Festa das Tochas Floridas em São Brás de Alportel (Com Vídeo-Reportagem)

0
225
festa tochas
festa tochasO bulício para a Festa das Tochas Floridas e Procissão de Aleluia começa dias antes. Ninguém dorme em S. Brás de Alportel para que no Domingo de Páscoa esteja tudo pronto para a procissão. Veja a nossa vídeo – reportagem, aqui.

Este trabalho está também disponível na +Algarve TV (Meo Kanal nº 209742)

É uma tarefa árdua, juntar e coordenar a mais de uma centena de pessoas que colabora para que a tradição se mantenha intacta. São recolhidas e armazenadas grandes quantidades de flores campestres para que no dia, com mãos diligentes e artísticas, o famoso tapete de flores emane frescura e beleza.

O céu cinzento, ameaçando chuva, não demoveu a população nem o largo número de visitantes. Muitos vieram assistir a uma das mais conhecidas festas deste concelho, que este ano celebrava o seu primeiro centenário.

Quando chegámos, bem cedo, era grande a azáfama. Ninguém tinha dormido. Já se compunha, pelas principais artérias da Vila de S. Brás de Alportel, o alegre tapete florido por onde iria passar esta procissão, única em Portugal.

Para além do seu sentido religioso pascal, a Festa das Tochas Floridas conta-se ser a celebração da heroica expulsão das tropas inglesas saqueadoras de Faro, pela confraria dos moços solteiros. Nessa época, as confrarias eram obrigadas a levar uma tocha acesa, ou luminária, substituídas mais tarde por flores e paus pintados, por falta de cera.

As confrarias terminaram, mas ainda hoje saem à frente da procissão grupos de homens com delicadas tochas florais construídas por si, clamando “Aleluia, Cristo ressuscitou como disse, Aleluia! Aleluia! Aleluia!”, em honra da Ressurreição de Jesus Cristo, aclarando as vozes com uma garrafa transportada à cintura, líquido que se diz ser medronho.

As janelas engalanam-se com colchas e no fim do dia, premeia-se a tocha mais bonita.

Selma Nunes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui