Miguel Oliveira volta ao Top 10 na Alemanha

0
353
Miguel-Oliveira-Alemanha

Depois de um fim de semana suado em Sachsenring, na Alemanha, Miguel Oliveira teve um final feliz este domingo. Em 30 voltas exigentes, o piloto da CyptoData RNF MotoGP Team conseguiu finalizar a corrida longa do fim de semana dentro do top 10 e, portanto, somar pontos naquela que foi a sétima jornada do Campeonato do Mundo de MotoGP de 2023.

Para a corrida de domingo, Oliveira, que se qualificou em P16, largou de 15º da grelha devido à ausência de Marc Márquez. Apesar de ter sofrido novamente um forte impacto no ombro esquerdo esta sexta-feira, o português realizou uma prova obstinada. Ganhou duas posições no seu bom arranque e depois de uma primeira volta forte, começou a ganhar ritmo. Apesar das muitas dores, Miguel Oliveira seguiu em frente, subiu para P12 na volta 18 e 11º logo em seguida. A quatro voltas do fim, integrou o top 10 e passou a bandeira de xadrez num esforço corajoso ainda dentro desse grupo de pilotos.

É um resultado agradável, especialmente porque pudemos ser competitivos e realizar cada volta no nosso melhor. Não consegui dar o meu máximo, pois uma vez que perdi força no ombro esquerdo, parecia que poderia estourar a qualquer momento. Por este motivo, realmente tive de me proteger e pilotar de uma maneira que não me deixou muito confortável. De qualquer forma, foi um bom esforço meu e por parte de toda a equipa e estamos ansiosas para Assen e ver como a Aprilia se comporta lá”, revela Miguel Oliveira.

Recorde-se que Miguel Oliveira sofreu uma queda na sexta-feira, ao cair na curva 10, durante o segundo treino do dia, que lhe causou novas dores no seu ombro ainda em recuperação. Antes disso, foi por muito pouco que não conseguiu entrada direta para a Q2, por apenas 0,160 segundos.

Já no sábado, o piloto da Charneca de Caparica procurou gerir a sua lesão e recuperar alguma confiança nos trabalhos do dia, tendo qualificado em P16. Para a sprint race do dia, Miguel largou da 6ª linha da grelha. Com um início turbulento, o piloto luso perdeu algumas posições e viu-se em P19 no final da primeira volta, mas ao longo da corrida foi recuperando o ritmo, ganhou alguns metros e cruzou a linha de meta na 16ª posição.

Agora, a CryptoDATA RNF MotoGP Team faz as malas e segue para Assen, na Holanda, para a terceira ronda de uma sequência de três corridas seguidas, terceira ronda esta que será o último Grande Prémio antes das férias de verão.

MO