III Feira da Proteção Civil decorreu em Albufeira

0
228
Feira Protecao Civil Albufeira 1

A Feira da Proteção Civil do Município de Albufeira abriu oficialmente portas no dia 30 de março, no Espaço Multiusos da cidade, com o objetivo de dar a conhecer a missão, meios e recursos de várias entidades com competência na área da Proteção Civil, melhorar o conhecimento dos riscos existentes e estimular a participação dos cidadãos.

A Iniciativa, que se realiza no concelho pelo terceiro ano consecutivo, insere-se no âmbito das comemorações do Dia da Proteção Civil que este ano destacou a importância da coordenação de esforços no combate eficiente às catástrofes.

A III Feira da Proteção Civil de Albufeira esteve a decorrer de 28 de março a 1 de abril em vários locais do concelho. À semelhança das edições anteriores, o certame abrangeu as áreas da Proteção e Combate a Incêndios, Segurança de Pessoas e Bens, Socorro e Salvamento, Segurança e Saúde no Trabalho, Segurança na Circulação, nos Transportes e Comunicações.

A iniciativa insere-se no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Proteção Civil, que se assinala a 1 de março, e que este ano evoca o tema “Juntos para a Redução de Catástrofes”, chamando a atenção para a importância da coordenação de esforços entre serviços de proteção civil, as restantes entidades da Administração e os Cidadãos para prevenir e responder a catástrofes de modo eficiente.

Ao longo de cinco dias realizaram-se seminários, workshops, palestras informativas, simulação de sismos, que decorreram paralelamente à apresentação de dispositivos e equipamentos dos vários agentes de Proteção Civil e das entidades Cooperantes.

A abertura oficial do evento realizou-se na passada quinta-feira, dia 30 de abril, e contou com as intervenções de José Carlos Rolo, vice-presidente da Câmara Municipal de Albufeira, Ana Vidigal, vereadora responsável pelo pelouro da Proteção Civil e Paulo Freitas, presidente da Assembleia Municipal.

José Carlos Rolo agradeceu a presença de todas as entidades presentes e elogiou a forma como o evento, que é uma organização da responsabilidade do Serviço Municipal de Proteção Civil, tem vindo a decorrer ao longo dos anos. O autarca destacou que “estão reunidas todas as condições para que o certame que assenta em três pilares fundamentais: organização, entidades participantes e o público a que se destina (alunos das escolas, funcionários e população em geral), seja um sucesso”. José Carlos Rolo sublinhou a importância da conjugação de esforços, quer no âmbito da prevenção quer da resposta em todas as situações de risco. “A Proteção Civil é uma responsabilidade de todos, não só das entidades com competência na matéria e que são nossos parceiros na organização do evento, mas de todos a nível individual e coletivo” disse, reforçando, igualmente, a pertinência do envolvimento dos cidadãos no conhecimento dos riscos.

“ Albufeira faz parte da rede mundial de cidades educadoras e esta Feira é um excelente exemplo da importância daquilo que é a transmissão de conhecimentos e a educação dos cidadãos. Destaque-se as ações de sensibilização no âmbito do programa, nomeadamente as vocacionadas para os funcionários da Autarquia e a que ontem decorreu no Auditório da Escola Básica e Secundária de Albufeira, bem como as inúmeras palestras e workshops dirigidos ao público em geral a decorrer na sala A e Sala B do EMA, a partir desta tarde até ao próximo dia 1 de abril”. O vice-presidente aproveitou para agradecer também a participação da Escola Agostinho Roseta – polo de Albufeira, que para além de colaborar no evento no apoio ao nível do serviço de bar, levou os alunos dos cursos de Turismo, Informática, Restauração e Bar a visitar a Feira e a assistir a algumas das palestras e workshops.

Ana Vidigal agradeceu a todos os agentes de proteção civil e às entidades parceiras do evento: Autoridade Nacional de Proteção Civil, Administração Regional de Saúde do Algarve, Corpo de Bombeiros Voluntários de Albufeira, Autoridade e Polícia Marítima, Forças Armadas, Guarda Nacional Republicana, Cruz Vermelha Portuguesa, Infraestruturas de Portugal, ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, Universidade do Algarve, Associação de Nadadores Salvadores de Albufeira e diversas empresas privadas e aproveitou para destacar a presença, pela primeira vez, do Corpo Nacional de Escutas que qualificou como “colaboradores de primeira linha” do SMPC, da equipa de Paramédicos de Catástrofe Internacional e da EDP. A vereadora voltou a destacar a importância do tema deste ano do Dia da Proteção Civil, tendo reiterado a opinião de que “a Proteção Civil é uma responsabilidade de todos, mas que deve ser uma responsabilidade partilhada, de forma a prevenir e a responder eficazmente em todas as situações de risco. Por isso na terceira edição da Feira decidimos abordar todas as espécies de risco, com especial enfoque no risco sísmico, para o que pudemos contar com a colaboração da Universidade do Algarve que apresentou uma palestra sobre o Risco Sísmico em Albufeira e fizemos, pela primeira vez, a experiência com um simulador de sismos, equipamento gentilmente disponibilizado pelo Município das Caldas da Rainha”. A responsável pelo pelouro da Proteção Civil no Município de Albufeira sublinhou que o evento, que é aberto a toda a comunidade, apostou num olhar voltado para dentro da própria organização, nomeadamente através de ações de sensibilização aos trabalhadores da autarquia e da realização de um exercício de evacuação perante um cenário de sismo no edifício dos Paços do Concelho. “Estas ações servem para testar as medidas de autoproteção que já existem. Por outro lado, consideramos que são medidas muito eficazes pois os trabalhadores são excelentes veículos de transmissão de conhecimentos em relação à sua família e à própria comunidade onde se encontram inseridos”, afirmou. Ana Vidigal chamou ainda a atenção para a importância da apresentação de dispositivos e equipamentos dos vários Agentes de Proteção Civil e entidades cooperantes, demonstrações de cavalos e cinotécnica, que como habitualmente suscitaram a curiosidade de milhares de crianças, jovens e população em geral ao longo do evento.

Ainda durante a sessão de abertura, o presidente da Assembleia Municipal de Albufeira, Paulo Freitas, frisou que “a iniciativa é também uma forma de homenagem aos agentes que todos os dias estão no terreno a zelar de forma abnegada pela segurança dos cidadãos, entre os quais destaco os Bombeiros Voluntários de Albufeira que este ano comemoraram 40 anos de existência”.Feira Protecao Civil Albufeira 1Feira Protecao Civil Albufeira 3Feira Protecao Civil Albufeira 4Feira Protecao Civil Albufeira 5Feira Protecao Civil Albufeira 6Feira Protecao Civil Albufeira 7Feira Protecao Civil Albufeira 8Feira Protecao Civil Albufeira 9Feira Protecao Civil Albufeira 10Feira Protecao Civil Albufeira 11Feira Protecao Civil Albufeira 12Feira Protecao Civil Albufeira 13Feira Protecao Civil Albufeira 14Fonte: GCRPRI da CM de Albufeira

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui