Silves | ‘Lado B’ traz Paulo de Carvalho ao Teatro Mascarenhas Gregório

0
361
Silves-Paulo-Carvalho

O LADO B da Câmara Municipal de Silves, regressa já no próximo dia no dia 21 de abril pelas 21h30, com Paulo de Carvalho, no Teatro Mascarenhas Gregório, uma iniciativa integrada nas Comemorações do 49º Aniversario do 25 de Abril.

Dono de uma das melhores vozes do nosso país, Paulo de Carvalho tem marcado, como poucos, a história da música portuguesa nos últimos 60 anos.

No início do seu percurso musical ajuda a formar o grupo de Pop-Rock “Os Sheiks” onde toca bateria. Nos anos 1970/71/73/74/75 e 77 tem grande participação no Festival RTP da Canção, que vence por duas vezes. No ano de 1974, a canção com que venceu, “E depois do Adeus”, é a primeira senha da Revolução dos Cravos que restabelece a Democracia em Portugal. Seguem-se anos de muito trabalho e grande participação na renovação da Música Popular Portuguesa, com a conquista de vários prémios e o reconhecimento público. São também anos de comprometimento ativo na reconstrução da democracia em Portugal.

Há histórias que só fazem sentido quando contadas ao ouvido. O concerto Voz e Pianode Paulo de Carvalho é uma dessas histórias, feita de canções contadas e cantadas em tom íntimo, recriadas cada vez que sobem a palco. Um espetáculo onde revisita algumas das canções que marcam estes 60 anos de carreira, na companhia do virtuoso pianista cubano Victor Zamora, seu parceiro de muitos anos nas aventuras musicais.

Os ingressos para o espetáculo podem ser adquiridos através da bilheteira online BOL em: https://cmsilves.bol.pt/ e nos locais habituais de venda (FNAC, Worten, CTT,EI Corte Inglês e Pousadas de Juventude), com o custo associado de 10 euros. Podem, ainda, ser adquiridos no próprio dia do espetáculo, no local, a partir das 20h00, caso haja disponibilidade de bilheteira.

Relembramos que a rúbrica Lado B, promovida pelo Município de Silves, procura apresentar ao público uma versão mais descontraída e intimista dos artistas. Ao concerto, por norma, associa-se uma breve conversa como forma de aproximar o público ao artista.

Classificação etária: M/6

+ info: tel. 282 440 800 (ext.2742) chamada para a rede fixa nacional | [email protected]

+SOBRE PAULO DE CARVALHO

Em 1991, vê reconhecido o seu trabalho ao ser homenageado pela Casa da Imprensa. Em 1992 compõe ” Sida Aparecida”, primeira canção a falar diretamente deste flagelo e cujos direitos são oferecidos à Fundação Nacional de Luta Contra a Sida com quem colabora. Em 2001 faz a música “Vai e Faz”, canção incluída numa coletânea destinada a celebrar o Ano Internacional do Voluntariado. Continua a gravar em nome próprio e a escrever para muitos companheiros de profissão, Carlos do Carmo, Mariza, Ricardo Ribeiro, entre outros da área do Fado, Em 2021, o fado “ Lisboa Menina e Moça” com música de sua autoria foi escolhido por unanimidade pelos Vereadores da Câmara Municipal de Lisboa como canção oficial da cidade. Tem gravados 29 trabalhos musicais entre álbuns e CDs. Como músico tem colaborado com Ivan Lins, Carlos do Carmo, José Cid, Mariza, Tito Paris, Agir, entre muitos outros companheiros de cantigas. Paulo de Carvalho sempre experimentou novos caminhos, aventurando-se nos mais diversos géneros musicais, desde o funk ao jazz, à música africana e ao fado. E em cada aventura foi capaz de criar marcos importantes para a música portuguesa, como A Casa da Praia, Gostava de Vos Ver Aqui, Nini dos Meus Quinze Anos, Mãe Negra, Os Meninos de Huambo, O Fado, O Cacilheiro, Lisboa Menina e Moça, Os Putos, O Homem das Castanhas, entre tantos outros. 2022 é o ano em que celebra 60 anos de carreira e marca o fechar de um ciclo.

+ A SABER

Em 2009 – É agraciado pelo Presidente da República com o Grau de Oficial da Ordem da Liberdade

Em 2012 – Recebe a Medalha de Ouro da Cidade de Lisboa

Em 2021 – Recebe o Prémio de Carreira da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA)

Mun Silves

Silves-Paulo-Carvalho