-frota, multirrisco empresarial e responsabilidade civil.

A estratégia de responsabilidade social da Tranquilidade tem como uma das áreas prioritárias a prevenção, que é um tema chave na redução dos fogos rurais. Neste âmbito, a Tranquilidade associou-se também à campanha “Portugal Chama”, ajudando a divulgar as mensagens de mobilização de todos os portugueses na luta contra os incêndios.

Fonte: JLM&ABombeirosTranquilidade

A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) vai assinalar, em Portugal, a Semana Europeia de Consciencialização para a Doença Valvular Cardíaca, de 16 a 22 de setembro de 2019. Esta iniciativa integra-se na campanha Corações de Amanhã que conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República.

De acordo com os dados europeus mais recentes apenas 3,8 por cento das pessoas sabem o que é a estenose aórtica, uma das principais doenças valvulares cardíacas. Esta doença afeta cerca de 32 mil portugueses, sobretudo acima dos 70 anos, limitando as suas capacidades e qualidade de vida. Se não for detetada atempadamente, esta doença pode ter um desfecho fatal.

“Acreditamos que ao aumentar a consciencialização sobre as doenças valvulares cardíacas estaremos a garantir que os doentes estão mais informados e capacitados para identificar sintomas (cansaço, dor no peito e desmaios) e recorrer ao profissional de saúde (médico de família ou cardiologista), o que irá permitir o diagnóstico e tratamento atempado”, explica Rui Campante Teles, Coordenador da campanha Corações de Amanhã.

No âmbito da Semana Europeia de Consciencialização para a Doença Valvular Cardíaca, a APIC vai promover uma exposição temática sobre esta doença, dirigida a todas as pessoas, nos átrios dos hospitais portugueses. A exposição tem início marcado no Hospital de Santa Marta – Centro Hospitalar de Lisboa Central, no dia 16 de setembro e no Hospital de Santa Cruz – Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, no dia 19 de setembro, e irá passar pelos hospitais até ao final do ano.

“Esta iniciativa enquadra-se também nos objetivos institucionais da APIC que pretende estar cada vez mais próxima da comunidade, numa perspetiva de consciencialização para a prevenção e diagnóstico precoce das doenças cardíacas. Desta forma, vai poder, também, assegurar que os doentes estão a beneficiar de todas as formas de tratamento modernas e inovadoras disponíveis no SNS português, independentemente da sua condição social ou do local onde habitem” diz João Brum Silveira, presidente da APIC.

A campanha “Corações de Amanhã” pretende aumentar o conhecimento e compreensão sobre a doença valvular cardíaca, promovendo o seu diagnóstico e tratamento atempado. A estenose aórtica e a insuficiência mitral são as principais doenças valvulares cardíacas.

A estenose aórtica é uma doença que afeta cerca de 32 mil portugueses, maioritariamente pessoas acima dos 70 anos, limitando as suas capacidades e qualidade de vida. A aorta é a principal artéria do nosso corpo que transporta sangue para fora do coração. Quando o sangue sai do coração flui da válvula aórtica para a artéria aorta. A válvula aórtica tem como função evitar que o sangue bombeado pelo coração volte para trás. Na presença de estenose, a válvula aórtica não abre completamente, vai ficando cada vez mais estreita e isso impede o fluxo sanguíneo para fora do coração. Se não for detetada atempadamente esta doença pode ter um desfecho letal.

A insuficiência mitral é a segunda doença valvular mais comum, em todo o mundo, e antecipa-se que a sua prevalência aumente nos próximos anos, com o envelhecimento da população. É mais comum em homens e aumenta com a idade. Carateriza-se por um refluxo de sangue pela válvula mitral. À medida que o ventrículo esquerdo bombeia o sangue para a aorta, um pouco de sangue retorna para trás em direção à aurícula esquerda, aumentando o volume de sangue e pressão nesse local. Este aumento da pressão arterial na aurícula esquerda aumenta a pressão do sangue nas veias dos pulmões. Será bombeado menos sangue para a circulação e os pulmões ficam como que encharcados em sangue e isto gera a falta de ar e o cansaço.

A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular, uma entidade sem fins lucrativos, tem por finalidade o estudo, investigação e promoção de atividades científicas no âmbito dos aspetos médicos, cirúrgicos, tecnológicos e organizacionais da Intervenção Cardiovascular. Para mais informações consulte sobre a APIC www.apic.pt e sobre a campanha Corações de Amanhã consulte: www.coracoesdeamanha.pt

Fonte: MiligramaExposicaoHospitais

A Guarda Nacional Republicana (GNR) irá prolongar a Operação Verão Seguro até ao dia 30 de setembro, inicialmente prevista até ao dia 15, tendo em conta a afluência às zonas turísticas do nosso país que se continua a verificar.

Nesta fase da operação, o esforço da GNR  será dirigido à fiscalização de estabelecimentos de diversão noturna, bem como à fiscalização rodoviária, no sentido de garantir a segurança e ordem pública e contribuir para a diminuição da sinistralidade rodoviária.

Fonte: GNR-DCRPGNRProximidade

 

A Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) é a primeira organização do sector social a integrar o Registo de Saúde Eletrónico (RSE) do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Um passo para uma maior integração da APDP no SNS.

“É com agrado que a APDP dá mais este passo pioneiro no sentido de proporcionar às pessoas com diabetes melhores soluções de gestão da doença. Esta partilha vem beneficiar tanto os profissionais de saúde da APDP, como do SNS, mas, acima de tudo, a pessoa com diabetes, que passa a ter disponível na sua Área do Cidadão toda a informação relativa à sua saúde”, explica o presidente da APDP, José Manuel Boavida.

O protocolo de partilha foi assinado entre a APDP e os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) a 10 de setembro e vai permitir aos profissionais de saúde da APDP aceder ao RSE – Área do Profissional. Através do RSE será possível à APDP partilhar, eletronicamente, dados clínicos com as entidades prestadoras de cuidados de saúde do SNS, e vice versa. Por sua vez, o utente poderá consultar a sua informação clínica através do RSE – Área do Cidadão.

Esta assinatura marca o alargamento do RSE, com o objetivo de obter um sistema único de partilha de informação clínica, mais completo, e que permita a tomada de decisões mais adequadas e sustentadas.

Sobre a APDP

Fundada em 1926, a APDP é a associação de pessoas com diabetes mais antiga do mundo. Com cerca de 15 mil associados, desenvolve a sua atividade na luta contra a diabetes e no apoio à pessoa com esta doença, tendo sempre como meta a integração das pessoas com diabetes enquanto elementos ativos na sociedade. A APDP tem sido pioneira na prevenção, na educação e no acompanhamento personalizado. Conhecer melhor a doença e explorar novas formas de tratamento são os seus principais objetivos, a par da criação de estruturas capazes de dar resposta aos diversos problemas que envolvem a diabetes.

www.apdp.pt

Fonte: HK StrategiesServicosMSDiabeticos1

 

Nos próximos dias 18 e 19 de setembro, a AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve participa, em Évora, numa reunião que vai definir o calendário e ações a desenvolver para a concretização do projeto Magalhães, que representa um investimento, até 2021, superior a 27 milhões de euros.

A AMAL é uma das entidades responsáveis pela aposta numa rede de cooperação transfronteiriça, na área do empreendedorismo, através da criação do Centro de Empreendimento de Indústrias Culturais e Criativas (Centro Magalhães), para consolidar e promover uma oferta cultural inovadora no seio da EURORREGIÃO Alentejo-Algarve-Andaluzia - EURO_AAA.

A cooperação nesta área específica fundamenta-se nas raízes históricas, patrimoniais e culturais, ligadas aos descobrimentos, comuns às três regiões envolvidas, bem como à presença de um tecido produtivo de baixa densidade no conjunto do território da EURO_AAA. Este tipo de indústrias são um dos motores da mudança do tecido produtivo das zonas mais desfavorecidas e geram emprego com benefício direto para a população residente.

Este projecto, co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional FEDER através do Programa Interreg V- A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020, prevê a criação do Centro Magalhães, em Sevilha, e de vários polos, no Algarve e no Alentejo. Além disso, pretende-se ainda recriar a rota efetuada por Fernão de Magalhães na primeira circum-navegação do globo, assinalando assim os 500 anos desta façanha. 

No âmbito do projeto Magalhães, a AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve será responsável pela execução de um programa de capacitação, através da realização de eventos de apresentação e aperfeiçoamento de ideias e de capacitação de potenciais empreendedores, no domínio das indústrias criativas e culturais, na elaboração do guia de apoio ao Empreendedor Cultural, criação e colocação em funcionamento do Observatório transfronteiriço das indústrias criativas e culturais, bem como pela realização de uma Feira de Inovação Cultural.

Informação Complementar:

Entidade beneficiária principal | Gerencia de Urbanismo, Ayuntamiento de Sevilla

Entidades beneficiárias | Universidade de Évora, Associação Portuguesa de Treino de Vela (APORVELA), Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRC Alentejo), Direção Regional de Cultura do Algarve (DRC Algarve), Andalucia Emprende-Fundación Pública Andaluza, Instituto da Cultura e das Artes de Sevilha (ICAS), Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve), Cooperativa para o Desenvolvimento dos Territórios da Baixa Densidade (QRER), Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), Agencia Andaluza de Instituciones Culturales (AAIICC).

Informação detalhada sobre o projeto em http://www.poctep.eu/pt-pt/2014-2020/centro-magallanes-para-el-emprendimiento-de-industrias-culturales-y-creativas

Fonte: WL PartnersAMAL

Ontem, dia 11 de setembro, e esta madrugada, do dia 12 de setembro, as duas embarcações da Unidade de Controlo Costeiro (UCC), que se encontram destacadas na ilha de Samos e de Chios, resgataram, no mar Egeu, um total de 113 migrantes, dos quais 49 crianças, 25 mulheres e 39 homens.

Na primeira situação, em Samos, durante uma ação de patrulhamento, os militares da GNR detetaram uma embarcação de borracha que transportava migrantes a bordo, a cerca de 2 milhas náuticas de distância do Porto de Pythagorio. A embarcação detetada tinha cerca de 7 metros, na qual seguiam 37 migrantes a bordo, dos quais 13 crianças, 8 mulheres e 16 homens. O resgate foi efetuado, antes do nascer do sol, pelo que os meios auxiliares a bordo da embarcação, como o radar e os meios de visão noturna, foram fulcrais para o sucesso da deteção da pequena embarcação que transportava os migrantes.

Na segunda situação, a sul da ilha da Chios, no decorrer de uma ação de vigilância junto à costa, os militares da GNR foram alertados, pelas autoridades gregas, para a existência de uma embarcação de borracha de pequenas dimensões, onde seguiam 39 migrantes. De imediato, a embarcação da GNR que efetuava patrulhamento marítimo naquela área de operações, deslocou-se para o local indicado realizando o resgate dos migrantes. Esta operação revelou-se de enorme dificuldade devido ao número elevado de crianças, sendo resgatadas 21 crianças, com idades compreendidas entre os 5 meses e os 17 anos, 9 mulheres e 9 homens, com idades compreendidas entre 20 e os 65 anos.

Esta madrugada, a sul da ilha de Samos, equipa terrestre de vigilância marítima da UCC, designada de Thermal Vision Vehicle (TVV), através dos equipamentos de visão térmica e noturna, detetou uma pequena embarcação de borracha, sobrelotada e à deriva, tendo a bordo mais 37 migrantes, dos quais 15 crianças, 8 mulheres e 14 homens. De imediato, esta equipa deu o alerta à embarcação da GNR, que se encontrava a patrulhar aquela área, a qual prontamente se deslocou para o local, permitindo resgatar os migrantes.

Em ambos os casos os militares deram início ao resgate começando pelas crianças, de seguida as mulheres e, por último, os homens.

Aquando do transporte, verificou-se a existência de um ferido a bordo e também que grande parte dos migrantes se encontravam molhados, tendo sido distribuídas mantas térmicas, de forma a evitar casos de hipotermia. Após o resgate os migrantes foram transportados, em segurança, para o Porto de Pythagorio (Samos) e para o Porto de Chios.

Só no presente ano de 2019, e até ao momento, a GNR efetuou mais de 721 patrulhas, o que corresponde a mais de 5 000 horas de empenhamento, percorreu 63 000 mil quilómetros e efetuou 4 600 milhas náuticas, tendo detetado 207 embarcações e auxiliado 1 842 migrantes.

A operação decorreu no âmbito da missão da Agência Europeia de Fronteira e Guarda Costeira (FRONTEX) no Mar Egeu. Esta operação europeia visa "prevenir, detetar e reprimir casos de imigração ilegal, tráfico de seres humanos e outros crimes fronteiriços, contribuindo fundamentalmente para a salvaguarda de vidas humanas no mar através de missões de busca e salvamento".

Fonte: GNR-DCRPGNRUSS113Grecia1GNRUSS113Grecia2

 

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através de militares destacados na ilha Chios, no âmbito da missão da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (FRONTEX), ontem, dia 08 de setembro, detetaram 9 migrantes, numa zona rochosa e inacessível, na ilha de Inousses - Grécia.

Durante uma ação de patrulhamento marítimo, os militares da GNR foram alertados para uma situação de busca e resgate, em que migrantes poderiam estar junto à orla costeira de Monastiri Oinouson, na ilha de Inousses. Os militares com o auxílio de equipamentos óticos, acabaram por encontrar um grupo de migrantes encurralados, numa zona de escarpa e bastante rochosa, o que não permitia a aproximação da embarcação e efetuar o resgate pelo mar. Assim, os militares informaram as autoridades helénicas, de forma a que os migrantes fossem resgatados a partir de uma equipa terrestre.

O grupo era constituído por 9 migrantes, dos quais uma criança, com 5 anos, uma mulher e sete homens, tendo sido resgatados por uma força grega, através de escala com o auxílio de cordas.

A GNR, nesta missão da FRONTEX, desenvolve ações nas fronteiras terrestres e marítimas com a finalidade de prevenir, detetar e reprimir ilícitos relacionados com a imigração ilegal, tráfico de seres humanos e outros crimes transfronteiriços, contribuindo fundamentalmente para a salvaguarda de vidas humanas.

Fonte: GNR-DCRPGNR9migrantesGrecia

O Algarve participa uma vez mais KLM OPEN, que este ano comemora o seu centenário, a ter lugar no campo de golf The International, perto do aeroporto de Schiphol, na Holanda, de 12 a 15 de setembro 2019.

Com um espaço de 32 m2, a ATA far-se-á acompanhar por sete empresas associadas - Benamor Golf, Boavista Golf, Castro Marim Golf, Espiche Golf, Quinta do Lago Golf, Tivoli/Minor Hotels, Vidamar Hotels - com o objectivo de dar a conhecer a sua oferta bem como estabelecer novos contactos com operadores turísticos de golf ou, manter os existentes.

Este torneio, com transmissão televisiva internacional, é a plataforma ideal para promover o destino junto dos golfistas holandeses. O evento irá proporcionar uma forma única de comunicar, não só com este importantíssimo target, mas também com a audiência global do mundo do golfe em que o Algarve terá cobertura televisiva, como Destino Europeu Oficial (banners on course, circuito interno TV, programa/starting-sheet).

Para informações adicionais por favor consulte: www.klmopen.nl

Produto: Golfe
Mercado: Holanda

Fonte: ATAGolfeKLMOpen

ATA

A partir de hoje, dia 01 de setembro, no âmbito das operações da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (FRONTEX), a Guarda Nacional Republicana (GNR) reforça o seu contingente na Grécia, no apoio aos migrantes, passando a estar presente na ilha de Chios.

Com o objetivo de prevenir, detetar e fazer cessar ilícitos relacionados com a criminalidade transfronteiriça, especialmente relacionada com a migração ilegal e o tráfico de seres humanos, a GNR vai projetar uma força constituída por 13 militares, que irão constituir uma Equipa de Vigilância e Patrulhamento Marítimo, com uma Embarcação de Alta Velocidade (EAV), e uma Equipa de Vigilância Terrestre (Thermo Vision Vehicle), com utilização de câmaras de visão térmica.

A EAV é uma embarcação equipada com dois motores de 350 cavalos e carateriza-se por ser veloz e com grande capacidade de manobrabilidade. A embarcação possui ainda um sistema de visão noturna e permite o embarque fácil de pessoas, o que ajuda nas missões de busca e resgate de migrantes.

Estas equipas, através da vigilância de costa e do patrulhamento marítimo, têm como principal missão de detetar embarcações e auxiliar os migrantes que, diariamente, tentam atravessar o mar Egeu, em embarcações rudimentares, colocando em risco a sua vida.

Durante o ano de 2019, a GNR irá continuar a destacar forças para diferentes missões e tarefas na FRONTEX, num total de 90 militares, de diversas valências e que estarão presentes em países como a Bulgária, Croácia, Espanha, Grécia, Itália, Lituânia, Macedónia, Polónia, Roménia e Ucrânia, os quais irão desenvolver missões de:

  • Vigilância marítima, com o empenhamento de duas embarcações;
  • Vigilância terrestre e apoio ao controlo das fronteiras, desenvolvidos por binómios cinotécnicos de segurança e intervenção e binómios de busca e socorro, bem como patrulhamento com recurso a veículos todo-o-terreno. Na Grécia, os veículos estão dotados de câmaras de visão térmica (Thermo Vision Vehicle) e de sistemas de vigilância e deteção através de radar e de câmaras diurnas e noturnas, de alta resolução e alcance, como é o caso do Posto de Observação Móvel;    
  • Investigação criminal, com a recolha de impressões digitais e registo dos migrantes, para efeitos de asilo, e verificação de viaturas suspeitas.

Só no presente ano de 2019, e até ao momento, a GNR efetuou mais de 630 patrulhas, o que corresponde a mais de 4 150 horas de empenhamento, percorreu 57 mil quilómetros e efetuou mais de 4 mil milhas náuticas, tendo detetado 200 embarcações e auxiliado 1 700 migrantes.

Vídeos de resgates efetuados pela GNR durante o mês de agosto:

Fonte: GNR-DCRPGNROperacaoFrontex

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através de militares destacados na ilha de Samos-Grécia, no âmbito da missão da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (FRONTEX), esta madrugada, dia 16 de agosto, resgatou 23 migrantes, na Baía de Kerveli - ilha de Samos, no mar Egeu.

A equipa terrestre de vigilância marítima da UCC, designada de Thermal Vision Vehicle (TVV), através dos equipamentos de visão térmica e noturna, detetou uma pequena embarcação de borracha, com cerca de 6 metros de comprimento, sobrelotada e à deriva, tendo a bordo 23 migrantes, dos quais 7 crianças, 7 mulheres e 9 homens. De imediato, esta equipa deu o alerta à embarcação da GNR, que se encontrava a patrulhar aquela área, a qual prontamente se deslocou para o local, permitindo resgatar os 23 migrantes junto à costa.

Aquando da aproximação à embarcação os militares deram início ao resgate, começando pelas crianças, tendo ainda prestado apoio de imediato, distribuindo águas e produtos alimentares, dado que os migrantes apresentavam sinais visíveis de desidratação. Os migrantes foram colocados na embarcação da GNR e transportados em segurança para o Porto de Malagari.

Também esta madrugada, e no decorrer de uma ação de vigilância junto à costa, efetuada pelo Posto de Observação Móvel (POM), o qual está dotado com sistemas de vigilância e deteção através de radar e de câmaras diurnas e noturnas, de alta resolução e alcance, foi possível aos militares da GNR detetarem, na zona noroeste da ilha de Samos, uma embarcação com 62 migrantes a bordo, também com excesso de lotação, o que poderia colocar em causa a navegabilidade da mesma. De imediato, a equipa estabeleceu contacto com uma embarcação da Grécia, que se encontrava nas imediações e ao serviço da FRONTEX, o que possibilitou efetuar o resgate com sucesso.

A GNR, nesta missão da FRONTEX, desenvolve ações nas fronteiras terrestres e marítimas com a finalidade de prevenir, detetar e reprimir ilícitos relacionados com a imigração ilegal, tráfico de seres humanos e outros crimes transfronteiriços, contribuindo fundamentalmente para a salvaguarda de vidas humanas.

Fonte: GNR-DCRPGNRResgate85Grecia

O Município de Faro volta a promover mais um ano, o “Faro Ativo”. Com um programa arrojado e adaptado a todas as camadas da população, de 7 de setembro a 20 de outubro, o evento marca o início do ano desportivo, com a apresentação de várias atividades desportivas e recreativas para miúdos e graúdos.

Em estreita colaboração com o tecido associativo e empresarial do concelho, parceiros cruciais para o sucesso do evento, o mesmo decorre no Parque de Lazer das Figuras, como palco principal, mas também em diversas instalações desportivas do concelho, onde várias modalidades poderão ser experimentadas.

Destaque para a Mostra “Desporto em Faro”, a decorrer nos dias 28 e 29 de setembro no palco principal, onde as actividades ao ar livre se adaptam na perfeição:

Zumba, power jump, body combat, hip hop, HIIT gym combat, treino funcional, body attack, body balance, piloxing, ballet fit, body balance, yoga, pilates, capoeira, patinagem, futebol, atletismo, defesa pessoal, karaté, aikido, jujutsu, karaté, boxe, voleibol, futvolei, ginástica, xadrez, volteio a cavalo, andebol, basquetebol, BTT, entre outros.

A Mostra termina com o Sunset Zumba Color Party, a partir das 18h.

Destaque ainda para as actividades náuticas a realizar, no Centro Náutico da Praia de Faro:

Dia 15 de Setembro - Torneio de voleibol de praia,

Dia 28 de Setembro – Mais uma edição do Faro Aventura,

Dia 29 de Setembro – Passeios em caiaque, stand up paddle, vela, windsurf, canoagem, S.U.P Fitness.

A decorrer em instalações desportivas do concelho, o Faro Ativo promove ainda: torneios de futsal, regatas de vela, marcham corrida, torneios de futebol infantil “Água de Faro” nos dias 21 e 22 de setembro e “Centenarium” nos dias 28 e 29 de setembro, meeting nacional e torneio de patinagem, skate meeting, open day das Piscinas Municipais no dia 21 de Setembro, Faro International Cup de 4 a 6 de Outubro, entre muitas outras actividades.

Inserida na Semana Europeia da Mobilidade e parte integrante também do Faro Ativo 2019, realiza-se a 18 de setembro a Marcha Corrida Nocturna, a partir da 19h30, com partida da Doca de Recreio.

A vertente social do evento será assegurada pela Divisão de Intervenção Social e Politicas Participativas, com a realização de actividades de sensibilização para o desporto adaptado, em parceria com as associações de solidariedade do concelho.

Para aceder ao programa completo, informações e inscrições visite-nos em www.cm-faro.pt, na página do Facebook “Desporto em Faro” ou contacte a Divisão de Desporto e Juventude, através do telefone 289 870 843 ou do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Fonte: GRP da CM FaroFaroAtivo

Ao fim de cinco jornadas, o mestre internacional Paulo Dias lidera isolado a Fase Final do Campeonato Nacional Absoluto de xadrez, que decorre nas instalações do Teatro Municipal de Portimão (TEMPO). O jogador da A.Xat de Montemor-o-Novo soma 4 pontos, mais meio do que um trio, formado pelo grande mestre Luís Galego e pelos mestres internacionais André Ventura Sousa e Rui Dâmaso.

Na quinta ronda, Paulo Dias, que já seguia isolado na frente, empatou, de negras, com André Ventura Sousa, e logrou manter o comando, beneficiando do empate cedido por Luís Galego ao mestre internacional Sérgio Rocha. A fazer um campeonato abaixo das suas possibilidades, Sérgio Rocha conseguiu aqui o primeiro empate na prova, após quatro derrotas.

Com quatro jornadas para terminar, a Final do Nacional mantém-se muito aberta, mas Paulo Dias parece reunir condições para voltar a conquistar o título, ele que já subiu ao trono nacional nos anos de 2010 e 2011. O torneio, inserido no festival de xadrez de Portimão Cidade Europeia do Desporto, termina no domingo, dia 15 de setembro, com rondas diárias.

5.ª JORNADA –RESULTADOS:

José Francisco Veiga (MF, EX Porto)-Pedro Rego (MF, A.Xat Montemor-o-Novo), 1-0;

Sérgio Rocha (MI, Barreirense)-Luís Galego (GM, Assembleia Figueirense), empate;

João Leonardo (MF, Academia A.Xat)-Rui Dâmaso (A.Xat Montemor-o-Novo), 0-1;

André Fidalgo MN, Santoantoniense)-António Fernandes (GM, AX Portugal), empate;

André Ventura Sousa (MI, AX Gaia)-Paulo Dias (MI, A.Xat Montemor-o-Novo), empate.

CLASSFICAÇÃO:

1.º Paulo Dias, 4 pontos; 2.ºs André Sousa, Luís Galego e Rui Dâmaso, 3,5; 5.ºs António Fernandes e José Francisco Veiga, 3; 7.º André Fidalgo, 2,5; 8.º João Leonardo, 1; 9.ºs Pedro Rego e Sérgio Rocha, 0,5.

Fonte: FPXXadrezPauloDias

No fim de semana de 21 e 22 de setembro, o basquetebol volta a estar em destaque, em Albufeira. O pavilhão desportivo da cidade acolhe a “Albufeira Basket Cup”, que junta o clube da terra - o Imortal –, o Galitos, o Barreirense e o Sporting, que regressa este ano à principal liga da modalidade após 24 anos sem basquetebol sénior masculino. Os jogos disputam-se a partir das 17h00, no sábado, e das 16h00, no domingo.

Este ano são quatro, os clubes de basquetebol que irão disputar a “Albufeira Basket Cup”, nos dias 21 e 22 de setembro, no Pavilhão Desportivo da cidade.

Imortal BC, Galitos FC, FC Barreirense e Sporting CP vão dar a conhecer as equipas de seniores masculinos para a nova época desportiva, nestes jogos que servem também de preparação para o campeonato que começa já em outubro. A Liga Placard de basquetebol tem início a 5 de outubro e a Proliga, onde joga o Imortal BC, começa no dia 12.

No sábado, 21, o Imortal e o Barreirense defrontam-se naquele que será o primeiro jogo da “Albufeira Basket Cup”, agendado para as 17h00. No intervalo serão apresentadas as equipas dos vários escalões do Imortal BC aos sócios e ao público presente.

Mais tarde, pelas 19h30, assistiremos ao Sporting vs Galitos, uma partida que coloca em campo o clube de Alvalade, afastado da modalidade há 24 anos. Os leões deixaram de ter equipa de seniores masculinos a partir de 1995 e até então foram oito vezes campeões nacionais de basquetebol, a última em 1981/1982.

Para o dia 22 de outubro, domingo, estão reservados o jogo do 3.º e 4.º lugar, às 16h00, e a final às 18h30.

Convidamo-lo a conhecer de perto os jogadores desta temporada e a apoiar o basquetebol, uma modalidade que tem vindo a crescer no concelho de Albufeira.

A entrada é livre e o acesso aos jogos é gratuito.

Fonte: GRP da CM AlbufeiraBasketCupAlbufeira

Um dos mais relevantes torneios de golfe joga-se de 12 a 15 de Setembro pelo terceiro ano consecutivo no Morgado Golf Course, em Portimão, com 200 mil euros de “prize-money” e 156 jogadores, dos quais 18 são portugueses.

A Federação Portuguesa de Golfe (FPG), a PGA de Portugal, o grupo NAU Hotels & Resorts e o Challenge Tour organizam a 57.º edição do Open de Portugal @ Morgado Golf Resort, que se desenrolará entre hoje e dia 15 de Setembro no Morgado Golf Course, da NAU Hotels & Resorts, em Portimão, Algarve.

Pontuável para o Challenge Tour, a competição de futuros talentos profissional europeia, logo abaixo do European Tour, a prova terá 200 mil euros para distribuir em prémios monetários (o que o torna um dos mais ricos torneios do circuito) e contará com 156 jogadores, dos quais 18 são portugueses.

Ricardo Santos e Filipe Lima, ambos já com uma vitória nas provas do circuito Challenge Tour este ano, serão figuras incontornáveis no torneio do campo do Morgado.

“Os dois jogadores portugueses irão aproveitar ao máximo a etapa jogada em Portugal para se cimentarem no topo da Ordem de Mérito e acederem, na próxima época, ao principal circuito profissional europeu” destaca Miguel Franco de Sousa, Presidente da FPG.

Para Mário Azevedo Ferreira, CEO do grupo NAU Hotels & Resorts, “a realização do Open de Portugal @ Morgado Golf Resort no Morgado Golf Resort nos 3 últimos anos tem permitido maximizar a projeção da qualidade excecional dos nossos três campos no Algarve e posicioná-los no panorama das competições de golfe internacionais”.

O Torneio Open de Portugal é um dos mais antigos e por isso mais emblemáticos do calendário Europeu. Quando o European Tour nasceu em 1972, o Open de Portugal já existia desde 1953 e foi logo um dos eventos fundadores da do principal circuito europeu.

Desde essa primeira edição e até 2010, só não se jogou em 1957, 1965, 1970, 1980 e 1981, mas esteve ausente de 2011 a 2016, regressando em 2017 ao Morgado Golf Course, um campo da NAU Hotels & Resorts no concelho de Portimão.

O Morgado Golf Course proporciona uma experiência de golfe surpreendente, não só devido ao enquadramento natural da paisagem que o rodeia mas também pelas suas excecionais infraestruturas de golfe: dois campos de 18 buracos, o Morgado e Álamos, clubhouse e pro-shop, academia de golfe e uma unidade de alojamento – NAU Morgado Golf & Country Club. Este Resort foi totalmente concebido para golfistas sendo agora o anfitrião do histórico Open de Portugal @ Morgado Golf Resort.

Programa da 57.º edição do Open de Portugal @ Morgado Golf Resort AQUI

Fonte: BA&NGolfeOpenPortugalGolfeOpenPortugal1

A defesa do Título continua. A qualificação para o Euro 2020 vai a meio e o apoio dos fãs é decisivo! Dia 11 de outubro Portugal joga frente ao Luxemburgo, às 19h45 no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

Neste jogo vai poder escolher o seu lugar em qualquer parte do estádio e receber o bilhete por email.

Adira ao clube de fãs oficial da Seleção Nacional, Portugal+, e tenha 50% de desconto nos bilhetes!

Contamos consigo?

COMPRA BILHETES AQUI

Fonte: FPFFutebolTituloLisboa

Mariana Silva estreia-se na galeria de campeãs nacionais Num dos mais equilibrados Campeonatos Nacionais Femininos de sempre, Mariana Silva (Didaxis-A2D) sagrou-se como a nova rainha do xadrez português, após torneio que decorreu no Teatro Municipal de Portimão (TEMPO), no qual a incerteza durou até aos últimos movimentos.

Mariana Silva estreia-se na galeria de campeãs após ter somado 3,5 pontos nas cinco jornadas da prova, os mesmos das segunda, terceira e quarta classificadas, respetivamente Ana Inês Silva (Didaxis-A2D), Filipa Pipiras (GD Dias Ferreira) e SaraSoares (EX Porto).

Apesar de ter sido derrotada na quinta ronda por Filipa Pipiras, Mariana Silva beneficiou de um melhor sistema de desempate para garantir o primeiro lugar, que já ocupava à entrada da jornada decisiva.

Com o título obtido em Portimão, Mariana Silva garantiu um lugar na seleção feminina que representará Portugal nas Olimpíadas de 2020, que se realizarão em Khanty-Mansiysk (Rússia).

A jogadora da Didaxis-A2D juntou o ceptro feminino em ritmo clássico à coroa de partidas rápidas, que tambémconquistou em Portimão, um dia antes do início do Nacional feminino. O título de semi-rápidas, esse, ficou com Ana Inês Silva, irmã de Mariana Silva, a outra grande protagonista das competições de Portimão.

Os Nacionais femininos foram marcados por uma onda de juventude, na qual se destacaram as terceira e quarta classificadas, Filipa Pipiras e Sara Soares, ambas de 13 anos.

CLASSIFICAÇÃO FINAL:

1.º Mariana Silva (Didaxis-A2D), 3,5 pontos;

2.º Ana Inês Silva (Didaxis-A2D), 3,5;

3.º Filipa Pipiras (GD Dias Ferreira), 3,5;

4.º Sara Soares (EX Porto), 3,5;

5.ª Camila Avelino (Estrelas S. João de Brito), 3;

6.º Raquel Duque (Brreirense), 3;

7.º Rita Jorge (Galitos-Grupel), 2,5;

8.º Marta Leite (CX Montemor-o-Velho), 2,5;

9.º Sara Monteiro (ADRC Mata de Benfica), 2;

10.º Victoria Cymbron (NS São Miguel), 2;

11.º Ana Gonçalves (Barreirense), 1;

12.º Beatriz Gonçalves (Barreirense), 0.

Fonte: FPXXadrezFeminino

 

Parceiros

Mais Kizomba
UF Faro
Gente Gira Algarve
LOGOTIPO_Small
Faro 1540
Pens USB