MAI visita Alojamentos para Estudantes disponibilizados pelos SS da GNR e da PSP

0
718
Ministro-Administração-Interna
  1. Ministro da Administração Interna, acompanhado pelo Comandante-Geral da GNR e pelo Diretor Nacional da PSP, visitou residências para filhos de profissionais da Guarda e da PSP que estão a estudar.
  2. As 550 vagas disponibilizadas no ano letivo 2023/2024 pelos Serviços Sociais da GNR e Serviços Sociais da PSP, em diferentes pontos do território nacional, estão preenchidas.
  3. Esta oferta de alojamento constitui um apoio dos Serviços Sociais da Guarda Nacional Republicana e da Polícia de Segurança Pública às famílias dos seus associados.

O Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, visitou hoje, em Coimbra, residências para estudantes filhos de profissionais da Guarda Nacional Republicana e da Polícia de Segurança Pública e que são disponibilizadas pelos Serviços Sociais das duas forças.

José Luís Carneiro esteve acompanhado, na visita aos alojamentos dos Serviços Sociais da Guarda e da Polícia, pelo Comandante-Geral da GNR, Tenente-General Rui Veloso, e pelo Diretor Nacional da PSP, Superintendente-Chefe José Barros Correia.

Os Serviços Sociais da GNR disponibilizam alojamento nas cidades de Braga, Bragança, Coimbra, Évora, Faro, Lisboa e Porto.

Os Serviços Sociais da PSP disponibilizam alojamento em Aveiro, Coimbra, Évora, Faro, Lisboa, Portalegre, Porto e Viseu.

Os alojamentos são disponibilizados em condições de custo mais favoráveis do que as praticadas pelo mercado e aprofundam as condições de apoio aos agregados familiares dos profissionais das Forças de Segurança.

Note-se que o Ministério da Administração Interna reservou, no Plano de Recuperação e Resiliência, um total de 40 milhões de euros para a construção e a reabilitação de alojamentos para os elementos das Forças de Segurança de norte a sul do Continente do país e também nas ilhas.

A esse montante juntam-se os cerca de 20 milhões de euros investidos pelos Serviços Sociais da PSP, em 2022, na aquisição de 3 edifícios na Área Metropolitana de Lisboa.

MAI