Imovirtual | Procura de imóveis para venda cresce 11%, nas regiões periféricas, de 2023 para 2024

0
85
Imovirtual-Logotipo

O Imovirtual, portal imobiliário de referência em Portugal, divulgou um estudo sobre a procura de imóveis, por concelho, tanto a nível nacional, como nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto. A análise diz respeito ao comparativo entre o primeiro trimestre de 2024 e ao período homólogo.

A nível nacional, verificou-se um ligeiro aumento na procura de imóveis para venda (+2.7%) durante o período em análise, sendo que, de forma geral, os concelhos de Alcanena (+109.2%), Póvoa do Lanhoso (+69.4%) e Penacova (+68.9%), são aqueles onde se verifica um crescimento mais acentuado da procura de imóveis, no primeiro trimestre de 2024, face ao mesmo período em 2023. Por outro lado, os concelhos de Lagos (-34,9%), Albufeira (-27.5%), Arruda dos Vinhos (-27.3%) e Faro (-25.1%), são aqueles que apresentam um maior decréscimo na procura, no período em análise.

Já no que toca às áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, há uma tendência para uma diminuição na procura de casas: -5% em 2024, face a 2023, no qual é possível destacar enquanto top 3 de concelhos onde se regista um decréscimo mais acentuado a Amadora (-23.1%), Cascais (-20.6%) e Porto (-18.5%). Ainda assim, há concelhos em que se verifica um crescimento da procura, destacando-se Gondomar (+19.1%), Oliveira de Azeméis (+10.3%) e Loures (+7.0%).

Especificamente, no que ao concelho de Lisboa diz respeito, verifica-se um decréscimo de 16.8% na procura de imóveis. Enquanto que no Porto, esse decréscimo regista um valor ligeiramente acima,  de 18.5%.

De acordo com Sylvia Bozzo, Marketing Manager do Imovirtual, “O interesse  nas zonas periféricas é uma tendência que foi impulsionada pelo contexto pandémico e pela generalização do trabalho remoto, o que levou a que muitos procurassem casas nas zonas mais distantes das grandes cidades, devido aos preços elevados nas áreas metropolitanas e a procura por mais qualidade de vida”.

Imovirtual