“JMJ 2023” Oportunidade de Conhecer a Identidade de Portugal e Sermos Construtores da Paz

0
680
Pastoral-Turismo-Portugal

Estando prestes a iniciar-se a Jornada Mundial da Juventude (JMJ 2023), em Lisboa (de 1 a 6 de agosto), considera a Pastoral do Turismo – Portugal (PTP), importante ressaltar algumas questões relacionadas com o espírito deste evento e que tocam o âmbito da sua ação.

  1. Considerando que este é sempre um momento de encontro da Igreja Universal, mas também um encontro de culturas, de povos, de tradições e diferentes formas de ser e de viver;
  2. Considerando, também, que esta será uma altura em que podemos dar sinais claros de que estamos comprometidos com a defesa da sustentabilidade e que esta não se fica somente pelas dimensões associadas à preservação ambiental, mas se liga às questões da justiça social, da empregabilidade e do comércio justo, do respeito pela diversidade e pela inclusão;
  3. Considerando, ainda, que a JMJ 2023 terá uma visibilidade à escala mundial, estando presente nos meios de comunicação, nas redes sociais (de entidades e de cada participante), transformando-se Portugal no “centro do Mundo” e beneficiando desta exposição;

Torna-se imprescindível refletir sobre o modo como cada um de nós agirá nestes dias, procurando ser verdadeiros exemplos de Fé e de capacidade de, testemunhando a relação com Cristo. É-nos pedido, pois, que sejamos sinais e atores na construção de uma sociedade melhor. Somos chamados a dar a conhecer a cultura que é própria dos portugueses e que tem uma forte dimensão de partilha e de aceitação do outro, motivando uma troca de experiências e um enriquecimento sem par, tal como nos pede o Papa Francisco, devemos efetivamente estar no mundo abertos a todos. Deverá, a JMJ 2023, ser um espaço de ligação verdadeiro e fraterno, que convide todos os que se juntarem nestas datas a um compromisso real e forte com a edificação de um mundo mais justo e solidário, mais fraterno, um mundo onde cada um de nós é, verdadeiramente, um construtor da paz

Por isso, a PTP deixa um apelo a todos os participantes, diretos ou indiretos, na JMJ 2023: que possamos ser agentes de mudança, acolhendo bem, respeitando os trabalhadores das diversas áreas que participarão nesta enorme reunião (nas áreas da hotelaria e restauração, nos transportes, limpeza urbana, guias intérpretes, etc.), bem como cuidando dos espaços onde estivermos (promovendo a separação do lixo, a reciclagem, a reutilização e não desperdiçando alimentos, água, etc.). Mas, sobretudo, sendo capazes de ser embaixadores de todo um pais e, num espírito de verdadeira cidadania, acolhendo como irmãos todos os que participarem nesta festa, transformemos a JMJ 2023 num marco na História da Igreja Portuguesa e na vida do país.

PTP