Engel &Völkers | Vive num espaço pequeno? Eis algumas Dicas de Design que o vão ajudar

0
396
Engel-&-Volkers

Quando as quatro paredes de casa são limitadas e se tornam num desafio em termos de espaço, é necessário saber tirar o maior proveito da área da habitação para organizar o dia a dia da melhor maneira. Para quem vive num espaço pequeno, a Engel &Völkers deixa cinco conselhos para tirar o máximo partido do espaço:

  1. Dar prioridade às necessidades

Uma das recomendações mais importantes para projetar um espaço pequeno é perceber quais são as suas próprias necessidades antes de começar a mobilar. As funções básicas das áreas de refeições, de dormir e de cozinhar, bem como a casa de banho, são especificações que, geralmente, já integram a planta base. No entanto, as suas prioridades pessoais de habitação deverão também ter um espaço próprio. Por exemplo, se tem um hobby que pratica dentro de casa, deve ter em mente este fator. Para isso é importante tirar o maior partido da totalidade do espaço, aproveitando-o por completo. Por exemplo, usando a altura da habitação a seu favor, investindo em prateleiras sob medida. Os armários de parede também otimizam a utilização do espaço disponível. Se necessita de espaço adequado para o tapete de ioga, por exemplo, móveis dobráveis​​podem ser uma ótima opção.

  1. Tecnologia modular e multifuncionalidade

Muitos fabricantes estão agora a desenvolver módulos inovadores que podem ser adaptados, de forma flexível, às possibilidades limitadas dos pequenos espaços. Na ótica da sustentabilidade, este tipo de produto é também útil para arrumação no caso de uma eventual mudança de casa. Móveis inteligentemente projetados podem ser facilmente adaptados aos hábitos de vida, oferecendo a vantagem da multifuncionalidade. Um exemplo disso é o clássico sofá-cama, que pode abranger várias áreas de habitação e de lazer, contando com mais do que uma função.

  1. Menos é mais

Um espaço pequeno pode rapidamente parecer sobrecarregado e apertado. Optar por um aspeto mais clean com tons mais claros e apostar na iluminação certa pode resolver este problema. Móveis individuais leves e menores e cores naturais claras serão a escolha certa para os espaços mais pequenos, já que tendem a transmitir mais leveza e uma sensação de abertura. No entanto, os profissionais de decoração ousam, de forma sábia, utilizar o recurso estilístico dos contrastes, mesmo em espaços pequenos, através de cores mais escuras para definir acentos e, assim, criar a impressão de profundidade espacial. Não subestime a importância da iluminação, sobretudo em espaços mais pequenos, que precisam de ainda mais luz e brilho. Uma boa aposta será também utilizar espelhos na decoração, uma vez que dão a ilusão de profundidade.

  1. Traga a natureza para dentro de casa

A utilização de elementos da natureza dentro de casa é uma das formas mais eficazes de tornar uma divisão mais acolhedora. Aposte num bouquet de flores ou em alguns vasos suspensos, que trarão leveza ao ambiente e são uma excelente opção para aproveitar a altura da habitação.

  1. A arrumação é essencial

Outra dica eficaz e da qual não se deve esquecer é que espaços pequenos devem estar sempre arrumados, pois tudo o que está fora do lugar rouba-lhe espaço de habitação. O interessante é que, à sua maneira, um pequeno apartamento incentiva-o a concentrar-se no essencial e pode até inspirá-lo a separar-se do supérfluo, fazendo-o desenvolver uma especial preferência pelo minimalismo.

www.engelvoelkers.com

Tinkle

Engel-&-Volkers