“Relança-te” tem Bolsas para Projetos de todo o País

0
711
Relança-te

Regressou o programa “Relança-te”, uma iniciativa que capacita empreendedores desempregados ou com perda de rendimentos a construírem negócios voltados para a mudança social e sustentável. Nesta 4ª edição, o objetivo é claro: tornar o “Relança-te” numa “universidade prática de empreendedorismo real e com impacto”, com talentos do litoral e do interior do país. Já foram entregues mais de 50 000 euros aos melhores projetos.

Estão reabertas as candidaturas para a 4ª edição do“Relança-te”, um programa que pretende apoiar empreendedores portugueses, desempregados ou com redução significativa dos seus rendimentos, no desenvolvimento das suas ideias. O objetivo desta edição passa por afirmar o “Relança-te” como uma “universidade prática de empreendedorismo real e com impacto”, feito online, para alcançar  talentos do litoral e do interior do país, com projetos inovadores voltados para a mudança social e sustentável. Nas últimas 3 edições mais de 25% dos participantes localizaram-se no Alentejo e Algarve.

Esta iniciativa surge da parceria entre a Fundação Ageas e a Maroong, e conta com resultados bastante motivadores para os futuros formandos: já acima dos 150 participantes, mais de 98% mantêm os seus projetos ativos ou conseguiram empregar-se. Através da Fundação Ageas, já foram entregues mais de 50.000€ aos melhores projetos.

“É um projeto gratificante porque trata-se de mudar a vida de pessoas, que têm projetos que mudarão a vida a outras pessoas. Sabemos que estamos a fazer um bom trabalho quando percebemos que certos “Relançados” têm as suas faturações aumentadas em pouco tempo de atividade”, afirma Catarina Miguel Martins, CEO da Maroong.

Com este programa, já foram fundados laboratórios criativos de Design no Alentejo (agência Olho do Cão) até a instituições, sediadas no Algarve, que pretendem dar uma nova voz à transição energética (Sustainable Energy Youth Network).

“Somos um país de empreendedores e, cada vez mais, empreendedoras. Temos projetos brilhantes, de norte a sul do país, que merecem uma oportunidade como esta”, afirma Catarina Miguel Martins.

Segundo João Machado, Presidente do Conselho de Administração da Fundação Ageas, a capacitação poderá ser a chave para a saída de situações de vulnerabilidade ou para a sua prevenção: “O empreendedorismo é uma possível saída para muitas pessoas que querem mudar de vida e começar um novo caminho. O “Relança-te” possibilita aos empreendedores acesso a capacitação e apoio à entrada neste ecossistema. Este projeto é revolucionário pois, para além de ajudar no modelo negocial, apoia os participantes na reflexão sobre o impacto social e ambiental que vão produzir na sua comunidade”, conclui.

A participação é gratuita e as inscrições para esta 4ª edição estão abertas até 26 de outubro.

Inscrição no programa: https://www.escoladeimpacto.pt/cursos/relanca-te

Relança-te

Relança-te-Escola-Impacto