Turismo do Algarve Introduz o Selo de Eficiência Hídrica “Save Water” para Enfrentar a Escassez de Água na Região

0
473
Selo-Save-Water

Turismo lança linha de apoio + Eficiência, com uma dotação de 10 milhões de euros para implementação das medidas previstas na adesão ao selo “Save Water”. Entre estas estão a substituição dos chuveiros e autoclismos por modelos mais eficientes e redução da rega dos espaços verdes, entre outras. Na cerimónia ficou-se ainda a conhecer a campanha “Save Water, Be a Futourist”, motivando os turistas para a poupança de água.

O auditório do Turismo do Algarve, em Faro, foi esta segunda-feira palco da apresentação das iniciativas do Turismo voltadas para a eficiência hídrica na região. O destaque principal recaiu sobre o novo selo de eficiência hídrica “Save Water”, promovido pelo Turismo do Algarve em parceria com o Turismo de Portugal e a ADENE – Agência para a Energia.

Presidida pelo Secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, a sessão não apenas enfatizou a importância da iniciativa, como também celebrou o 54.º aniversário da Região de Turismo do Algarve, criada pelo Decreto-Lei n.º 114/70, de 18 de março.

O presidente do Turismo do Algarve, André Gomes, apresentou a carta de compromisso com a eficiência hídrica do setor do turismo, delineando o quadro de medidas a serem adotadas pelos empreendimentos turísticos subscritores para reduzir em 15% o volume de água consumido pelo setor urbano, onde se inclui o setor turístico. Isso inclui um plano de ação que visa responder de forma imediata à escassez hídrica na região.

Por sua vez, Ana Paula Rodrigues, vice-presidente da ADENE, detalhou medidas específicas de eficiência hídrica a serem implementadas pelos empreendimentos turísticos no Algarve. Isso inclui a substituição dos chuveiros e dos autoclismos por modelos mais eficientes, a redução da rega dos espaços verdes, a escolha de espécies de plantas adaptadas ao clima da região ou a suspensão do funcionamento de lagos e fontes ornamentais.

Estas e outras medidas prioritárias ou estruturantes, num total de 60 propostas concretas, demonstram o compromisso dos empreendimentos turísticos no Algarve com a eficiência hídrica, contribuindo para a conservação desse recurso vital e para a sustentabilidade ambiental da região.

O Turismo de Portugal, através do seu presidente, Carlos Abade, apresentou os mecanismos de financiamento para apoiar as empresas no seu esforço de melhoria da eficiência no consumo hídrico, através, nomeadamente, da Linha de apoio + Eficiência Hídrica Algarve. Trata-se de uma Linha com uma dotação de 10 milhões de euros e cujo financiamento a atribuir é circunscrito às despesas necessárias para implementação das medidas previstas na adesão ao selo “Save Water”.

O Turismo de Portugal, através da sua vogal do Conselho Diretivo, Lídia Monteiro, também apresentou uma campanha com o objetivo de sensibilizar e desafiar os turistas a serem parte ativa no compromisso de poupança de água aquando da sua viagem à região. A campanha “Save Water, Be a Futourist” é um convite a mudar comportamentos, motivando os turistas a viver o destino e as suas férias de uma forma diferente, mais consciente na proteção da natureza e equilibrada no uso dos recursos naturais, como é a água.

Essas iniciativas refletem o reconhecimento da urgência em lidar com a escassez hídrica no Algarve e demonstram o compromisso do setor do turismo em adotar medidas proativas para garantir a sustentabilidade ambiental e económica da região. O selo de eficiência hídrica “Save Water” representa um marco significativo nesse esforço conjunto.

BDC