Festa Pequena da Mãe Soberana em Loulé

0
214
Festa da Me Soberana em Loul - C.M.Loul - Mira
No Domingo de Páscoa, 8 de abril, realiza-se em Loulé a Festa Pequena em honra da Nossa Senhora da Piedade (Mãe Soberana), Padroeira da Cidade, e que constitui o ponto de partida daquela que é considerada a maior manifestação religiosa a Sul de Fátima.

Neste primeiro momento, que coincide com o Domingo de Aleluia, tem lugar a descida do cerro da imagem da Nossa Senhora, pelas 17h00, em direção à Igreja de S. Francisco, onde chegará pelas 18h00. Segue-se uma a celebração solene da Eucaristia de Páscoa.

A descida da Santa obedece a uma marcha fácil de organização profana, a marcha acelerada a conduzir o pesado andor até à Igreja de S. Francisco.

Durante os quinze dias da sua estadia neste local, as novenas e os sermões conduzidos por afamados oradores sacros perfazem uma vigília religiosa de grande poder espiritual. Assim, entre os dias 9 e 21 de abril, de segunda a sexta-feira, às 9h30 e 19h15, tem lugar a celebração da Eucaristia. Aos sábados o horário é às 10h00 e 18h00. Às 21h00 tem lugar a recitação do terço e celebração da Eucaristia em Honra de Nossa Senhora da Piedade com Pregação.

Festa da Me Soberana em Loul - C.M.Loul - Mira

Para o dia 15 de abril, pelas 11h30, está prevista a realização de uma missa na Igreja Matriz. E para assinalar o Dia dos Colaboradores, da Família e dos Jovens, acontece o Tríduo Solene, nos dias 19, 20 e 21, às 9h00, 19h15 e 21h00, com a celebração da Eucaristia e pregação à noite pelo Padre Mário José Rodrigues de Sousa, pároco de Portimão e professor do Instituto Teológico de Évora.

No dia 21, pelas 22h15, o Clube Hípico de Loulé homenageia a Nossa Senhora da Piedade, no Largo de S. Francisco.

A Festa Grande, o momento alto deste evento de cariz religioso que atrai à cidade milhares de peregrinos e visitantes, realiza-se dia 22 de abril. É o adeus da Padroeira à sua terra e o regresso à sua pequena ermida que, a poente, se ergue sobranceira a toda a cidade.

Nesta manifestação de grande culto pela fé existem duas vertentes distintas: a religiosa, no seu mais sentido significado, e a profana, na mais ampla e liberal exteriorização popular.

Fonte: CML

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui