OPP | “Vamos Falar Sobre Abuso Sexual” Sensibilização para Crimes de Natureza Sexual

0
445
Ordem-Psicologos-P

Portugal registou, em 2022, 1.752 crimes sexuais, mais de 80% dos quais contra crianças e jovens. “Vamos Falar Sobre Abuso Sexual” é o documento que a Ordem dos Psicólogos vai lançar, com o objetivo de sensibilizar a sociedade para a prevenção destes crimes. Por outro lado, alerta para os abusos sexuais perpetuados online contra adolescentes

 O que é o abuso sexual? Quem são os agressores /as sexuais? Como identificar uma vítima de abuso sexual? E um agressor? Esta e tantas outras questões fazem parte de um documento da Ordem dos Psicólogos (OPP) a ser lançado esta semana e que visa sensibilizar a sociedade para a prevenção de crimes de natureza sexual. Crimes estes que poderiam ser evitados com mais informação e menos preconceito.

O documento da OPP, a ser lançado nas redes sociais, dá conta de 1.752 crimes sexuais em Portugal em 2022, dos quais mais de 80% foram cometidos contra crianças e jovens, ao mesmo tempo que alerta para o facto de, maioritariamente, os abusadores serem pessoas próximas das vítimas.

“Vamos Falar Sobre Abuso Sexual” é um documento transversal “porque diariamente se perde a oportunidade de prevenir o abuso sexual por falta de informação, estereótipos e preconceitos. Pretendemos consciencializar a sociedade para esta temática, temos a obrigação de falar”, afirma Renata Benavente, vice-presidente da Ordem dos Psicólogos Portugueses, que acrescenta: “Falar sobre este tema não é fácil, denunciar as nossas preocupações com o comportamento de alguém, menos ainda. Aprender mais sobre o tema, falar sobre ele e partilhar preocupações, pode ajudar a proteger uma criança, jovem ou adulto e fazer diferença na sua vida.”

“Os dados de violência sexual na Europa contra crianças e jovens, embora recuem a 2015, revelam que 1 em cada 5 crianças europeias é vítima de alguma forma de violência sexual.

Em Portugal, os indicadores estatísticos apontam para que cerca de 80% das vítimas de crimes de abuso sexual sejam do sexo feminino (raparigas ou mulheres) e em 90% dos casos os agressores são do sexo masculino.

A Ordem dos Psicólogos Portugueses realça igualmente uma forma de abuso sexual que acontece maioritariamente em adolescentes entre os 12 e os 16 anos: os contactos online. A maioria dos casos denunciados nesta faixa etária – e em todo o País – dizem respeito a formas de violência sexual perpetuadas online.

Um abuso sexual, independentemente da idade da vítima, tem impactos a curto e médio prazo na saúde física e mental, razão pela qual a Ordem dos Psicólogos Portugueses incentiva a que se procure ajuda especializada. Porque falar ajuda.

Contactos Úteis

Linha de Apoio à Vítima: 116 006

Serviço de Aconselhamento Psicológico SNS24: 808 24 24 24

Rede Care – Apoio a Crianças e Jovens Vítimas de Violência Sexual: 22 550 29 57 ou [email protected]

Instituto de Apoio à Criança: 213 617 880

Linha Internet Segura: 800 219 090

ADBD